• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2016.tde-05052016-201031
Documento
Autor
Nome completo
Simone Yuriko Kameo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Sawada, Namie Okino (Presidente)
Gozzo, Thais de Oliveira
Napoleão, Anamaria Alves
Nicolussi, Adriana Cristina
Sonobe, Helena Megumi
Título em português
Qualidade de vida relacionada à saude em mulheres com reações adversas após tratamento com quimioterapia para câncer de mama
Palavras-chave em português
Câncer de mama
Enfermagem oncológica
Qualidade de vida
Qualidade de vida relacionada à saúde
Quimioterapia
Reação adversa
Resumo em português
Trata-se de estudo descritivo, exploratório, transversal, quantitativo, realizado com mulheres em tratamento quimioterápico para neoplasias de mama, em Aracaju-Sergipe-Brasil. O objetivo foi avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) destas mulheres que apresentaram reações adversas pós quimioterapia. Foram utilizados instrumentos contendo dados sócio demográficos, clínicos e terapêuticos, European Organization for Research and Treatment of Cancer Quality of Life Questionnaire-Core30 e formulário de registro de toxicidades dos antineoplásicos. Na análise dos dados, foram utilizados análise descritiva, cálculos de percentual, teste de Shapiro-Wilk, coeficiente de correlação de Pearson ou de Spearman, teste de ANOVA ou Kruskal-Wallis. Os resultados mostraram dados de 206 mulheres, a partir da segunda sessão de quimioterapia, com média de idade de 53,1 anos, maioria procedente de Sergipe, com Carcinoma Ductal Infiltrante, estadiamento III. A maioria realizou cirurgia oncológica, não realizaram radioterapia devido à grande fila de espera, o protocolo de quimioterapia mais comum foi TAC (docetaxel, doxorrubicina e ciclofosfamida). Quanto às reações adversas, a maioria não apresentou alterações hematológicas e metabólicas no momento da coleta das informações, nas alterações funcionais, a fadiga foi presente em 80,8% dos casos, de forma moderada. Nas alterações gastrintestinais, diarreia, constipação, mucosite, náusea, vômito e dor abdominal foram citadas pela maioria. Nas alterações dermatológicas, a alopecia, hiperpigmentação na pele, alterações nas unhas, prurido na pele, descamação e eritema multiforme foram citadas pelas entrevistadas. Nas alterações cardiovasculares, hipotensão e HAS sobressaíram-se. Nas alterações neurológicas, neuropatia periférica, perda da audição e zumbido foram comuns. Os resultados da avaliação da QVRS foram analisadas à luz do referencial teórico de Ferrel et al. (1995) com os seguintes resultados: média do escore 76,01; escalas funcionais apresentaram escore baixo, com aspectos físico, emocional, cognitivo, funcional e social bastante afetados após o tratamento, o desempenho de papéis e função emocional foram os mais prejudicados; na escala de sintomas, os domínios mais prejudicados foram: dificuldades financeiras, fadiga e insônia. Na análise de correlação, o escore geral da QVRS apresentou correlação estatisticamente significante com a quantidade de reações adversas na medula óssea. Em todos os casos estatisticamente significantes o domínio emocional apresentou correlações positivas e o domínio dor, correlações negativas. A idade apresentou correlação estatisticamente significante e negativa com os domínios físico e dificuldades financeiras e positiva com perda de apetite. Pelo procedimento de comparações múltiplas, as diferenças ocorreram entre os estados civis casado e separado e também casado e solteiro, entre as religiões católica e evangélica, entre os ensinos fundamental e médio e entre médio e superior; para a extensão da doença os domínios dor e insônia apresentaram diferenças estatisticamente significantes entre as categorias de extensão. Para renda mensal, os domínios fisico, desempenho de papel, emocional, constipação e dificuldades financeiras apresentaram diferenças estatisticamente significantes entre as categorias de renda. Nos domínios fisico, desempenho de papel e emocional as diferenças ocorreram entre as faixas de 1 a 3 e mais de 6 salários. Concluiu-se que as reações adversas causadas pelo tratamento antineoplásico com quimioterapia afetaram de algum modo as pacientes, causando déficits em vários domínios, prejudicando assim sua QVRS
Título em inglês
Quality of life related to health in women with adverse reactions after treatment with chemotherapy for breast cancer
Palavras-chave em inglês
Adverse reaction
Breast cancer
Chemotherapy
Oncology nursing
Quality of life
Quality of life related to health
Resumo em inglês
It is a descriptive, exploratory, cross-sectional, quantitative study with women undergoing chemotherapy for breast cancer, in Aracaju, Sergipe, Brazil. The objective was to evaluate the quality of life related to health (HRQoL) of these women who had post-chemotherapy adverse reactions. Instruments containing sociodemographic, clinical and therapeutic data, European Organization for Research and Treatment of Cancer Quality of Life Questionnaire-Core30 and toxicities registration form of antineoplastic were used. In the data analysis, descriptive analysis, percentage calculations, Shapiro-Wilk test, Pearson correlation coefficient or Spearman, ANOVA and Kruskal-Wallis test, were used. The results showed data of 206 women from the second session of chemotherapy, a mean age of 53.1 years, coming most of Sergipe, with Infiltrating Ductal Carcinoma, stage III. Most of them did cancer surgery, did not undergo radiotherapy because of the long time of waiting, the most common chemotherapy protocol was TAC (docetaxel, doxorubicin and cyclophosphamide). For side effects, most showed no hematologic and metabolic abnormalities at the time of data collection, in the functional changes, fatigue was present in 80.8% of cases, moderately. In gastrointestinal upset, diarrhea, constipation, mucositis, náusea, vomiting and abdominal pain were cited by the majority. The skin changes, alopecia, hyperpigmentation in skin, nail changes, skin rash, peeling and erythema multiforme have been mentioned by the interviewers. Cardiovascular changes, hypotension and hypertension stood up. In neurological disorders, peripheral neuropathy, hearing loss and tinnitus were common. The results of the evaluation of HRQoL were analyzed using the theoretical framework of Ferrel et al. (1995) resulting in: average score of 76.01; functional scales showed low scores, with physical, emotional, cognitive, functional and social aspects greatly affected after treatment, role playing and emotional function were the most affected; symptom scale, with most affected areas, financial difficulties, fatigue and insomnia. In the correlation analysis, the overall score of HRQoL showed a statistically significant correlation with the number of adverse reactions in the bone marrow. In all cases statistically significant emotional domain showed positive correlations and the pain domain, negative correlations. Age showed a statistically significant and negative correlation with physical areas and financial difficulties and positive with loss of appetite. Using multiple comparisons, the differences occurred between marital status and married separately and also married and unmarried, between the catholic and evangelical religions, between primary and secondary education and between secondary and higher education; to the extent of disease areas, pain and insomnia were statistically different between the extension categories. For monthly income, the physical domains, role performance, emotional, constipation and financial difficulties were statistically different between the categories of income. In the physical domain, role-playing and emotional differences occurred between tracks 1-3 and over 6 wages. It was concluded that the adverse reactions caused by anticancer chemotherapy affected in some way the patients, causing deficits in several areas, thus hampering their HRQoL
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SIMONEYURIKOKAMEO.pdf (3.53 Mbytes)
Data de Publicação
2016-05-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.