• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2019.tde-27052020-075810
Documento
Autor
Nome completo
Luana Oliveira Abreu
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Dantas, Roberto Oliveira (Presidente)
Mourão, Lucia Figueiredo
Ricz, Lilian Neto Aguiar
Tumas, Vitor
Título em português
Impacto da capsaicina (pimenta vermelha) na deglutição de indivíduos com Doença de Parkinson
Palavras-chave em português
Capsaicina
Deglutição
Disfagia
Doença de Parkinson
Resumo em português
O aumento da expectativa de vida e consequente envelhecimento populacional têm aumentado a prevalência de doenças crônicas neurodegenerativas. A doença de Parkinson corresponde a um dos quadros mais frequentes e incapacitantes, seus primeiros sintomas (tremores, alterações de marcha e postura corporal, rigidez, bradicinesia, entre outros) se manifestam por volta dos 50 a 69 anos deidade. Ainda não existe cura para a doença e muitos dos tratamentos disponíveis buscam retardar sua evolução e aliviar os sintomas. Este trabalho tem por objetivo averiguar se o uso do extrato de capsaicina, substância presente nas pimentas vermelhas, pode provocar alterações imediatas na fisiologia da deglutição desta população. Através da realização de um ensaio clínico controlado cruzado, treze indivíduos adultos diagnosticados com doença de Parkinson foram submetidos à avaliação objetiva da deglutição (videofluoroscopia) em dois dias distintos. Em ambos os dias foram ofertadas 7 colheres de 5 ml cada de alimento pastoso homogêneo. As ofertas foram divididas em três séries sendo que na primeira, foram ofertadas três colheres de alimento pastoso homogêneo seguida de uma oferta contendo placebo (substância A) ou 2612 µg/g de extrato de capsaicina (substância B) seguida de três colheres de alimento pastoso homogêneo. A oferta do placebo e do extrato de capsaicina foi realizado de modo aleatório. Após sete dias, os indivíduos foram submetidos aos mesmos procedimentos, porém, os que receberam a substância B (extrato de capsaicina) no primeiro dia necessariamente receberam a substância A (placebo) no segundo dia. Foram excluídos os indivíduos com histórico de lesões neurológicas e/ou câncer de cabeça e pescoço concomitantes ao diagnóstico da doença de Parkinson. As séries de deglutições foram divididas em: basal extrato capsaicina (antes da oferta), extrato capsaicina (após a oferta), basal placebo (antes da oferta) e placebo (após a oferta). Os eventos fisiológicos considerados e comparados foram: início de fase faríngea, início de fechamento do vestíbulo laríngeo, intervalo de tempo entre fechamento e abertura do vestíbulo laríngeo e de abertura e fechamento do esfíncter esofágico superior. Não houve diferença estatisticamente significante entre os tempos fisiológicos observados entre o extrato de capsaicina e placebo. Ou seja, a oferta de uma única dose de capsaicina não promoveu alterações imediatas na fisiologia da deglutição na Doença de Parkinson.
Título em inglês
Impact of capsaicin (red pepper) on the swallowing of individuals with Parkinson's disease
Palavras-chave em inglês
Capsaicin
Dysphagia
Parkinson's disease
Swallowing
Resumo em inglês
Increased life expectancy and consequent population aging have increased the prevalence of chronic neurodegenerative diseases. Parkinson's disease is one of the most frequent and disabling conditions, its first symptoms (tremors, changes in gait and body posture, stiffness, bradykinesia, among others) manifest around 50 to 69 years of age. There is still no cure for the disease and many of the available treatments seek to slow its evolution and relieve symptoms. This study aims to investigate whether the use of capsaicin extract, a substance present in red peppers, can cause immediate changes in the swallowing physiology of this population. Through a cross-controlled clinical trial, thirteen adult individuals diagnosed with Parkinson's disease underwent objective swallowing assessment (videofluoroscopy) on two separate days. On both days, 7 spoons of 5 ml of homogeneous pasty food were offered. The offerings were divided into three series and in the first one three spoons of homogeneous pasty food were offered followed by an offering containing placebo (substance A) or 2612 µg / g capsaicin extract (substance B) followed by three spoons of pasty food homogeneous. Placebo and capsaicin extract were offered at random. After seven days, subjects underwent the same procedures, but those who received substance B (capsaicin extract) on the first day necessarily received substance A (placebo) on the second day. Individuals with a history of neurological lesions and / or head and neck cancer concomitant with the diagnosis of Parkinson's disease were excluded. Swallowing series were divided into: basal capsaicin extract (before offer), capsaicin extract (after offer), basal placebo (before offer) and placebo (after offer). The physiological events considered and compared was: onset of pharyngeal phase, onset of laryngeal vestibule closure, time between closure and opening of laryngeal vestibule and opening and closing of upper esophageal sphincter. There was no statistically significant difference between the physiological times observed between capsaicin extract and placebo. That is, offering a single dose of capsaicin did not promote immediate changes in swallowing physiology in Parkinson's disease.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-07-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.