• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.22.2017.tde-05042017-150942
Documento
Autor
Nombre completo
Carolina Lima de Mello
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2016
Director
Tribunal
Pereira, Marta Cristiane Alves (Presidente)
Évora, Yolanda Dora Martinez
Nogueira, Paula Cristina
Título en portugués
Registros eletrônicos de saúde na identificação da relação entre risco de desenvolvimento de lesão por pressão e complexidade assistencial em pacientes críticos
Palabras clave en portugués
Assistência de enfermagem
Lesão por pressão
Registros eletrônicos de saúde
Resumen en portugués
Nos últimos anos, a ciência e a tecnologia proporcionaram uma larga gama de ferramentas aos profissionais de saúde. Em especial, as Tecnologias da Informação, pois favorecem o aprimoramento considerável da qualidade dos serviços de saúde prestados à população, quando gerenciadas adequadamente. O objetivo deste estudo foi identificar a relação entre risco de desenvolvimento de lesão por pressão e complexidade assistencial em pacientes críticos internados na unidade de terapia intensiva de um hospital universitário por meio dos registros eletrônicos de saúde. Trata-se de estudo correlacional, longitudinal e descritivo, com abordagem quantitativa. A coleta de dados foi conduzida durante 120 dias, a amostra foi composta por 74 pacientes que atenderam aos critérios de inclusão da pesquisa. Em relação às características sociodemográficas e clínicas, foi observado maioria do sexo masculino (56,8%), brancos (73%), na faixa etária de 60 a 79 anos (40,5%) e o tempo médio de internação nessa unidade correspondeu a 10,5 dias. A maioria dos indivíduos apresentou risco elevado para a lesão por pressão com média de 11,7%, complexidade assistencial média foi de 84,7% e frequência média diária de 5,5% reposicionamentos, registrados no sistema de informação hospitalar. Quanto ao desfecho dos pacientes, 28 (37,8%) apresentaram lesão por pressão notificada no sistema de informação hospitalar, 27 (36,5%) evoluíram para óbito na Unidade de Terapia Intensiva e 15 (20,3%) evoluíram a óbito e desenvolveram lesão por pressão, mostrando uma associação estatisticamente significante (p= 0,017). Foi observado significância estatística (p<0,001) e relação inversa para a complexidade assistencial e risco para desenvolvimento. As variáveis complexidade assistencial, risco para desenvolvimento de lesão por pressão, posições observadas foram registradas e também frequência de reposicionamento foram coletadas 776 vezes e observou-se que 605 (78%) da amostra em relação ao escore de complexidade assistencial foram registradas. Em 50% dos dias que os profissionais de enfermagem foram escalados com um paciente identificou-se que não foi atingida a capacidade máxima de trabalho do mesmo. No entanto, foi possível identificar que a capacidade máxima foi ultrapassada quando os profissionais assumiram o segundo paciente, ocorrendo uma possível sobrecarga de trabalho em 75% dos dias. Foi possível identificar diariamente os registros inexistentes dos escores relacionados à complexidade assistencial, risco para o desenvolvimento de lesão por pressão e reposicionamento. Portanto, esta pesquisa evidencia a relevância dos dados e informações produzidas pela equipe de enfermagem para identificar os pacientes em risco, estabelecer medidas preventivas para os mesmos e consequentemente melhorar os indicadores de qualidade por meio dos registros eletrônicos e, assim, superar os desafios relacionados a segurança, qualidade e efetividade da assistência de enfermagem
Título en inglés
Electronic Health Records in the identification of the relationship between risk of developing pressure injury and care complexity in critical patients
Palabras clave en inglés
Electronic health records
Nursing care
Pressure injury
Resumen en inglés
In recent years, science and technology have provided a wide range of tools to health professionals. In particular, information technology, because they favor the improvement of quality of considerable health care provided to the population, when properly managed. The aim of this study was to identify the relationship between risk of pressure injury development and complexity care in critically ill patients admitted to the intensive care unit of a university hospital through electronic records. This is a longitudinal and correlational descriptive study with quantitative approach. Data collection was conducted for 120 days; the sample was composed of 74 patients who met the inclusion criteria. In relation to the sociodemographic and clinical characteristics, it was observed mostly male (56.8%), white (73%), aged 60 to 79 years (40.5%) and the average time of staying in this unit was 10.5 days. The majority of individuals presented a high risk for pressure injury with an average of 11.7%, average complexity care was 84.7% and average daily frequency of replacement registered was 5.5%, on the hospital information system. As for the outcome of patients, 28 (37.8%) had notified pressure injury in the hospital information system, 27 (36.5%) evolved to death in the intensive care unit and 15 (20.3%) evolved to death and developed pressure injury, showing a statistically significant association (p=0.017). Statistical significance was observed (p < 0.001) and inverse relationship to the complexity and risk to development assistance. The variables care complexity, risk for pressure injury development, positions observed, recorded and also repositioning frequency were collected 776 times and it was observed that 605 (78%) of the sample in relation to the care complexity scores were recorded. In 50% of the days that the nursing professionals have been scaled with a patient identified that was not achieved the maximum working capacity of the same. However, it was possible to identify the maximum capacity was exceeded when the professionals took the second patient, a possible overload of work in 75% of the days. It was possible to identify daily non-existent records of scores related to complexity, risk for pressure injury development and repositioning. Therefore, this research highlights the importance of data and information produced by the nursing staff to identify patients at risk, establish preventive measures to the same and consequently improve the quality indicators by means of electronic records and thus overcome the challenges related to safety, quality and effectiveness of nursing care
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-07-24
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.