• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Aline Christine Bernegossi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2019
Orientador
Banca examinadora
Corbi, Juliano Jose (Presidente)
Jacobucci, Giuliano Buzá
Rocha, Odete
Título em português
Efeito tóxico da cafeína sobre o ciclo de vida de Chironomus sancticaroli (Chironomidae, Diptera) e Daphnia magna (Daphniidae, Cladocera)
Palavras-chave em português
Cafeína
Concentrações detectadas
Contaminantes emergentes
Toxicidade
Resumo em português
A cafeína está presente no cotidiano humano desde o tradicional café até como constituinte de medicamentos, estimulantes, chás, chocolate entre outros produtos alimentícios. Essa substância é considerada um contaminante orgânico emergente provindo de águas residuárias não tratadas. Sua presença nos corpos hídricos vem sendo documentada em baixas concentrações, desde ηg.L-1 até µg.L-1 e os efeitos dessas concentrações nos organismos aquáticos ainda não foram efetivamente investigados. Com o objetivo de avaliar os efeitos tóxicos da cafeína em concentrações comumentemente encontradas em corpos hídricos, foram realizados testes de ecotoxicidade aguda e crônica com os organismos-teste Chironomus sancticaroli e Daphnia magna e intergeracional com C. sancticaroli, com enfoque em respostas biológicas de mortalidade, imobilidade, crescimento, desenvolvimento e reprodução. Como resultado, a cafeína não apresentou toxicidade aguda no teste de curta duração realizado para D. magna e C. sancticaroli. Foi observado efeito de toxicidade crônica da cafeína, havendo interferência no desenvolvimento das larvas de Chironomus principalmente na concentração de 200 µg.L-1 e no crescimento e reprodução de D. magna, na qual foi observada indução na produção de neonatos e desaceleração para o desenvolvimento do organismo (retardo no processo de ecdise). No teste intergeracional, foram observadas mudanças nos padrões de desenvolvimento larval. Os resultados demonstram que a cafeína, em concentrações ambientalmente detectadas, pode causar pequenas alterações no ciclo de vida dos organismos, como por exemplo, alterações no tamanho das asas das fêmeas e no comprimento do corpo das larvas de C. sancticaroli. Recomendam-se o uso de técnicas biomoleculares para avaliar as respostas metabólicas dos organismos quando exposto à cafeína em baixas concentrações.
Título em inglês
Caffeine toxic effect on Chironomus sancticaroli (Diptera: Chironomidae) life cycle and Daphnia magna (Cladocera: Daphnidae)
Palavras-chave em inglês
Caffeine
Detected concentrations
Emerging contaminants
Toxicity
Resumo em inglês
Caffeine is present in human daily life either as traditional coffee or constituent of medicines, stimulants, teas, chocolate, among other products. This substance is an emerging organic contaminant from untreated wastewater. Its presence in aquatic systems has been documented at low concentrations, from ηg.L-1 to µg.L-1 and the effects of these concentrations on aquatic organisms have not yet been effectively investigated. In order to evaluate the toxic effects of caffeine, at concentrations usually found in aquatic systems, acute and chronic ecotoxicological tests were performed with Chironomus sancticaroli and Daphnia magna and, an intergenerational with C. sancticaroli, focusing on biological responses of mortality, immobility, growth, development and reproduction. As a result, caffeine did not present acute toxicity in the shor-term test performed for D. magna and C. sancticaroli. Chronic toxicity of caffeine was observed, with interference in the Chironomus larvae development, mainly in the concentration of 200 µg.L-1, and in the growth and reproduction of D. magna, in which it was observed presence of induction in the production of neonates and deceleration to the development of the organism (delay in the process of ecdysis). In intergeneration test, changes in the larval developmental patterns were observed. In intergenerational testing, changes in larval developmental patterns were observed. The results demonstrate that caffeine, in concentrations detected environmentally, can cause small influences in the organism's life cycle of the, for example, changes in the size of the wings of the females and in the length of the body of the larvae of C. sancticaroli. The use of biomolecular techniques to evaluate the metabolic responses of organisms when exposed to caffeine at low concentrations is recommended.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.