• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2017.tde-24012017-162252
Documento
Autor
Nome completo
Letícia Perticarrara Ferezin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Bueno Júnior, Carlos Roberto (Presidente)
Artioli, Guilherme Giannini
Marques, Sueli
Título em português
Associação de polimorfismos genéticos com parametros de saúde em mulheres a partir de 50 anos de idade
Palavras-chave em português
Envelhecimento
Genética
Idoso
Polimorfismo genético
Resumo em português
O processo de envelhecimento é marcado por diversos estilos de vivências e experiências e traz consigo alterações morfológicas e fisiológicas. Estas mudanças ocorrem devido a componentes celulares e moleculares, os quais são controladas por fatores genéticos e não genéticos. Por isso, é de grande importância investigar sobre as associações existentes entre as alterações genéticas, o envelhecimento e o ambiente para a compreensão das características próprias do processo de envelhecimento. O objetivo foi estudar a associação dos polimorfismos genéticos AKT1 G205T (rs1130214), AGTR1 A1166C (rs5186) e visfatina (rs4730153) com parâmetros de saúde (cognição, qualidade de vida, depressão, capacidade funcional, pressão arterial, perfil lipídico sanguíneo, glicemia e medidas antropométricas) em mulheres a partir de 50 anos de idade. A amostra foi composta por 97 mulheres (>= 50 anos) que tinham o interesse em se ingressar em programa de Educação Física na USP. Elas foram submetidas inicialmente a uma entrevista, na qual é aplicado o MEEM - critério de inclusão. Na sequência foram realizados testes físicos (sentar e levantar, FPMD e E, agilidade, caminhar 6 min, mãos nas contas e sentar e alcançar), aplicados questionários e houve coleta de sangue. Com relação ao polimorfismo da AKT1, o grupo GT/TT apresentou melhores resultados na massa corporal, índice de massa corporal e HDL-colesterol, e piores resultados em FPMD/E comparado com o genótipo GG. Em relação ao AGTR1, o genótipo AA exibiu melhores resultados comparado com o AC/CC nas variáveis de caminhada e atividade física moderada. Por fim, para a visfatina o grupo AA/AG apresentou melhores resultados em HDL e TG comparado com o genótipo GG. Dados desta natureza podem possibilitar a predição das variáveis de saúde de cada indivíduo que serão mais prejudicadas antes dele envelhecer e, consequentemente, planejar intervenções específicas que previnam estes declínios
Título em inglês
Association of genetic polymorphisms with health parameters in women over 50 years of age
Palavras-chave em inglês
Aging
Elderly
Genetics
Polymorphism genetic
Resumo em inglês
The aging process is marked by many different experiences and experiences can bring their own morphological and physiological changes of aging. These changes occur because the arrangement of cellular and molecular components, which are controlled by genetic and nongenetic factors. So it is of great importance investigate the associations between the genetic changes, aging and the environment to understanding the very physical characteristics of the aging process. The objective was to study the association of polymorphisms AKT1 G205T (rs1130214), AGTR1 A1166C (rs5186) and visfatin (rs4730153) with health parameters (cognition, quality of life, depression, functional capacity, blood pressure, blood lipids, blood glucose and measures anthropometric) in women over 50 years of age. The sample consisted of 97 women (>= 50 years) who had an interest in joining the OFW - EEFERP - USP. These were initially submitted to an interview, in which the MMSE is applied - inclusion criteria after was carried out physical tests (sitting and standing, LDCF and E, agility, walk 6 min, hands on the bills and sit and reach), application questionnaires and blood collection. Regarding the polymorphism AKT1, the GT / TT genotype showed better results in body mass, body mass index and HDL-cholesterol and worst results LDCF / E compared to the GG genotype in AGTR1 AA genotype showed better results compared with the AC/CC to variables of walking and moderate physical activity, in order to visfatin AA/AG genotype showed better results in HDL and TG compared with the GG genotype. Through presented associations we observed existing relationships and new partnerships in health variables
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-02-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.