• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.22.2002.tde-04102011-100032
Documento
Autor
Nombre completo
Cristina Arreguy de Sena
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2002
Director
Tribunal
Carvalho, Emilia Campos de (Presidente)
Jesus, Cristine Alves Costa de
Robazzi, Maria Lucia do Carmo Cruz
Bachion, Maria Marcia
Rossi, Lidia Aparecida
Título en portugués
A trajetória de construção e validação dos diagnósticos de enfermagem: trauma vascular e risco para trauma vascular
Palabras clave en portugués
diagnóstico de enfermagem
punção venosa periférica
trauma vascular
validação clínica
validação de conteúdo
veia
Resumen en portugués
Ao percorremos a trajetória de construção dos diagnósticos de enfermagem "Trauma vascular" e "risco para trauma vascular", buscamos, no capítulo 1, apresentar a classificação dos tipos de veias superficiais periféricas de adolescentes, adultos e idosos, segundo as características de uma veia passível de ser puncionada para fins terapêuticos e de diagnóstico, com base na aplicação da técnica Delphi, envolvendo juízes de quatro categorias profissionais distintas (angiologistas, anestesistas, enfermeiros e bioquímicos). Obtivemos índice de concordância para totalmente adequado/pertinente de mais de 90% e menos de 10% para moderadamente adequado/pertinente nos 13 critérios, a saber: mobilidade; trajeto; inserção/derivação; calibre; visibilidade; palpação e localização, tendo, como referencia: a articulação; localização da veia, tendo como referência, sua anatomia; regularidade do diâmetro do trajeto venoso; consistência do trajeto venoso; solução de continuidade das paredes do vaso; facilidade de punção e outros critérios a serem incluídos. No segundo capítulo, apresentamos a construção dos elementos (titulo, características definidoras, fatores relacionados) do diagnóstico de enfermagem "trauma vascular" e dos elementos (título e fatores de risco) para o diagnóstico de enfermagem "Risco para trauma vascular", baseando-nos na revisão literária e em nossa experiência profissional, e a validação de seus respectivos componentes, segundo o modelo de Fhering (1986) e adaptação do mesmo aos fatores relacionados e aos fatores de risco. Participaram 60 peritos. Reafirmamos: das 18 características definidoras analisadas, 15 são maiores (ponto de corte >=0,8) e 1 menor (ponto de corte >=0,50 ou <0,80); dos 14 fatores relacionados analisados, todos tiveram aceitação, sendo que 11 deles obtiveram escores de media ponderada >=0,8 e, dos 51 fatores de riscos analisados, 8 foram aprovados com escores >=0,50 para as situações ligadas a medicação e a forma/periodicidade de infusão; 4 foram aprovados para situações ligadas ao dispositivo endovenoso e seu tempo de permanência num mesmo sítio de inserção; 5 foram aprovados para situações ligadas a fixação do dispositivo endovenoso; 10 foram aprovados para situações ligadas ao indivíduo, seus hábitos, padrão de comunicação, estilo de vida e capacidade sensório-motora e 20 aprovados para as situações ligadas as decisões profissionais, a política institucional e ao procedimento propriamente. Finalmente, no capítulo 3, apresentamos validação clínica de alguns componentes do diagnóstico "trauma vascular" e "Risco para trauma vascular", utilizando um estudo de coorte, quando foram avaliadas 323 pessoas e 427 sítios de inserção de dispositivos endovenosos. Obtivemos significância no teste de ajuste do modelo para um conjunto de nove variáveis passíveis de serem transpostas para populações similares, merecendo destaque o tempo de permanência do dispositivo num mesmo sítio de inserção e a qualidade da fixação dos dispositivos (se fixos ou frouxos). Outros fatores mostraram-se relevantes somente para a população do estudo.
Título en inglés
The process of construction and validation of the nursing diagnoses: vascular trauma and risk of vascular trauma
Palabras clave en inglés
clinical validation
content validation
nursing diagnosis
peripheral vein puncture
vascular trauma
vein
Resumen en inglés
As we investigate the process of the construction of nursing diagnoses (vascular trauma and/or Risk of vascular trauma), we intend to classify, in the first chapter, the types of peripheral surface veins of teenage, adult, and elderly patients, according to the characteristics of a vein that can be punctured for therapeutic and diagnostics purposes, based on the application of the Delphi technique, judged by people from our different professional categories (angiologists, anesthetists, nurses and biochemists). We obtained a C.I. of over 90% for totally adequate/pertinent and less than 10% for moderately adequate/pertinent for the 13 criteria applied: mobility, course, insertion/derivation, caliber, visibility, palpation and localization with reference to the joint, location of the vein with reference to its anatomical structure, regulation of the diameter of the venous course, consistency of the venous course, continuity of the vessel tissue, how easy it is to puncture the vein, and other criteria to be included. In chapter 2, we present the construction of the elements (name, defining features, related factors) of the nursing diagnosis "vascular trauma" and of the elements (name, risk factor) of the nursing diagnosis "risk of vascular trauma", based on our reading of the existing literature and on our work experience, and the validation of their respective components as in Fhering´s (1986) model, and the adaptation of these to the related factors and risk factors. 60 experts took part. To summarize: of the 18 defining features analyzed, 15 were found to be greater (cut-off point >=0,8) and one smaller (cut-off point >=0,5 and <=0,8); of the 14 related factors analyzed, all met with approval, 11 of them with weighted average scores greater than or equal to 0,8 and of the 51 risk factors analyzed, 8 were approved with scores over 0,5 for situations connected with medication and the manner or intervals of infusion; 4 were approved for situations connected with the intravenous device and the time it remained in the same place of insertion, 5 were approved for situations connected with the individual, his/her habits, standard of communication, lifestyle and sensory-motor ability, and 20 were approved for situations connected with professional decisions, institutional policies and the procedure itself. Finally, in chapter 3, we present the clinical validation of some components of the diagnoses "vascular trauma" and "risk of vascular trauma", using a group study; our observations were based on 323 people and 427 point of insertion of the intravenous device. The results of the model adjustment test were significant tor a set of nine variables which may be transposed to similar populations. The most prominent of these variables were the time the device remained in one place of insertion and the quality of fixing of the devices (whether they were fixed or loose). Other factors were shown to be relevant only for the population under study.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
CristinaArreguy.pdf (23.56 Mbytes)
Fecha de Publicación
2011-12-14
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.