• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2016.tde-06012016-223957
Documento
Autor
Nome completo
José Henrique Mazon
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Souza, Hugo Celso Dutra de (Presidente)
Borin, João Paulo
Catai, Aparecida Maria
Puggina, Enrico Fuini
Santiago, Paulo Roberto Pereira
Título em português
Estudo das adaptações autonômicas, metabólicas e funcionais decorrentes da utilização do sistema de cargas seletivas durante um macrociclo de treinamento em atletas de basquetebol
Palavras-chave em português
avaliação funcional
controle autonômico cardíaco
marcadores de estresse
Periodização do treinamento
Resumo em português
O estudo se propôs a investigar em atletas de basquetebol, as adaptações decorrentes da utilização do modelo de cargas seletivas de periodização (SCS) sobre a modulação autonômica da variabilidade da frequência cardíaca (VFC), sensibilidade baroreflexa (SBR), limiar de anaerobiose (LA), marcadores de estresse endógenos e capacidade funcional de membros inferiores (MMII), durante um macrociclo de treinamento. Foram estudados 22 atletas do sexo masculino e as avaliações foram realizadas em quatro momentos específicos do macrociclo (início da etapa de preparação, P1; início e término da segunda etapa de competição, P2 e P3; término da terceira etapa de competição, P4). A VFC foi investigada no domínio do tempo (RMSSD- raiz quadrada da somatória do quadrado das diferenças entre os iR-R adjacentes no registro dividido pelo número de intervalos R-R, menos um, expressa em ms), no domínio da frequência (análise espectral pela transformada rápida de Fourier) e também por meio de análise simbólica. A SBR foi avaliada pelo método da sequencia. Também foram realizados testes ergoespirométricos para determinação do limiar de anaerobiose e exames laboratoriais para dosagens plasmáticas de catecolaminas, cortisol, testosterona livre, ureia e creatinoquinase. Adicionalmente, para determinação da capacidade funcional de MMII, foram avaliadas as capacidades de força muscular (dinamômetria isocinética dos extensores e flexores de joelhos) e potência de salto (plataforma de força). Os resultados demonstraram que o sistema e a estruturação do treinamento utilizada não promoveram mudanças na modulação autonômica da VFC, VPA e SBR em repouso. Por sua vez, houveram alterações nos parâmetros relacionados com o limiar de anaerobiose, sugerindo uma possível melhora da capacidade aeróbia dos atletas. No que diz respeito aos marcadores hormonais, foram observadas reduções na concentração plasmática de catecolaminas e cortisol, que parecem refletir adaptações positivas às cargas de trabalho utilizadas durante o macrociclo de treinamento. Por fim, não foi observada nenhuma diferença nos parâmetros avaliados de força muscular e potência de salto dos atletas, sugerindo que o desempenho destas capacidades físicas, no presente estudo, parece relacionado com a especificidade das cargas de trabalho utilizadas no decorrer do macrociclo e pode não refletir o efeito do programa de treinamento em questão.
Título em inglês
Study of autonomic, metabolic and functional adaptations arising from the use of selective loads system during macrocycle training in basketball players.
Palavras-chave em inglês
cardiac autonomic modulation
functional evaluations
stress markers
Training periodization
Resumo em inglês
We investigated in basketball athletes, adaptations arising from the use of selective loads periodization system (SLS) on the autonomic modulation of heart rate variability (HRV), baroreflex sensitivity (BRS), anaerobic threshold (AT), endogenous stress markers and functional performance during macrocycle training. Twenty two male athletes were evaluated in four specific times of the macrocycle (early preparation period, P1, start and end of the competition period second, P2 and P3; end of the competition period third, P4). HRV was investigated in the time domain (RMSSD- square root of the mean of the squared differences of successive adjacent RR intervals) in the frequency domain (spectral analysis by Fourier Fast Transform) and also through symbolic analysis. The BRS was evaluated by method of sequence. Cardiopulmonary exercise and laboratory tests were also performed to determine the anaerobic threshold, plasma levels of catecholamines, cortisol, free testosterone, urea and creatine kinase. Additionally, muscle strength (isokinetic dynamometer) and jump power (force platform) were evaluated to determine the functional capacity of the lower limbs. The results showed that the training system used did not promote changes in autonomic modulation of HRV and BRS. In turn, there were changes in parameters related to the AT, suggesting possible improvement of the aerobic capacity of athletes. With regard to metabolic markers, reductions were observed in the plasma catecholamines and cortisol, which seem to reflect adjustments positive of the workload used during the training macrocycle. Finally, no difference it was observed in muscle strength and jump power of athletes, suggesting that the performance these physical capacities in the present study, it seems related to the structure and specificity of workloads used during the macrocycle and may not reflect the effectiveness of the training program in question.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese.pdf (4.24 Mbytes)
Data de Publicação
2016-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.