• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2016.tde-07032016-212047
Documento
Autor
Nome completo
Amanda Pavinski Alves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Canini, Silvia Rita Marin da Silva (Presidente)
Facchin, Luiza Tayar
Neves, Lis Aparecida de Souza
Título em português
Condutas de profissionais da área da saúde, vítimas de acidentes com material biológico em um Serviço de Atenção Domiciliar
Palavras-chave em português
Exposição a agentes biológicos
Notificação de acidentes de trabalho
Pessoal de saúde
Serviços de assistência domiciliar
Resumo em português
Introdução: A transmissão ocupacional de patógenos veiculados pelo sangue é uma realidade na área de saúde, expondo os profissionais ao risco de aquisição do HIV, VHC e VHB dentre outros micro-organismos. Objetivo: Avaliar as condutas de profissionais da área da saúde vítimas de acidentes ocupacionais com material biológico que atuam no Serviço de Atenção Domiciliar de Ribeirão Preto. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo de corte transversal aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. A população elegível do estudo era de 72 profissionais da área da saúde e foi composta por 58 profissionais que preencheram os critérios de inclusão. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais, no período de maio de 2014 a junho de 2015 e analisados por meio de estatística descritiva utilizando-se o programa Statistical Package for the Social Sciences, version 17.0. para Windows. Resultados: Dos 58 entrevistados, 19 referiram ter sofrido acidentes com material biológico ao longo de sua experiência profissional na instituição. Ressalta-se que 31,6% dos profissionais acidentados realizaram a conduta correta, ou seja, notificaram o acidente por meio da Comunicação de Acidente de Trabalho e procuraram atendimento clínico especializado, porém 52,6% não realizaram nenhuma conduta após o acidente e 15,8% realizaram conduta incompleta. Os motivos mais frequentemente alegados pelos profissionais para não notificarem o acidente e não procurarem por atendimento clínico especializado foi conhecer o paciente fonte e considerar a lesão superficial. Dos 18 profissionais que relataram conhecer as condutas preconizadas para acidentes com material biológico apenas 33,3% realizaram a conduta completa. Conclusões: O presente estudo permitiu identificar as condutas adotadas pelos profissionais que atuavam no Serviço de Atenção Domiciliar, após a ocorrência de acidente com material biológico
Título em inglês
Conduct of health professionals who were victims of accidents with biological material in a Home Care Service
Palavras-chave em inglês
Exposure to biological agents
Home care service
Personnel health
Work accident notification
Resumo em inglês
Introduction: The occupational transmission of blood borne pathogens is a reality in the health area, exposing professionals to the risk of acquiring HIV, HCV and HBV among other microorganisms. Objective: To evaluate the conducts of health professionals who are victims of occupational accidents with biological material at the Home Care Service in Ribeirao Preto. Materials and Methods: This is a cross- sectional study approved by the Research Ethics Committee in of the University of São Paulo at Ribeirão Preto College of Nursing. The eligible population of the study was 72 professionals of the health area and was composed by 58 professionals who met the inclusion. The data were collected through individual interviews, in the period from May, 2014 to June, 2015 and analyzed through descriptive statistics using the Statistical Package for the Social Sciences, version 17.0.for windows. Results: From the 58 interviewed, 19 reported that already had an accident with biological material throughout its professional experience at the institution. It is noteworthy that 31.6% of the accidented professionals made the correct conduct, that consists in notify the accident through the Work Accident Report, and also looked for specialized clinical care, however 52.6% did not perform any conduct after the accident and 15,8% performed an incomplete conduct. The reasons most frequently alleged by professionals for not notifying the accident and not look for specialized clinical care were to know the source patient and considered that they had a superficial injury. From the 18 professionals who reported knowing the recommended procedures for accidents with biological material, only 33.3% had the complete conduct. Conclusions: This study identified the conduct adopted by professionals working at the Home Care Service, after the occurrence of accidents with biological material
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.