• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-18122019-143408
Documento
Autor
Nome completo
Andréa de Oliveira Batista
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Dantas, Roberto Oliveira (Presidente)
Ricz, Lilian Neto Aguiar
Sankarankutty, Ajith Kumar
Silva, Elaine Caetano
Título em português
Influência do adaptador de colchão antirrefluxo na quantidade de refluxo gastroesofágico em pacientes adultos com sintomas da doença do refluxo gastroesofágico
Palavras-chave em português
Doença de refluxo gastroesofágico
pHmetria
Pirose
Regurgitação
Resumo em português
A conduta diagnóstica e terapêutica na doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) tem variações de centro para centro, o que constitui importante fator para a busca de novas diretrizes. A DRGE é fortemente associada aos distúrbios do sono, sintomas pulmonares e doenças respiratórias. Diversas condutas terapêuticas são utilizadas para amenizar os sintomas, tais como, métodos farmacológicos, mudanças de hábitos alimentares, postura para trabalhar, postura para dormir, atividade física, e tratamento cirúrgico. A elevação da cabeceira da cama é uma medida utilizada para pacientes com sintomas em decúbito. Estudo não controlado foi realizado em um grupo de 20 pessoas com idade entre 25 e 60 anos portadoras da DRGE. Este grupo foi entrevistado após adquirir e utilizar o adaptador de colchão antirrefluxoDK18 da empresa F.A.de Souza Móveis e Colchoaria EPP (GRUPO DK) com medida de 1,88 cm X 70 cm X 18 cm (composição poliuretano densidade 30 e perfilado D20) por um período de seis meses. Após este período, relataram que o uso do adaptador de colchão antirrefluxo - DK18 influenciou positivamente na melhora dos sintomas noturnos do refluxo gastroesofágico. A partir da manifestação deste grupo, foi vista a real necessidade de um estudo para confirmar a influência do adaptador de colchão antirrefluxo na quantidade do refluxo gastroesofágico. A hipótese foi que o adaptador de colchão antirrefluxo atue na diminuição dos sintomas da DRGE na posição em decúbito. Foram incluídos na investigação 37 pacientes com sintomas da DRGE, de ambos os sexos com idade entre 20 e 65 anos, que passaram por entrevista, responderam aos questionários de sintomas do refluxo gastroesofágico e disfagia, foram avaliados clinicamente, e pela endoscopia digestiva alta. O estudo inclui dois grupos, sendo, o grupo de estudo (G18), composto por 12 participantes, que foram submetidos ao exame de manometria esofágica para a localização do esfíncter inferior do esôfago para posicionamento adequado do sensor de pH, utilizando o adaptador de colchão antirrefluxo medindo 188cm de comprimento, 70 cm de largura e 18 cm de altura e o grupo (G28), composto por 25 indivíduos, submetidos ao método de viragem do pH para posicionamento da sonda 5 cm acima da transição esôfago-gástrica, que utilizaram o adaptador de colchão antirrefluxo medindo 188cm de comprimento, 88 cm de largura e 28 cm de altura. O exame de pHmetria com dois sensores foi realizado durante 48 horas nos dois grupos, com atividades iguais nos dois dias, exceto que, em um dia dormiram usando o adaptador de colchão antirrefluxo, e no outro dormiram sem o adaptador, sequência determinada por sorteio. O paciente fez anotações durante a realização do exame, em termos de sintomas, hora das refeições, hora que esteve deitado e sentado (ou em pé). A sonda para registro do pH foi introduzida pela narina até que o sensor distal ficou posicionado a cinco centímetros acima do esfíncter inferior do esôfago e, o outro sensor a 20 cm acima do esfíncter inferior do esôfago. Durante as 48 horas, o paciente preencheu um diário (folha fornecida pela equipe de pesquisa) registrando os sintomas, hora das refeições, hora que esteve sentado, deitado e em pé. Uma semana antes do exame as drogas para tratamento da DRGE foram suspensas. O objetivo deste estudo é demonstrar a influência do adaptador de colchão antirrefluxo na quantidade do RGE em decúbito, na diminuição dos sintomas e a tolerância a este adaptador. A hipótese foi que o adaptador pudesse causar diminuição na quantidade do refluxo gastroesofágico em decúbito nos pacientes com DRGE. Os resultados foram apresentados de forma descritiva, e posteriormente, para as comparações envolvendo variáveis de controle e grupo foi proposto o modelo de regressão linear com efeitos mistos. Para as comparações foi utilizado o pós-teste por contrastes ortogonais. As comparações entre as medidas com e sem adaptador quanto às variáveis fração do tempo com refluxo, índice de refluxo (refl/h) e DeMeester foram feitas através do teste t-Student pareado. Para as comparações adotou-se um nível de significância de 5%. Os resultados obtidos não revelaram diferenças estatisticamente significantes na diminuição da quantidade de refluxo gastroesofágico em decúbito durante o exame de pHmetria de 48 horas nos dois grupos de estudo(G18 e G28), nenhuma variável apresentou P<0,05. Para verificar o efeito de intervenção em relação às variáveis qualitativas foi proposto o teste de McNemar e foi adotado um nível de significância de 5% para as análises. As variáveis qualitativas analisadas foram pirose, regurgitação, engasgo, dificuldade respiratória, conforto em decúbito, tosse, pigarro e insônia que apresentaram diferenças relevantes, identificando efetiva melhora dos sintomas esofágicos e extraesofágicos em decúbito no dia em que utilizaram o adaptador de colchão antirrefluxo. Foi constatado que o adaptador de colchão antirrefluxo não influenciou na quantidade de refluxo gastroesofágico, porém de acordo com os relatos dos pacientes em conformidade com a análise qualitativa das variáveis, pode-se inferir que o uso do adaptador atuou efetivamente na resposta à melhora dos sintomas esofágicos e extraesofágicos. A elevada prevalência e diversidade nas formas de apresentação clínica da DRGE e seus sintomas geram impacto sócio econômico, prejudicando a qualidade de vida do paciente, motivando a procura de evidências científicas sobre o assunto. Ressalta-se a importância de realizar mais estudos para obter conclusões mais específicas.
