• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-29102019-113614
Documento
Autor
Nome completo
Jullie Giacomini da Cruz Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Bonacim, Carlos Alberto Grespan (Presidente)
Pinelli, Ligia Antunes Pereira
Reis, Andréa Candido dos
Ueta, Julieta Mieko
Título em português
Política nacional de práticas integrativas e complementares (PNPIC) e sua influência socioeconômica no modelo de gestão do SUS: revisão integrativa da literatura
Palavras-chave em português
Medicina tradicional
Serviços de saúde
Terapias complementares
Resumo em português
O presente artigo discute sucintamente os efeitos da implementação das práticas integrativas e complementares nas políticas públicas de saúde. Disseminadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde o final dos anos de 1970, no Brasil, a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) foi adotada apenas em 2006. Por tratar-se de uma política recente ainda enfrenta dificuldades que restringem sua implantação efetiva, dentre elas destacam-se a relação conflituosa com o modelo biomédico atual, a carência de profissionais especialistas na área e o desconhecimento dos usuários, dificultando a análise da real influência dessas práticas como fator modificador na saúde
Título em inglês
National policy of integrative and complementary practices (NPICP) and its socioeconomic influence on the SUS management model: integrative literature revie
Palavras-chave em inglês
Complementary therapies
Health services
Traditional medicine
Resumo em inglês
This article briefly discusses the effects of implementing integrative and complementary practices in public health policies. Since the late 1970s, in Brazil, the National Policy on Integrative and Complementary Practices (PNPIC) has been adopted by the World Health Organization (WHO) since the end of the 1970s. It was adopted only in 2006. Because it is a recent policy, it still faces difficulties that restrict its effective implementation, among them the conflicting relationship with the current biomedical model, the lack of specialists in the area and the lack of knowledge of users, making it difficult to analyze the real influence of these practices as a modifying factor in health
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.