• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2011.tde-19012012-110111
Documento
Autor
Nome completo
Ingrid Reny Ribaldo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Donato, Edilaine Cristina da Silva Gherardi (Presidente)
Pires, Rodrigo Otávio Moretti
Webster, Clarissa Mendonça Corradi
Título em português
Uso de tabaco, estresse e fatores associados entre trabalhadores de uma universidade pública
Palavras-chave em português
Estresse psicológico
Estudos transversais
Saúde do trabalhador
Tabagismo
Resumo em português
Introdução: O tabagismo é um dos mais importantes problemas de saúde pública; sabe-se também que o uso de tabaco passou a ser considerado uma condição prevenível e potencialmente tratável. O fumo está associado à perda de saúde e estudos têm salientado a importância de conhecer não apenas a magnitude do problema do consumo de tabaco, mas também conhecer os fatores associados ao consumo. No Brasil há uma carência de estudos que possibilitam conhecer e relacionar a prevalência de tabagismo a outros indicadores. Acredita-se que as ações de intervenção preventivas no ambiente de trabalho são impactantes na redução das consequências negativas do uso e abuso de substâncias e do estresse laboral. Assim, conhecer os fatores de risco do consumo de tabaco, em relação às características sociodemográficas e econômicas, de trabalho e condições de saúde (incluindo estresse laboral) entre servidores da categoria "técnico-administrativos" de uma universidade pública, torna o presente estudo relevante para a emersão de conhecimento científico, pois pode sustentar futuras pesquisas de intervenção. Objetivos: Identificar a prevalência de consumo de tabaco e testar sua associação com variáveis sociodemográficas, econômicas, de trabalho e de condições de saúde entre servidores públicos universitários. Material e Método: Trata-se de estudo epidemiológico, descritivo-exploratório, tipo corte transversal, do qual participaram 925 servidores técnico-administrativos de uma universidade pública do interior do Estado de São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de três instrumentos: Questionário de dados sociodemográficos, econômicos e características do trabalho, Questionário de Uso do Tabaco e Dependência de Fagerström e Job Stress Scale (JSS). Foram realizadas: análise descritiva das características da amostra e Odds Ratio (OR), como medida de associação estimada por meio das análises de regressão logística bivariada e multivariada, sendo utilizado o modelo hierarquizado criado para a entrada das variáveis. Para o controle das variáveis de confusão foram mantidas aquelas com p<=0,20. Foram consideradas significantes as associações com p<=0,05. Resultado: Essa população é composta, em sua maioria, por mulheres com idade entre 40 e 49 anos; são casados e moram com alguém (com os filhos, na maioria dos casos); recebem mensalmente de um a dois salários mínimos; possuem escolaridade acima do nível médio concluído; são praticantes de algum tipo de religião e fazem uso de bebidas alcoólicas. No trabalho, a maioria exerce função de nível médio e há em alguns casos uma inadequação ao relacionar escolaridade e nível exercido na instituição; e trabalham há mais de 11 anos na instituição. Sobre estresse no trabalho, observou-se que a população em geral não sofre estresse no trabalho e que o suporte social recebido é de nível intermediário. Uma porcentagem significativa da população faz uso de tabaco, e em sua maioria gostaria de parar de fumar. A maioria dos ex-tabagistas deixou o hábito há mais de 10 anos. Quanto à dependência nicotínica, ainda encontram-se na população pessoas que têm uma dependência muito elevada. Foi verificada uma chance maior para o uso de tabaco nessa população, com mais de 50 anos e ensino fundamental completo, tempo de vínculo no trabalho entre 6 e 20 anos, ser solteiro, ter filhos e morar com eles, e fazer uso de álcool. Conclusão: O presente estudo permitiu uma caracterização bastante específica da população em questão, evidenciando características com maior nível de associação ao uso de tabaco. Assim, entende-se que qualquer tipo de ação a ser desenvolvida junto à população de estudo, com vistas à promoção e prevenção relacionadas ao uso de tabaco no ambiente de trabalho, deva considerar tais características.
Título em inglês
Tobacco use, stress and associated factors among workers in a public university
Palavras-chave em inglês
Cross-sectional studies
occupational health
psychological stress
smoking
Resumo em inglês
Introduction: Smoking is one of the most important public health concerns and it has become widely known that the use of tobacco is considered a preventable and potentially treatable condition. Smoking is related to loss of health and many studies emphasize the importance of knowing not only the magnitude of the consumption of tobacco, but also the factors related to its consumption. In Brazil the need to study this habit in a way to enable increase the knowledge about the subject and relate the prevalence of smoking with other indicators is still unmet. It is believed that preventive interventional actions in the work environment impact the reduction of negative consequences related to the use and abuse of substances and work-related stress. Therefore, the need to enhance the knowledge about the risk factors of the consumption of tobacco against social-demographic and economic characteristics, as well as work and health condition factors (including work-related stress) among the collaborators of a technical-administrative category in a public university is what makes this a relevant study to the scientific world, since it may support future interventional researches. Objectives: To identify the prevalence of tobacco consumption and test its association with social-demographic, economic, work, and health variables among public university collaborators. Materials and Method: This is an epidemiological, descriptiveexploratory, cross-sectional study in which 925 technical-administrative workers of a public university from the countryside of the State of Sao Paulo were enrolled. Data collection was conducted through the application of three tools: Social-demographic, economic, and work characteristics questionnaires, Fagerström Test for Nicotine Dependence, and Job Stress Scale (JSS). A descriptive analysis of the sample characteristics was conducted and the Odds Ratio (OR) was applied as an association measurement, estimated through a dual and multivariate logistic regression analysis, being the hierarchical model used for variables input. For variables confusion control, those with p<=0.20 were kept. Associations with p<=0.05 were deemed significant. Result: This population consists mostly of women, between 40 and 49 years of age, married, living with somebody (children, most of the time), earning monthly incomes equivalent to one to two minimum wages, at least with a high school diploma, following some kind of religion, and using alcoholic beverage. At work, most of them have a medium-level occupation - in some cases, it was not possible to correlate the educational level to the work exercised in the institution; and they work for over 11 years at this institution. Regarding work stress, the studied population usually does not suffer from this problem, and the social support they receive is considered of intermediary level. A significant percentage of the population uses tobacco and the majority of them would like to quit. Most former smokers have quit the habit for over 10 years. Regarding nicotine dependence, some members of this population were found to be highly dependable on that substance. Higher chance of using tobacco was observed among this population, in subjects of over 50 years of age, with elementary school diploma, working at the institution for 6 to 20 years, single, with children (and living with them), and making use of alcohol. Conclusion: This study enabled a very specific characterization of this population, being that these characteristics showed a higher level of association with the use of tobacco. Therefore, we understand that any kind of action to be developed together with the study population, in order to promote and prevent the use of tobacco in the workplace, must take into account these characteristics.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
IngridRentRibaldo.pdf (812.08 Kbytes)
Data de Publicação
2012-02-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.