• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.21.2020.tde-30032020-110037
Documento
Autor
Nome completo
Hevelim Serrão de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Brandini, Frederico Pereira (Presidente)
Oliveira, Ana Julia Fernandes Cardoso de
Abreu, Paulo Cesar Oliveira Vergne de
Título em inglês
Carbon flux in the microbial epipelagic food chain in a meso-oligotrophic coastal ecosystem: Ubatuba-SP
Palavras-chave em inglês
Brazilian coast
Carbon biomass
Grazing
Heterotrophic bacteria
oligotrophic
picoplankton
Resumo em inglês
In meso-oligotrophic regions the food web is longer, and the primary Carbon biomass production comes from the photosynthesis of pico-autotrophic organisms. Heterotrophic bacteria also represent an important role in these food chain, where most of the energy flows within the steps of the microbial loop before it reaches higher trophic levels. This study investigated the main origin of organic carbon accumulated by the second trophic level. Mortality and growth rates were estimated using in situ microcosm incubations. Synechococcus and heterotrophic bacteria represented more than 40% of the microbial community. Dilution technique applied in three experiments conducted in Ubatuba. It was quantified grazing and growth rate of heterotrophic bacteria, pico- and nanoplankton. Heterotrophic bacteria grazing was 53.85 µgC.L-1 per day, 2.53 µgC.L-1 per day and 3.00 µgC.L-1. The autotrophic biomass of carbon grazed 2.26 µgC.L-1 per day for Synechococcus and 35.97 µgC.L-1 for picoeukaryotes in the second experiment. Synechococcus grazed biomass was 1.14 µgC.L-1 per day and Picoeukaryotes grazed biomass was 50.46 µgC.L-1. The results of the experiments showed the flux of Carbon from both heterotrophic and autotrophic bacteria to grazers of the second trophic level was not as important as the flux of Carbon from picoeukarytes to grazers.
Título em português
Fluxo do carbono na teia alimentar microbiana em um ecossistema meso-oligotrófico: Ubatuba-SP
Palavras-chave em português
bactéria heterotrófica
biomassa de carbono
Costa Brasileira
oligotrófico
pastejo
picoplâncton
Resumo em português
Em regiões meso-oligotróficas marinhas, a cadeia alimentar é distribuída em maior número de níveis tróficos e a produção primária de biomassa de carbono é oriunda da fotossíntese dos organismos do picofitocoplâncton. As bactérias heterotróficas representam um papel importante nesta cadeia alimentar, onde a maior parte da energia flui através dos níveis tróficos microbianos até atingir os níveis superiores. Desta forma, este estudo investigou a principal origem do carbono orgânico acumulado pelo segundo nível trófico. A mortalidade e as taxas de crescimento foram estimadas usando incubações em microcosmos in situ (Mamanguá e Ubatuba). Synechococcus e bactérias heterotróficas representaram mais de 40% da comunidade microbiana. em Ubatuba Técnica da diluição foi aplicada em três experimentos realizados. Foi quantificado a herbivoria e a taxa de crescimento de bactérias heterotróficas, pico e nanoplâncton. O consumo de bactérias heterotróficas foi 53,85 µgC.L-1, 2,53 µgC.L-1 per day e 3,00 µgC.L-1. A biomassa autotrófica de carbono consumida foi 2,26 µgC.L-1 per day para Synechococcus e 35,97 µgC.L-1 per day para picoeucariotos no segundo experimento. A biomassa de Synechococcus foi 1,14 µgC.L-1 per day e a biomassa de Picoeukaryotes foi de 50,46 µgC.L-1. Os resultados dos experimentos mostraram que o fluxo de carbono das bactérias heterotróficas e autotróficas para os herbívoros do segundo nível trófico não foi tão importante quanto o fluxo de carbono de picoeucariotos repassado para os consumidores.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.