• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2016.tde-22122015-101155
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Moreno Dias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Gabriel, Carmen Silvia (Presidente)
Dallora, Maria Eulália Lessa do Valle
Hayashida, Miyeko
Título em português
Readmissão hospitalar como indicador de qualidade
Palavras-chave em português
Hospitais
Indicadores de qualidade em assistência à saúde
Readmissão do paciente
Serviços de saúde
Resumo em português
Readmissão hospitalar é definida como a admissão hospitalar de um paciente em um mesmo hospital, após sua alta. Tal conceito tem sido utilizado como indicador de desempenho nos sistemas de saúde, podendo refletir a qualidade da assistência, além de permitir o monitoramento de acesso inadequado ou excessivo às internações hospitalares. Readmissões desnecessárias indicam elementos disfuncionais no sistema de saúde, acarretam riscos indevidos aos pacientes e custos desnecessários ao sistema. Entende-se que o estudo das readmissões hospitalares permite monitorar resultados e ações gerenciais das organizações de saúde, auxiliando na alocação de recurso, garantia de acesso e oferta adequada de serviços e ações de saúde. A adoção do indicador como medida de qualidade é crescente nos Estados Unidos da América, e, recentemente, em alguns países da Europa, embora haja estudos controversos ou inconclusivos acerca da utilização como indicador de qualidade. Desta forma, o objetivo deste estudo foi investigar as readmissões hospitalares de um município de grande porte, por meio de pesquisa descritiva de delineamento quantitativo. O estudo foi realizado no município de Ribeirão Preto, polo assistencial e referência de média e alta complexidade para os 26 municípios da área de abrangência do Departamento Regional de Saúde XIII, com dados provenientes Centro de Processamento de Dados Hospitalares / Observatório Regional de Atenção Hospitalar e do Serviço de Arquivo Médico e Estatístico dos hospitais. O banco de dados foi composto por 38.145 registros internações, decorrentes de internações repetidas do mesmo usuário em um dos 11 hospitais participantes, no decorrer do ano de 2011. Das internações identificadas, 16.123 foram classificadas como readmissões hospitalares. A taxa de readmissão para o município foi de 14,2%, variando entre 2,1 a 31,7%, entre os hospitais. As readmissões ocorrem no período de até sete dias após a alta da internação inicial, com tempo de permanência inferior a sete dias, tendo distribuição similar entre os sexos feminino e masculino, em pacientes adultos, que apresentam ao menos uma comorbidade. Ocorreram com maior frequência nas internações pelo SUS, em hospitais com mais de 100 leitos e elevada complexidade assistencial. As principais causas de readmissão se voltam para doenças condições relacionadas às condições crônicas, com destaque para o câncer. Na perspectiva da qualidade, tendo em vista a análise dos três hospitais participantes de programas de avaliação externa da qualidade, a adoção destes modelos aponta para redução das taxas de readmissão, quando considerado o porte e complexidade assistencial do hospital. Com base nos resultados encontrados, entende-se que a utilização como indicador de resultado deve se dar em conjunto com outros indicadores, analisados de acordo com a realidade institucional e dos fatores intervenientes, principalmente no que diz respeito a configuração e articulação dos diferentes níveis de atenção e componentes, bem como na alocação de recursos disponíveis
Título em inglês
Hospital readmission as a quality indicator
Palavras-chave em inglês
Health care
Health services
Hospitals
Patient readmission
Quality indicators
Resumo em inglês
Patient readmission is defined as the admission of a patient in the same hospital after discharge. This concept has been used as a performance indicator in health systems, which can reflect the quality of care, and allows monitoring of inappropriate or excessive access to hospital admission. Unnecessary readmissions indicate dysfunctional elements in the health system; result in undue risk to patients and unnecessary costs to the system. It's understood that the study of hospital readmissions allows you to monitor results and managerial actions of healthcare organizations, assisting in resource allocation, guaranteed access and adequate supply of health services and actions. The adoption of the indicator as a quality measure is growing in the United States, and recently in some European countries, although there are controversial studies or inconclusive about the use as a quality indicator. Thus, the aim of this study was to investigate hospital readmissions of a large municipality, using descriptive quantitative research design. The study was conducted in Ribeirão Preto, assistance polo and medium and high complexity reference to the 26 municipalities in the area covered by the Regional Health Department XIII, with data from Center for Hospital Data Processing / Regional Observatory of Hospital Care and from Medical Archive and Statistical Service from participant hospitals. The database consisted of 38.145 records hospitalizations resulting from repeated hospitalizations from the same user at one of 11 participating hospitals in the course of 2011. Of the identified hospitalizations, 16.123 were classified as hospital readmissions. The readmission rate for the county was 14.2%, ranging from 2.1 to 31.7% among hospitals. Readmissions occur in up to seven days after discharge from the initial hospitalization, with length of stay less than seven days, with similar distribution between the female and male, in adult patients who have at least one comorbidity. Occurred more frequently in admissions by SUS, in hospitals with over 100 beds and high complexity care. The main causes of readmission turn to diseases related conditions to chronic conditions, especially cancer. From the perspective of quality, with a view to analysis of the three participating hospitals of external quality assessment programs, the adoption of these models aims to reduce readmission rates, when considering the size and complexity of hospital care. Based on these results, it is understood that the use as a outcome indicator should be given in conjunction with other indicators, analyzed according to the institutional reality and intervening factors, particularly with regard to configuration and articulation of different levels of attention and components, as well as the allocation of available resources
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
BRUNAMORENODIAS.pdf (1.16 Mbytes)
Data de Publicação
2016-01-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.