• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.22.2019.tde-22102019-194245
Documento
Autor
Nome completo
Amanda Alves Silva Mazzoni
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Laus, Ana Maria (Presidente)
Amaral, Livia Arcêncio do
Kosour, Carolina
Menegueti, Mayra Gonçalves
Título em português
Caracterização das intervenções de Fisioterapia em Unidade de Terapia Intensiva adulto: uma proposta de classificação
Palavras-chave em português
Fisioterapia
Recursos Humanos em Saúde
Serviço Hospitalar de Fisioterapia
Técnicas de Fisioterapia
Unidades de Terapia Intensiva
Resumo em português
O planejamento de recursos humanos se constitui em uma função estratégica e um processo contínuo e interativo no contexto do gerenciamento das instituições de saúde. Na área da Fisioterapia, estudos orientadores para composição do quadro de trabalhadores são escassos e as publicações dos dispositivos legais evidenciam que os mesmos estão apoiados no julgamento de profissionais, com base em suas experiências e intuições. Para um dimensionamento adequado de fisioterapeutas, particularmente no âmbito da terapia intensiva, faz-se necessária uma revisão de processo de trabalho, para a identificação das atividades específicas desses profissionais. Esta pesquisa teve como objetivo identificar as intervenções/atividades do fisioterapeuta em unidades de tratamento intensivo, como variável do dimensionamento de trabalhadores de Fisioterapia. O método utilizado foi descritivo, exploratório, com abordagem quantitativa. As atividades de Fisioterapia foram levantadas por meio de revisão bibliográfica realizada sem limite para ano de publicação. O resultado identificou 69 atividades consideradas específicas do fisioterapeuta, que foram classificadas por meio da técnica de mapeamento cruzado, em linguagem padronizada proposta pela Classificação das Intervenções de Enfermagem - Nursing Intervention Classification (NIC). As atividades foram mapeadas e resultaram em 4 domínios, 13 classes, 52 intervenções e 458 atividades segundo a NIC, concentradas nos Domínios Fisiológico Básico (46,1%), Fisiológico Complexo (44,2%), Segurança (5,8%) e Sistema de Saúde (3,9%). As atividades que englobaram o domínio Fisiológico Básico, compuseram quatro classes, com destaque para Classe A (controle de atividade e do exercício) que compreendeu 9 intervenções, seguida da Classe E (promoção do conforto físico) com 8 intervenções. As atividades encontradas no Domínio Fisiológico Complexo foram identificadas em cinco classes, com predomínio da classe K, que abrange o controle respiratório e contemplou 13 intervenções (56,5%) e a classe G, controle eletrolítico e acidobásico, com 6 intervenções (26,1%). Do total das atividades elencadas, 47,8%, estão contidas em apenas duas classes, sendo elas A e K, representando as duas grandes áreas de atuação desses profissionais, a Fisioterapia motora e a Fisioterapia respiratória respectivamente. O conjunto de intervenções/atividades identificados permitiu a construção de um instrumento contendo 51 intervenções e 172 atividades identificadas como aquelas com maior representatividade do cotidiano do trabalho do fisioterapeuta no ambiente da UTI. Tal ferramenta representa uma possibilidade concreta de se estudar com profundidade o processo de trabalho do fisioterapeuta nas unidades críticas, com objetivo de resguardar sua prática profissional e direcionando para uma perspectiva de estudos futuros sobre dimensionamento de quadro dessa categoria profissional
Título em inglês
Characterization of physiotherapy interventions in an adult intensive care unit: a classification proposal
Palavras-chave em inglês
Human Resources in Health
Intensive Care Units
Physiotherapy
Physiotherapy Hospital Service
Physiotherapy Techniques
Resumo em inglês
Human resource planning is a strategic function and a continuous and interactive process in the context of the management of health institutions. In the area of Physiotherapy, guidelines for the composition of the workers staff are scarce, and the publications of legal devices show that they are based on the judgment of professionals, based on their experiences and intuitions. For an adequate design of physiotherapists, particularly in the context of intensive care, it is necessary to review the work process to identify the specific activities of these professionals. The aim of this research was to identify the interventions/activities of the physiotherapist in intensive care units as a variable for the design of physiotherapy workers. The method used was descriptive, exploratory, with a quantitative approach. The physiotherapy activities were performed through a bibliographic review carried out without limit for the year of publication. The result identified 69 activities considered specific to the physiotherapist, which were classified using the cross-mapping technique, in a standardized language proposed by the Nursing Intervention Classification (NIC). The activities were mapped and resulted in 4 domains, 13 classes, 52 interventions and 458 activities, according to NIC, concentrated in the areas Basic Physiological (46.1%), Complex Physiological (44.2%), Safety (5.8%) and Health System (3.9%). The activities encompassing Basic Physiological domains comprised four classes, with emphasis on class A (activity and exercise control), which comprised 9 interventions, followed by class E (promotion of physical comfort), with 8 interventions. The activities found in the Complex Physiological domain were identified in five classes, with predominance of class K, which encompasses respiratory control and contemplated 13 interventions (56.5%), and class G, regarding electrolytic and acid-base control, with 6 interventions (26.1%). Of the total activities listed, 47.8% are contained in only two classes, A and K, representing the two major areas of activity of these professionals: motor physiotherapy and respiratory physiotherapy, respectively. The set of interventions/activities identified allowed the construction of an instrument containing 51 interventions and 172 activities identified as those with greater representation of the daily work of the physiotherapist in the ICU environment. Such tool represents a concrete possibility to study in depth the work process of the physical therapist in the critical units, with the purpose of safeguarding their professional practice and directing to a perspective of future studies on the dimensioning of the professional category
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.