• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2007.tde-07032008-135625
Documento
Autor
Nome completo
Sergio Ishara
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Zuardi, Antonio Waldo (Presidente)
Bandeira, Marina de Bittencourt
Cavalcanti, Maria Tavares
Lima, Lúcia Abelha
Martins, Luiz Antonio Nogueira
Título em português
Equipes de saúde mental: avaliação da satisfação e do impacto do trabalho em hospitalização integral e parcial
Palavras-chave em português
Avaliação de programas
Satisfação no trabalho
Saúde do trabalhador
Saúde Mental
Resumo em português
Os avanços na compreensão da doença mental, em uma perspectiva bio-psico-social, ampliaram os recursos terapêuticos, promovendo a utilização de abordagens multidisciplinares e o surgimento de serviços substitutivos ao hospital psiquiátrico tradicional. Estudos sobre a satisfação e a sobrecarga de profissionais que integram equipes de serviços de saúde mental têm sido recomendados pela Organização Mundial de Saúde, visando a sistematização de processos de avaliação e o aprimoramento da qualidade dos serviços. Neste estudo, trabalhadores que integram equipes em serviços de hospitalização integral e parcial, do município de Ribeirão Preto, responderam as escalas da OMS de avaliação da satisfação (SATIS-BR) e do impacto no trabalho (IMPACTO-BR) em profissionais de serviços de saúde mental e o Inventário de Sintomas de Stress de Lipp (ISSL), visando à investigação dos níveis de satisfação, sobrecarga e estresse profissional. Participaram do estudo 172 sujeitos, sendo 136 profissionais contratados e 36 médicos residentes de psiquiatria. A coleta de dados foi realizada em seis unidades psiquiátricas, das quais três eram de um hospital universitário, sendo um hospital dia, uma enfermaria e uma enfermaria de internação breve. As outras três unidades foram um centro de atenção psicossocial e duas unidades de um hospital psiquiátrico, sendo uma masculina e uma feminina. Na amostra de profissionais contratados, os resultados apontaram escore médio de satisfação de 3,26 (faixa entre 1 e 5), tendo ocorrido maior satisfação nos fatores "Qualidade do Serviço" e "Relacionamentos no Trabalho" e, menor nos fatores "Condições de Trabalho" e "Participação no Serviço". Diferenças significativas entre escores de satisfação puderam ser observadas entre duas unidades de um mesmo complexo hospitalar. Para a amostra de profissionais contratados, o escore médio de sobrecarga foi 1,85 (faixa entre 1 e 5) e os resultados da aplicação do ISSL mostraram ocorrência de estresse em 23% dos participantes, estando quase todos na fase de resistência, com predominância de sintomas psicológicos. Na comparação das amostras estudadas, foram observados maiores escores de sobrecarga e maior ocorrência de estresse entre os médicos residentes, em relação aos profissionais contratados. Observou-se correlação negativa entre resultados da satisfação e sobrecarga. Conclui-se pela necessidade de realizar avaliações contínuas e regulares dos serviços, a fim de monitorar a satisfação e o impacto do trabalho, visando ao desenvolvimento dos serviços, com qualidade de vida dos profissionais e um melhor atendimento aos usuários.
Título em inglês
Mental Health Service Staff: Job Satisfaction Evaluation and Impact on Work in Inpatient and Outpatient Hospitals
Palavras-chave em inglês
Job Satisfaction
Mental Health
Occupational health
Program Evaluation
Stress.
Resumo em inglês
Advances in understanding mental diseases, from a bio-psycho-social perspective, have widened therapeutical resources and, thus, promoted the use of multidisciplinary approaches as well as the creation of services to replace traditional psychiatric hospitals. The World Health Organization (WHO) has recommended that studies be performed on the satisfaction and overload of mental health service staff members as a means to systemizing evaluation processes and improving service quality. In the present study, staff members belonging to inpatient and outpatient mental hospitals in the city of Ribeirão Preto answered WHO's scales on mental health staff satisfaction (SATIS-BR) and impact on work (IMPACTO-BR), and Lipp's Stress Symptoms Inventory (ISSL) with the aim to investigate the levels of satisfaction, overload, and professional stress. Of the total 172 individuals who took part in this study, 136 were hired professionals, and 36 were psychiatry resident physicians. Data collection was performed in six psychiatric units, of which three were from the same university hospital (one day hospital, one psychiatric ward, and one short stay ward). The other three units were a center for psychosocial care and two psychiatric hospital units, one for female and the other for male patients. Results for the sample of hired professionals showed an average satisfaction score of 3.26 (range between 1 and 5), with higher scores for the factors "Service Quality" and "Relationships at Work", and lower scores for the factors "Work Conditions" and "Participation in the Service". Significant differences were observed between two units of the same hospital. For this same sample, the average overload score was 1.85 (range between 1 and 5), and the results from administrating the ISSL showed that stress occurred in 23% of the participants, who were most in the residence phase, with a prevalence of psychological symptoms. Overload scores and stress incidence were higher among resident physicians, compared to hired professionals. A negative correlation was observed between satisfaction and overload results. Continuous and regular service evaluations are needed in order to monitor satisfaction and burden of the staff, with the aim to improve services, while providing staff members with quality of life, and patients with better care.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese.pdf (641.28 Kbytes)
Data de Publicação
2008-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.