• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2013.tde-23012014-110222
Documento
Autor
Nome completo
Felipe Hideyoshi Icimoto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2013
Orientador
Banca examinadora
Calil Junior, Carlito (Presidente)
Ballarin, Adriano Wagner
Dias, Antonio Alves
Título em português
Dormentes em madeira laminada colada de Pinus oocarpa
Palavras-chave em português
Pinus oocarpa
Dormentes de madeira
Dormentes em madeira laminada colada
Espécies de florestas plantadas
Ferrovias
Madeira laminada colada
Normalização
Resumo em português
Em 2012 foi anunciado um pacote econômico do governo que concede à iniciativa privada a operação de estradas e ferrovias pelo Brasil, onde serão investidos R$ 133 bilhões, incluindo a construção de 10 mil quilômetros de estradas de ferro. O dormente é um dos componentes estruturais mais importantes na construção de ferrovias, com a função de receber esforços produzidos pelos veículos ferroviários, amortecer parcialmente as vibrações, transmiti-las ao lastro e manter invariável a distância entre os trilhos (bitola). As madeiras utilizadas no Brasil para a produção de dormentes são de essências nobres. Porém, com a escassez cada vez maior dessas espécies e a exploração ilegal de madeiras nativas consideradas de elevada resistência buscaram-se madeiras alternativas para esse uso como o Eucalipto ou o Pinus de florestas plantadas. Objetivo deste trabalho foi a análise experimental da viabilidade técnica da produção de dormentes pelo método de fabricação da Madeira Laminada Colada utilizando a madeira da espécie de Pinus oocarpa e adesivo poliuretano para atender os requisitos da recém aprovada norma de dormentes ABNT NBR 7511:2013 Dormentes de madeira - Requisitos e métodos de ensaio. Após intenso programa experimental em que foram estudadas diversas configurações de disposição de lamelas visando à otimização do processo de fabricação, foram produzidos dormentes de MLC com configurações diferentes de seção transversal, e realizados ensaios preliminares com a finalidade de atingir as especificações mínimas de norma. Os resultados mostraram que os dormentes em MLC de Pinus oocarpa atingiram os requisitos da norma ABNT NBR 7511:2013 Dormentes de madeira - Requisitos e métodos de ensaio.
Título em inglês
Glulam sleepers produced with Pinus oocarpa
Palavras-chave em inglês
Pinus oocarpa
Glulam
Glulam sleepers
Railways
Reforestation species
Standardization
Timber sleepers
Resumo em inglês
In 2012 it was announced a government economic package that grants to private operation of roads and railways in Brazil, which will be invested R$ 133 billion, including the construction of 10,000 km railroads. Sleepers are one of the most important structural components in the construction of railways with the function of receiving actions produced by the rail vehicles, diminish dampen vibrations and transmitting them to the ballast and remain invariant distance between rails (gauge). The timbers used in Brazil to manufacture sleepers are from tropical forest. Considering the scarcity and tropical illegal logging, Eucalyptus and Pines planted forests are a interesting alternative. The aim of this study was experimental analyze of the technical feasibility to produce Glulam sleepers using Pinus oocarpa species and polyurethane adhesive to reach the requirements of the recently approved sleepers standard ABNT NBR 7511:2013 Wood sleepers - Requirements and test methods. After intensive experimental program using various layout settings of lamellae and different configurations of cross-sectional an optimization of the manufacturing process of MLC sleepers was done in order to achieve the minimum standard specifications. Results showed that in MLC sleepers of Pinus oocarpa reached the requirements of the standard ABNT NBR 7511:2013 Wood sleepers - Requirements and test methods.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-01-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.