• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-31082016-102411
Documento
Autor
Nome completo
Luana Silva Soares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Silva, Celio Lopes (Presidente)
Farias, Kelen Cristina Ribeiro Malmegrim de
Nunes, Anderson de Sá
Título em português
Caracterização de células T gamma-delta e natural killer na imunoterapia da tuberculose experimental com a vacina gênica DNAhsp65
Palavras-chave em português
DNAhsp65
Imunoterapia
Linfócito T gamma-delta
Natural killer
Tuberculose
Resumo em português
Em 1993, a Organização Mundial da Saúde declarou a tuberculose (TB) como uma emergência global devido à sua relevância epidemiológica e a necessidade de seu controle. Atualmente, a TB ainda é considerada um problema de saúde pública e requer o desenvolvimento de vacinas e terapias que sejam mais eficazes na sua prevenção e tratamento. Nesse sentido, o Laboratório de Vacinas Gênicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto estuda há mais de dez anos a eficácia da vacina gênica DNAhsp65 na profilaxia e terapia da TB. Com o intuito de complementar o conhecimento existente sobre os mecanismos imunes desencadeados pela vacina DNAhsp65, assim como sua associação às drogas convencionais utilizadas no tratamento da TB, objetivou-se neste trabalho a caracterização de células natural killer (NK), T natural killer (NKT), e T ?? na imunoterapia da tuberculose experimental com a vacina DNAhsp65, no tratamento com as drogas rifampicina (RIF) e isoniazida (INH), e na associação DNAhsp65-drogas. Inicialmente, camundongos BALB/c foram infectados com Mycobacterium tuberculosis (Mtb) cepa H37Rv no dia 0 e nos dias 1, 7, 15, 30 e 70 após a infecção, foi promovida a eutanásia dos animais infectados ou não (controle) para análise das células T não convencionais no pulmão por citometria de fluxo. No dia 30 após a infecção, os animais infectados receberam os diferentes tratamentos: vacina DNAhsp65, vetor pVAX1, drogas RIF e INH, ou as drogas em associação à vacina. Dez dias após o fim dos tratamentos, foi promovida a eutanásia dos animais para análise das populações celulares no pulmão e linfonodo por citometria de fluxo, imunohistoquímica e PCR em tempo real. Os animais somente infectados com Mtb apresentaram aumento significativo no número das células NK (CD3-CD49b+), NKT (CD3+CD49b+) e T ?? (CD3+??+) logo na primeira semana após a infecção, e esta diferença em relação aos animais controle permaneceu em até 70 dias após a infecção. Entre as células NK presentes no pulmão, observou-se predominância da subpopulação CD11bhighCD27low em todos os animais. Nos animais infectados, verificou-se aumento significativo das subpopulações de NK: CD11bhighCD27high e CD11blowCD27high, nos dias 7 e 15 e somente no dia 15 após a infecção, respectivamente. Entre a população de células T ?? presentes no pulmão, houve predomínio do fenótipo CD27- em animais controles e infectados nos diferentes tempos experimentais. Quanto aos animais infectados com Mtb e tratados com DNAhsp65, verificou-se aumento significativo de células T ?? produtoras de IFN-? e IL-17 no pulmão, e apesar de não ter sido observada diferença na freqüência de células NK e NKT neste grupo, as células NK apresentavam maior expressão da molécula FasL relacionada à morte celular induzida por apoptose. Nos grupos drogas e DNAhsp65-drogas observou-se aumento da freqüência de células T ?? no pulmão, assim como aumento de células NK produtoras de IL-10 e que expressavam o marcador de ativação CD69. Os resultados deste trabalho mostram mais uma vez a eficácia da vacina DNAhsp65 e da associação DNAhsp65- drogas no tratamento de animais infectados com Mtb e sugerem que células T não convencionais como as células NK, NKT e T ?? podem participar na modulação da resposta immune na TB. Estes achados devem ser levados em consideração no desenho de novas estratégias terapêuticas e também profiláticas para a TB.
Título em inglês
Characterization of gamma-delta T cells and natural killer cells in the immunotherapy of experimental tuberculosis with DNAhsp65 genetic vaccine
Palavras-chave em inglês
DNAhsp65
Gamma-delta T lymphocyte
Immunotherapy
Natural Killer
Tuberculosis
Resumo em inglês
In 1993, the World Health Organization declared tuberculosis (TB) as a global emergence due to its epidemical relevance and the need to improve its control. Nowadays, TB still remains a public health problem and requires the development of more effective vaccines and therapies. In this sense, the Laboratory of Genetic Vaccines from the School of Medicine of Ribeirão Preto studies, for more than ten years, the efficiency of the genetic vaccine DNAhsp65 in TB prophylaxis and therapy. In order to complement the knowledge about the immune mechanisms triggered by DNAhsp65 vaccine and by its association with conventional drugs used in TB, our aim in this work was to characterize natural killer (NK), natural killer T (NKT) and gamma-delta (??) T cells in the immunotherapy of experimental tuberculosis with the DNAhsp65 vaccine, in the treatment with rifampicin and isoniazid drugs and in the association DNAhsp65-drugs. Initially, BALB/c mice were infected with Mtb strain H37Rv on day 0, and on days 1, 7, 15, 30 and 70 after infection, infected animals or not (control) were euthanized for lung cell analysis by flow cytometry. On day 30 after infection, infected animals received the following treatment: DNAhsp65 vaccine, pVAX1 vector, rifampicin and isoniazid drugs, or drugs in association with DNAhsp65. Ten days after the end of treatment, animals were euthanized for lung and lymph node cell analysis by flow cytometry, immunohistochemistry and real time PCR. Infected animals showed a significant increase of NK (CD3-CD49b+), NKT (CD3+CD49b+) and ?? (CD3+??+) T cells in the first week of infection and this difference compared to control animals remained until 70 days after infection. Within the lung NK cell population, we observed a predominance of CD11bhighCD27low phenotype in all animals. In infected animals, we verified a significant increase of the following NK cell subpopulations: CD11bhighCD27high and CD11blowCD27high on days 7 and 15, and only on day 15 after infection, respectively. Within the lung ?? T cell population, there was a predominance of CD27- ?? T cell in control and infected animals in the different experimental times. In infected animals and subsequently vaccinated with DNAhsp65, we verified a significant increase in ?? T cells producing IFN-? and IL-17 in the lungs. Although we have not seen any differences in NK and NKT cells in this group, NK cells showed higher expression of FasL molecule related to induced cell death by apoptosis. In DNAhsp65-drugs and drugs groups, we observed an increase in lung ?? T cells frequency, as well as increase in NK cells producing IL-10 and expressing CD69, an activation marker. Our results confirm the effectiveness of DNAhsp65 vaccine and its association with drugs in Mtb infected animals and suggest a modulation in the immune response through unconventional T cells such as NK, NKT and ?? T cells. These findings should be taken into consideration in the design of new therapeutic and prophylactic strategies for TB.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.