• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2013.tde-12062013-151403
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Emi Kakushi Baldo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Evora, Yolanda Dora Martinez (Presidente)
Melo, Marcia Regina Antonietto da Costa
Rangel, Alexandre Leite
Título em português
Mensuração e análise do tempo de assistência de enfermagem direta e indireta em Unidade de Terapia Intensiva
Palavras-chave em português
Carga de Trabalho.
Cuidados de Enfermagem
Estudos de Tempo e Movimento
Sistemas Computadorizados de Registros Médicos
Unidades de Terapia Intensiva
Resumo em português
A mensuração do tempo da assistência de enfermagem constitui uma medida objetiva para a avaliação do quantitativo e qualitativo dos profissionais de enfermagem, sendo que a maior dificuldade encontrada na operacionalização dos métodos de dimensionamento de pessoal se refere à determinação do tempo médio de assistência. Para esta determinação é necessário identificar o tempo que a enfermagem utiliza para prestar a assistência tanto direta como indireta aos pacientes. Este estudo teve como objetivo mensurar e analisar o tempo de assistência de enfermagem direta e indireta em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de uma instituição hospitalar privada. O referencial teórico foi pautado na Classificação das Intervenções de Enfermagem (NIC - Nursing Interventions Classifications) que define as intervenções de assistência direta e indireta e o tempo estimado para a realização das atividades de enfermagem. É um estudo do tipo descritivo / exploratório, desenvolvido junto a UTI de um hospital privado, de nível terciário de hierarquização, composta por 20 leitos. Para estimar o tempo de assistência direta de enfermagem foi utilizado o sistema de classificação Nursing Activities Score (NAS) e para estimar o tempo de assistência indireta foi utilizado o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) no que diz respeito ao registro das ações de enfermagem e a outros processos que envolvem a utilização do sistema eletrônico. A coleta de dados foi realizada no período de março a junho de 2011. Os resultados mostraram que o tempo médio de assistência de enfermagem foi de 29,5 horas por paciente/dia, sendo 27,4 horas (93%) para a assistência direta (NAS) e 2,1 horas (7%) na assistência indireta (PEP). Importante ressaltar que a média do tempo gasto no PEP no período diurno foi de 46,0 minutos por paciente/dia e no período noturno a média foi de 79,9 minutos (1,3 horas) por paciente/dia. Os dados mostraram que o tempo da assistência de enfermagem direta e indireta foi maior nos finais de semana e feriados com 29,7 horas se comparados aos dias úteis com 29,3 horas, ou seja, um acréscimo de 24,0 minutos de assistência de enfermagem por paciente/dia nos finais de semana e feriados. Cabe destacar que o tempo utilizado no prontuário eletrônico foi de 2,1 horas para a documentação de enfermagem, ou seja, uma diminuição no tempo para a documentação de 24,0 minutos por paciente/dia em um sistema eletrônico frente ao tempo estimado pelo sistema de Classificação NIC (2,5 horas). Conclui-se que o objetivo deste estudo foi alcançado, determinando o tempo da assistência direta e indireta de enfermagem ao paciente na UTI em questão. Foi possível identificar que o tempo de assistência de enfermagem foi maior durante os finais de semana e feriados, com predomínio da utilização do prontuário eletrônico no período noturno. Esta informação é importante para o direcionamento dos processos de tomada de decisão no gerenciamento da unidade como o dimensionamento de pessoal, na avaliação quantitativa dos recursos humanos e na determinação da real carga de trabalho.
Título em inglês
Measurement and analysis of time of direct and indirect nursing care in Intensive Care Unit.
Palavras-chave em inglês
Computerized
Intensive Care Units
Medical Records Systems
Nursing Care
Time and Motion Studies
Workload.
Resumo em inglês
The measurement of time of nursing care is an objective measure for quantitative and qualitative assessment of nursing professionals, and the greatest difficulty in operationalizing the methods of staff dimensioning refers to determining the average time of care. For this determination, it is necessary to identify the time that nursing uses to provide both direct and indirect care to patients. This study aimed to measure and analyze the direct and indirect time of nursing care in an Intensive Care Unit (ICU) of a private hospital. The theoretical framework was guided by the Nursing Interventions Classification (NIC) that defines interventions of direct and indirect care and the estimated time for the completion of nursing activities. This descriptive and exploratory study was developed at the ICU of a private and tertiary level hospital, consisting of 20 beds. In order to estimate the time of direct nursing care the Nursing Activities Score (NAS) classification system was used, and to estimate the time of indirect care the Electronic Patient Record (EPR) was used with respect to the registration of nursing actions and other processes involving the use of the electronic system. Data collection was conducted from March to June 2011. Results showed that the average time of nursing care was of 29.5 hours per patient/day, of which 27.4 hours (93%) for direct care (NAS) and 2.1 hours (7%) in indirect care (EPR). It is highlighted that the average time spent in EPR during the day was 46.0 minutes per patient/day and at night the average was 79.9 minutes (1.3 hours) per patient/day. Data showed that the time of direct and indirect nursing care was higher on weekends and holidays with 29.7 hours compared to 29.3 hours on working days, that is, an increase of 24.0 minutes of nursing care per patient/day on weekends and holidays. It is noteworthy that the time used in the electronic patient record was 2.1 hours for nursing documentation, that is, a decrease in time for documentation of 24.0 minutes per patient/day using electronic system compared to the time estimated by the NIC Classification (2.5 hours). It is concluded that the objective of this study was achieved with the determination of the time of direct and indirect nursing care at the studied ICU. It was possible to identify that the time of nursing care was higher during the weekends and holidays, with a predominance of the use of electronic patient records at night. This information is important to guide the processes of decision making in the management of the unit such as the staff dimensioning, quantitative assessment of human resources and in determining the actual workload.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LucianaEmiKakushi.pdf (1.18 Mbytes)
Data de Publicação
2013-06-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.