• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2017.tde-08062017-161832
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Imada de Lima
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2016
Orientador
Banca examinadora
Augusto Filho, Oswaldo (Presidente)
Hanai, Frederico Yuri
Schalch, Valdir
Título em português
Estudo geoambiental de bacias hidrográficas utilizando o modelo PER no município de São Carlos (SP)
Palavras-chave em português
Análise de agrupamentos
Bacias hidrográficas
Erosão
Indicadores ambientais
Matriz de vulnerabi
Modelo PER
Sistema de Informação Geográfica (SIG)
Resumo em português
Indicadores são ferramentas capazes de simplificar informações sobre fenômenos complexos e melhorar, com isso, o processo de comunicação. Também permitem o resumo de grande quantidade de informações relacionadas a um aspecto, auxiliando no diagnóstico e prognóstico ambiental. Alguns cuidados devem ser tomados na seleção e construção dos indicadores para que as medidas utilizadas sejam adequadas, pois influenciam a tomada de decisão. Indicadores inconsistentes fornecem informações imprecisas e enganosas sobre o que está sendo medido. Um dos propósitos desta ferramenta é auxiliar na implementação de mecanismos de proteção, recuperação e uso racional de recursos hídricos. As bacias hidrográficas têm sido usadas como uma das principais unidades de planejamento e gestão integrada por permitirem a visualização da dinâmica dos vários elementos dos meios físico e agentes naturais atrelados à ação humana. Além disso, são áreas expostas a impactos ambientais provenientes da urbanização, exploração intensa de recursos, uso e ocupação inadequados e emissão de efluentes nos cursos d'água. Por esses motivos, o presente estudo visou abordar o uso de indicadores ambientais para o diagnóstico do potencial de degradação por erosão nas bacias hidrográficas do município de São Carlos – SP como suporte à gestão dos recursos hídricos municipais, possibilitando o melhor aproveitamento destas áreas com menor impacto ambiental possível. O modelo Pressão-Estado-Resposta (PER) foi escolhido para orientar a coleta, organizar as informações e ajudar na interpretação e comunicação dos resultados por ser um dos mais utilizado para divulgar estatísticas e indicadores ambientais. A análise de Agrupamentos e a Matriz de Vulnerabilidade foram os métodos empregados para integrar os indicadores e disponibilizar as informações às partes interessadas como suporte à tomada de decisão. Utilizou-se o Sistema de Informação Geográfica (SIG) ArcGIS® como ferramenta computacional básica para ponderar e agregar os indicadores por meio dos métodos escolhidos e, posteriormente, gerar os mapas analíticos. A partir da análise de agrupamentos as bacias foram divididas em cinco grupos de acordo com a semelhança entre elas, evidenciando a diversidade de cenários relacionados à erosão no município de São Carlos. Já a matriz de vulnerabilidade categorizou as bacias em cinco classes de potencial de degradação por erosão que apontou o menor potencial nas bacias das Gabirobas e Mogi-Guaçu e o maior na bacia do Monjolinho. A diferença entre estes métodos consiste no modo de sintetizar a informação, porém, ambos convergem para auxiliar na elaboração de estratégias de gestão.
Título em inglês
Geoenvironmental study of watershed using the PSR model in São Carlos (SP)
Palavras-chave em inglês
Cluster analysis
Environmental indicators
Erosion
Geographic Information System (GIS)
PSR model
Vulnerability matrix
Watersheds
Resumo em inglês
Indicators are tools that simplify information about complex phenomena and improve, therefore, the process of communication. They also allow to summary a lot of information related to one aspect, assisting in the environmental diagnosis and prognosis. Care should be taken in the selection and construction of indicators, as they influence the decisionmaking and therefore it is important that the measures used are appropriate. Inconsistent indicators provide inaccurate and misleading information about what is measured. A purpose of this tool is to assist in the implementation of water resources protection mechanisms, recovery and rational use. Watersheds are been used as major planning and integrated management units for allowing the visualization of the dynamics of the various physical elements and natural agents wattled to human action. In addition, these areas are exposed to environmental impacts from urbanization and intensive resource exploitation, inadequate use and occupation and effluents emissions into waterways. For these reasons, this study aimed to address the use of environmental indicators to diagnosis the erosion's degradation potencial in São Carlos' (SP) river basins to support the local water resources management, enabling better use of these areas with less possible environmental impact. The Pressure-State-Response (PSR) model was chosen to guide the information collection and organization and help in the interpretation and communication of the results because it is one of the most used metodology to disseminate statistics and environmental indicators. The Cluster Analysis and Vulnerability Matrix were the methods employed to integrate the indicators and provide information for stakeholders to support decision making. The Geographic Information System (GIS) ArcGIS® was used as computational tool to weight and aggregate indicators through the chosen methods and subsequently generate analytical maps. From the cluster analysis the basins were divided into five groups according to the similarity between them, showing the diversity of scenarios related to erosion in São Carlos. The vulnerability matrix categorized the basins in five erosion degradation potencial classes that pointed out the basins of Gabirobas and Mogi-Guaçu as less potential and Monjolinho as higher. The difference between these two methods is the way to synthesize information, but both converge to assist in decision making and management strategies development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-06-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.