• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2017.tde-25012017-163350
Documento
Autor
Nome completo
Luiza Elena Casaburi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Galera, Sueli Aparecida Frari (Presidente)
Vedana, Kelly Graziani Giacchero
Zerbetto, Sonia Regina
Título em português
Engajamento familiar na manutenção do tratamento em saúde mental após o primeiro episódio psicótico
Palavras-chave em português
Enfermagem psiquiátrica
Relações familiares
Serviços de saúde mental
Transtornos psicóticos
Resumo em português
A maioria dos estudos sobre o papel da família na continuidade do tratamento após o primeiro episódio psicótico investigam os casos de abandono de tratamento e apontam para aspectos "negativos da família". Poucos estudos investigam o papel da família nos casos de pacientes que se mantém no tratamento. Objetivo: Compreender a experiência de cuidar de um familiar no PEP e evidenciar as motivações para manter-se no cuidado. Método: Trata-se de pesquisa qualitativa que utilizou a teoria sistêmica familiar como referencial teórico e a narrativa como referencial metodológico. Foram entrevistados 13 familiares cuidadores de 12 pacientes. Para a realização das entrevistas em profundidade com enfoque narrativo foi utilizada a seguinte questão norteadora: Nós sabemos que poucos familiares se mantêm no tratamento em saúde mental junto ao seu jovem familiar adoecido após o primeiro episódio psicótico. Se manter no tratamento conjuntamente ao paciente e cuidar do mesmo é chamado por nós de engajamento. São ações como levar nas consultas, administrar a medicação, modo de se relacionar, cuidar da higiene e assim por diante. Sendo assim, gostaríamos que você nos contasse sobre o que te motiva a permanecer cuidando e tudo que você e sua família fazem pelo seu familiar adoecido. Para a exploração das narrativas foi utilizada a técnica de análise de conteúdo indutiva. Resultados: A análise das narrativas definiu o engajamento familiar em três grandes categorias interdependentes. Uma é relacionada ao contexto de sentimentos envolvidos no cuidar denominada "Motivações para o engajamento", as outras duas referem-se às ações relacionadas ao cuidar denominadas "As ações de engajamento" e "Avaliação constante do cuidar". Conclusão: A pesquisa contribui com o conhecimento ao apresentar famílias ativamente envolvidas no cuidado com o jovem em tratamento para o primeiro episódio psicótico. O referencial teórico - metodológico possibilitou destacar e valorizar as histórias, experiências e as relações familiares envolvidos no cuidado de um ente querido. Os cuidados foram descritos e contextualizados nos valores culturais das famílias. Verificamos que os familiares percebem o cuidado como uma responsabilidade do seu papel na família
Título em inglês
Familiar engagement in mental health treatment maintenance after the first episode psychosis
Palavras-chave em inglês
Family relations
Mental health services
Psychiatric nursing
Psychotic disorders
Resumo em inglês
Most studies of the family's role in the continuity of treatment after the first epidode psychosis investigate cases of abandonment treatment and point to "negative aspects of family". Few studies have investigated the role of the family in cases of patients who remain in treatment. Objective: Understand the experience of caring of a familiar in PEP and highlight the motivations to remain in care. Method: This is a qualitative research that used the systemic family theory as the theoretical framework and the narrative as a methodological framework. 13 family caregivers of 12 patients were interviewed. To carry out the interviews with narrative approach was used the following question: We know that few families remain in mental health treatment of their sick young familiar after the first episode psychosis. Maintain the treating and taking care of the patient is called engagement. These are actions like take into consultations, administer medications, so as to relate, take care of hygiene and so on. Therefore, we would like you to tell us what motivates you to stay caring after everything you and your family are sickened by his family. For the exploration of the narratives was used the inductive content analysis technique. Results: The analysis of the narrative set the familiar engagement in three major interdependent categories. One is related to the context of feelings involved in the care called "Motivations for engagement," the other two refer to actions related to care called "The engagement actions" and "The assessment of care." Conclusion: The study contributes to the knowledge to present actively involved families in caring of the young in treatment of first episode psychosis. The theoretical - methodological possible highlight and enhance the stories, experiences and family relations involved in the care of a loved one. Care were described and contextualized in the cultural values of families. We found that family members perceive care as a responsibility of their role in the family
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LUIZAELENACASABURI.pdf (566.56 Kbytes)
Data de Publicação
2017-02-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.