• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2007.tde-13112007-155334
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Raphael Escobar Gimenes de Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Cassiani, Silvia Helena de Bortoli (Presidente)
Caliri, Maria Helena Larcher
Sankarankutty, Ajith Kumar
Título em português
A segurança de pacientes na terapêutica medicamentosa e a influência da prescrição médica. Análise da administração de medicamentos em unidades de clínica médica
Palavras-chave em português
Enfermagem
Erros de Medicação
Prescrição Médica
Segurança do Paciente
Resumo em português
Eventos adversos aos medicamentos e erros de medicação são muito comuns na prática assistencial e podem ocorrer em qualquer etapa do processo da terapia medicamentosa, contribuindo com a ocorrência de iatrogenias nos pacientes devido ao uso incorreto dos medicamentos ou a sua omissão. Neste contexto, encontramse as prescrições médicas que têm papel ímpar na prevenção do erro, uma vez que prescrições ambíguas, ilegíveis ou incompletas podem contribuir com a ocorrência destes eventos. Esta investigação teve o propósito de analisar a redação de prescrições médicas em unidades de clínica médica de cinco hospitais Brasileiros, comparar os dados obtidos entre os hospitais e propor recomendações para a prevenção de futuros erros de medicação. Tratou-se de um estudo descritivo que utilizou de dados secundários obtidos de uma pesquisa multicêntrica realizada em 2005. A população foi composta por 1.425 medicamentos administrados em discordância com a prescrição. Deste total, a administração de medicamentos em horário diferente do prescrito foi o mais freqüente nos cinco hospitais investigados, correspondendo a 76,0%. A análise da redação da prescrição revelou que 93,6% continham siglas e/ou abreviaturas, 10,7% não apresentavam dados do paciente, 4,3% omitiram informações sobre o medicamento e 4,2% apresentavam alterações e/ou suspensão do medicamento. Com a implantação do sistema computadorizado de prescrições, associada à prática da educação continuada e permanente dos profissionais envolvidos no sistema de medicação será possível minimizar os danos causados aos pacientes hospitalizados decorrentes da administração de medicamentos e, consequentemente, melhorar a qualidade do cuidado prestado.
Título em inglês
The patients safety in the medication therapeutics: analysis of the writing of the medical order in the medication administration error at the internal medicine wards
Palavras-chave em inglês
Medication error
Medication order
Nursing
Patient safety
Resumo em inglês
Adverse events related to medicines and medication errors are very common in the health care assistance and can occur at any stage of the medication process, contributing with the occurrence of iatrogenys in the patients due to the incorrect use of medicines or its omission. In this context, we find medical orders which has uneven role in the prevention of medication error, once ambiguous, unreadable or incomplete medication order may contribute with the occurrence of these events. This study had the intention to analyze the writing of medical orders at internal medicine units of five Brazilian hospitals, to compare data between these hospitals and to consider recommendations for the prevention of future medication errors. This descriptive study used secondary data from a multicentric research occurred in 2005. The population was composed of 1.425 medications given in discordance with the medical order. From this total, the medication administration at different schedule administration time was the most frequent error found at the five hospitals investigated, corresponding to 76.0%. The analysis of the writing of the medical order disclosed that 93.6% contained acronyms and/or abbreviations, 10.7% did not present any information about the patient, 4.3% had omitted information about the medicine and 4.2% presented alterations and/or suspension of the medicine. With the implantation of the computerized prescription order entry system, associate to the practice of continued and permanent education of the involved professionals in the system of medication it will be possible to minimize the damage caused to the patients in the hospital deriving from the administration of medicine and, therefore, improve the quality of the care given.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.