• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.21.2008.tde-24062008-162856
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Luiz Coelho
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Castro Filho, Belmiro Mendes de (Presidente)
Cirano, Mauro
Lorenzzetti, Joao Antonio
Rezende, José Helvécio Moraes de
Silveira, Ilson Carlos Almeida da
Título em português
Resposta da Plataforma Continental Sudeste a ventos sazonais e sinóticos de verão: estudos numéricos
Palavras-chave em português
Correntes
Frente Fria
Ondas de Plataforma
PCSE
POM
Subsidência
Verão
Vorticidade
Resumo em português
Com a finalidade de estudar as perturbações médias sobre a Plataforma Continental Sudeste (PCSE) causadas pela passagem de uma frente fria durante o verão, obteve-se um estado básico médio de correntes. Esse campo médio foi obtido com o POM (Princeton Ocean Model) através de simulação diagnóstica, seguida por curta rodada prognostica. As correntes modeladas para o verão na Plataforma Continental Sudeste assemelharam-se em alguns aspectos a correntes obtidas em fundeios de correntógrafos realizados pela Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), e pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, durante os projetos Ciculação Oceânica na Região Oeste do Atlântico Sul (COROAS) e Dinâmica do Ecossistema de Plataforma da Região Oeste do Atlântico Sul (DEPROAS), validando os resultados do modelo Durante a passagem da frente fria as correntes invertem em cerca de seis a nove horas após a passagem do sistema frontal por cada região da PCSE. As etapas da subsidência costeira foram modeladas, ocorrendo transporte de deriva do vento em direção à costa, na camada superficial (0-10m), e transporte de compensação ao longo da coluna d'água, havendo empilhamento de água na região costeira. A força de gradiente de pressão barotrópica desenvolvida implicou na formação e intensificação do jato costeiro em direção a menores latitudes. Durante esse estado transiente associado à passagem do sistema frontal, a Água Tropical aproxima-se da costa em nível sub-superficial, misturando-se com as águas da plataforma continental A porção da Plataforma Continental Sudeste localizada ao sul da Ilha de São Sebastião é a que responde com maior intensidade à passagem do sistema meteorológico frontal. Na direção transversal à costa, predomina o balanço geostrófico, o qual é intensificado durante a passagem da frente fria, enquanto que ao longo da costa as águas são desviadas do referido balanço pela tensão de cisalhamento do vento e pela aceleração local. Em Cananéia, ocorre a maior amplitude de variação do nível do mar, que pode estar associada a um mecanismo de ressonância entre os ventos do sistema frontal e Ondas de Plataforma Continental geradas pelo vento, uma vez que possuem velocidades de propagação próximas. A plataforma continental adquire vorticidade relativa ciclônica durante a passagem da frente fria.
Título em inglês
Response of the South Brazil bight to summer seasonal and synoptic winds: numerical studie
Palavras-chave em inglês
cold front
continental shelf waves
currents
POM
South Brazil bight
subsidence
Summer
vorticity
Resumo em inglês
In order to study the pertubations caused on the South Brazil Bigth (SBB) caused by the passage of a cold front during Summer, a mean basic state for currents was obtained using the POM (Princeton Ocean Model) through diagnostic simulation, followed by a short round prognostic. The mean currents modeled are in certain instancies similar to the currents measured by meter moorings deployed by the Directorate of Hydrography and Navigation (DHN), and by Oceanographic Institute of the University São Paulo during the Projects Oceanic Circulation in the Western South Atlantic (COROAS) and Dynamic of the Ecosystem of the Shelf of the Western South Atlantic Region (DEPROAS), validating results model. During the cold front passage, the currents invert six to nine hours after the passage of the frontal system through each region of the SBB. The stages of coastal subsidence were modeled, with coastward wind drift transport at superficial layer and offshore compensation transport throughout the water column, with piling of water in the coastal region. The strength of the barotropic pressure gradient developed caused the formation and intensification of a coastal jet. During this transient stage associated with the passage of the frontal system, the Tropical Water approaches the coast within sub-surface layer, mixing with continental shelf waters. The portion of SBB located to the South of São Sebastião Island is the portion which is most influenced by the passage of the frontal system. In a normal direction to the coast, the geostrophic balance predominates, being intensified during the passage of the cold front, while along the coast, the waters is diverted from this balance by the wind stress and by the local acceleration, which tend to have opposite signs. Near Cananéia, there is the highest sea level elevation, which may be associated with a mechanism of resonance between the winds of the frontal system and the Continental Shelf Waves generated by the wind, since they have the same speed of propagation. The continental shelf acquires cyclonic relative vorticity during the passage of the cold front.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AlexandreRESUMO2.pdf (41.05 Kbytes)
Data de Publicação
2008-06-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.