• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.17.2020.tde-11022020-140953
Documento
Autor
Nombre completo
Maria Stella Arantes do Amaral
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2019
Director
Tribunal
Hyppolito, Miguel Angelo (Presidente)
Martinelli, Maria Cecília
Massuda, Eduardo Tanaka
Tsuji, Robinson Koji
Título en portugués
Comportamento do P300 em pacientes usuários de implante coclear com eletroestimulação unilateral
Palabras clave en portugués
Implante coclear
Perda auditiva
Potencial evocado P300
Resumen en portugués
Introdução: A perda auditiva severa a profunda bilateral é uma deficiência socialmente incapacitante. O Implante Coclear (IC) pode ser utilizado para o restabelecimento da audição nos casos em que a prótese auditiva convencional não é efetiva. Poucos são os estudos sobre o registro de Potencial Evocado Auditivo de Longa Latência (P300), em indivíduos com perda auditiva e usuários de IC. Acreditase que a avaliação do sistema auditivo central por meio de testes comportamentais e eletrofisiológicos possa contribuir para o entendimento dos mecanismos de plasticidade cerebral envolvidos na recuperação da função auditiva após a cirurgia do IC. Objetivos: Estudar o comportamento do P300, em pacientes usuários de IC unilateral. Casuística e Métodos: Foram selecionados indivíduos adultos com surdez pós-lingual de grau severo a profundo bilateral. Foram coletados dados relacionados à idade, ao sexo, à etiologia da perda auditiva, às características audiológicas nas fases pré-IC, ativação do IC e seis meses após a cirurgia. As medidas do P300 também foram realizadas nas três fases. Os estímulos auditivos tone burst e fala foram utilizados para eliciar o P300 e apresentados em campo sonoro. Resultados: Vinte e um sujeitos foram avaliados. O limiar auditivo médio, obtido por meio de audiometria tonal liminar, foi de 112,5 dBNA na fase pré-IC, 49,4 dBNA na fase de ativação do IC e 38,2 dBNA seis meses após a cirurgia. A média de latência do P3 para os estímulos tone burst e fala foram, respectivamente, na fase pré-IC 352,9 e 321,9 ms; na fase de ativação do IC 364,9 e 368,7 ms e seis meses após a cirurgia foi de 336,2 e 343,6 ms. O valor médio da amplitude do P3 não foi diferente nas três fases. Observou-se diferença significativa nos valores médios de latência do P3 quando comparadas as fases da ativação do IC e após seis meses de uso do dispositivo para o estímulo tone burst e nas fases pré-IC e ativação quando o estímulo utilizado foi a fala. Conclusões: A menor latência do P3 ocorreu seis meses após a ativação do IC para o estímulo tone burst e na fase pré- IC quando o estímulo foi a fala. Houve fraca correlação entre a média de latência do P3 e o tempo de perda auditiva para o estímulo de fala. Não houve variação da amplitude nas fases estudadas ou quando comparadas às demais variáveis.
Título en inglés
Long latency auditory evoked potentials (P300) outcomes in patients with unilateral cochlear implants
Palabras clave en inglés
Cochlear implantation
Event-related potentials P300
Hearing loss
Resumen en inglés
Introduction: Severe to profound bilateral hearing loss is an important social disability. The cochlear implant (CI) can be used to restore the hearing in cases in which the conventional hearing devices are not effective. There are few studies with Long Latency Evoked Auditory Potential (P300) in individuals with hearing loss and CI users. It is believed that the evaluation of the central auditory system, by means of behavioral and electrophysiological tests may contribute to the understanding of the mechanisms of brain plasticity involved in the recovery of auditory function after CI surgery. Objectives: To Study the P300 in unilateral CI users. Casuistic and Methods: Postlingual adults with severe to profound bilateral hearing loss were selected. Data was obtained by age, gender, etiology of hearing loss, audiological characteristics in the phases pre-CI, CI-activation and 6 months after CI surgery. P300 were performed to these three phases. The auditory stimuli used were tone burst and speech to elicit the P300 and were presented in auditory field. Results: Twenty-one patients were assessed. The auditory threshold average, obtained with audiometry was 112.5 dBHL in pre-CI, 49.4 dBHL in CI-activation and 38.2 dBHL six months after surgery. The mean latency of P3 for the tone burst stimuli and speech were, respectively, in the pre-IC 352.9 ms and 321.9 ms; in CI-activation 364.9 ms and 368.7 ms, and six months after the surgery was 336.2 ms and 343.6 ms. The average value of the P3 amplitude was not different to the three phases. A significant difference to the P3 latency was observed when compared CI-activation and after six months using CI-device for the tone burst stimulus and pre-CI and CI-activation phases to speaking stimulus. Conclusions: The lowest latency of P3 occurred six months after CI-activation for the tone burst stimulus and pre-CI with speaking stimulus. There was a poor correlation between the mean latency of P3 and the time of hearing loss for the speech stimulus. There was no variation of the P3 amplitude.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-04-28
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.