Título em inglês
Influence of the anti-reflux mattress on the amount of gastroesophageal reflux in adult patients with symptoms of gastroesophageal reflux disease
Palavras-chave em inglês
Gastroesophageal reflux disease
Hearthburn
pH monitoring
Regurgitation
Resumo em inglês
Diagnostic and therapeutic management of gastroesophageal reflux disease (GERD) varies from Center to Center, which is an important factor in the search for new guidelines. GERD is strongly associated with sleep disorders, lung symptoms and respiratory diseases. Several therapeutic approaches have been used to relieve the symptoms, such as pharmacological methods, changes in eating habits, posture during work, sleeping posture, physical activity, and surgical treatment. Raising the headboard of the bed is a measure taken for patients with symptoms in decubitus. A non-controlled study performed in a group of 20 people aged between 20 to 65 years old with GERD, who were evaluated by interview after acquiring and using an antireflux mattress-DK18 adapter from F.A. de Souza Móveis e Colchoaria EPP (GRUPO DK), measurements 1.88cm X 70cm X 18cm (polyurethane composition, density 30 and profiling D20) for a period of six months. After this period, they reported that the use of the anti-reflux-mattress adapter DK18 had a positive influence on the improvement of nocturnal symptoms of gastroesophageal reflux. From the manifestation of this group, it was seen the real necessity for a study to confirm the influence of the anti-reflux mattress adapter on the amount of gastroesophageal reflux. The hypothesis was that the anti-reflux mattress adapter acts to decrease the symptoms of GERD in the decubitus position. Were included in this study 37 patients with GERD symptoms, of both sexes, aged between 20 and 65 years who were interviewed and underwent a questionnaire for gastroesophageal reflux symptoms and dysphagia, were evaluated clinically and by upper digestive endoscopy. The study consists of two groups, the study group (G18) composed of 12 patients, who underwent esophageal manometry to locate the lower esophageal sphincter for adequate positioning of the pH sensor, using the anti-reflux mattress adapter measuring 188cm in length, 70 cm wide and 18 cm high, and the group (G28), composed of 25 individuals, submitted to the pH-turning method for positioning the probe 5 cm above the esophagogastric transition, using the anti-reflux mattress adapter measuring 188 cm long, 88 cm wide and 28 cm high. The twosensor pH-metry test was performed for 48 hours in both groups, with equal activities on the two days, except that in one day they slept using the anti-reflux mattress adapter, and in the other they slept without the adapter, a sequence determined by lot. The patient took notes during the examination, in terms of symptoms, mealtime, bedtime, sitting (or standing). The pH recording probe was introduced through the nostril until the distal sensor was positioned five centimeters above the lower esophageal sphincter and the other sensor 20 cm above the lower esophageal sphincter. During the 48 hours, the patient filled out a diary (sheet provided by the research team) recording the symptoms, mealtime, sitting time, lying down and standing. One week prior to the exam the drugs for treatment of GERD were discontinued. This study is aimed to demonstrate the influence of the antireflux mattress adapter on the amount of GERD in decubitus, on the decrease of symptoms and tolerance to this adapter. The hypothesis was that the adapter could cause a decrease in the amount of gastroesophageal reflux in decubitus in patients with GERD. The results were presented in a descriptive way, and afterwards, for the comparisons involving control and group variables, the linear regression model with mixed effects was proposed. For the comparisons, the orthogonal contrasts post-test was used. The comparisons between the measures with and without the adapter for reflux time, reflux index (refl / h) and DeMeester variables were made through the paired Student t-test. For the comparisons a significance level of 5% was adopted. The results obtained did not reveal statistically significant differences in the decrease of the amount of gastroesophageal reflux in the decubitus position during the 48-hour pHmetry test in the two study groups (G18 and G28), no variables presented P <0.05. In order to verify the intervention effect in relation to the qualitative variables, the McNemar test was proposed and a significance level of 5% was adopted for the analyzes. The qualitative variables analyzed were pyrosis, regurgitation, choking, respiratory difficulty, comfort in decubitus, coughing, clearing the throat and insomnia, that presented relevant differences, identifying effective improvement of oesophageal and extraesophageal symptoms in decubitus on the day they used the anti-reflux mattress adapter. It was found that the anti-reflux mattress adapter did not influence in the amount of gastroesophageal reflux, however, according to the reports of the pacients in accordance with the qualitative analysis of the variables, it can be inferred that the use of the adapter acted effectively in the response to the improvement of esophageal and extraesophageal symptoms. The high prevalence and diversity in the clinical presentation of GERD and its symptoms generate socioeconomic impact, impairing the patient's quality of life, motivating the search for scientific evidence on the subject. It is necessary to highlight the importance of performing more studies to obtain more specific conclusions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.