• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2012.tde-27032012-153744
Documento
Autor
Nome completo
Caroline Padovan Prado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Marques, Sueli (Presidente)
Kusumota, Luciana
Pazin Filho, Antonio
Título em português
Perfil de idosos internados na unidade de clínica médica de um hospital geral terciário
Palavras-chave em português
Enfermagem
Hospitalização
Idoso
Perfil de Saúde
Resumo em português
Os objetivos deste estudo foram: caracterizar os idosos internados na Clínica Médica de um Hospital Geral Terciário, do interior paulista, segundo: variáveis sociodemográficas, estilo de vida, condições de saúde, acesso aos serviços de saúde e rede de apoio familiar e social; identificar a capacidade cognitiva, a capacidade funcional e a presença de sintomas de depressão desses idosos; verificar a existência de associação entre a variável queda com as variáveis faixa etária, sexo, déficit cognitivo, uso de óculos, hábito de beber e presença de sintomas de depressão; e verificar a existência de associação entre a variável déficit cognitivo com as variáveis faixa etária, sexo e estado conjugal. Trata-se de um estudo não experimental, descritivo e transversal. Realizado com idosos, internados na Clínica Médica, do referido hospital, no período de abril a julho de 2011. Para a coleta de dados, utilizaram-se o Miniexame do Estado Mental (MEEM), uma readaptação do Older Americans Resources and Services (OARS) e a Escala de Depressão Geriátrica (EDG). Foram estudados 105 idosos, média de idade de 73,8 anos (s=8,9); 59,0% eram homens; 62,9% moravam com esposo(a) ou companheiro(a); 47,6% estudaram de um a quatro anos; 90,5% eram aposentados. Quanto ao estilo de vida, 80,0% não fumavam atualmente; 71,4% consumiam bebida alcoólica; 66,7% não praticavam atividade física. Com relação à saúde, 72,4% a autoavaliaram como "Boa"; 56,2% tinham diagnóstico de hipertensão arterial e 22,9 de fibrilação atrial; para 78,1% todos os medicamentos eram receitados pelo médico; 91,4% avaliaram sua visão como "Boa"; 23,9% faziam uso dos óculos; 39,0% caíram nos últimos 12 meses; 23,8% caíram de três a quatro vezes. Quanto ao acesso aos serviços de saúde e à rede de apoio familiar e social, 96,2% utilizavam Hospital Público e estavam satisfeitos; para 45,7%, o esposo(a) ou companheiro(a) foi a primeira menção para cuidador na presença de incapacidades. Na avaliação cognitiva pelo MEEM, 34,3% apresentaram cognição comprometida. Quanto ao desempenho para as AVDs, no momento da admissão, 81,9% apresentavam algum grau de dificuldade nas ABVDs e 86,7% nas AIVDs; durante a hospitalização, 89,5% e, no momento da alta, 84,8% realizavam as atividades básicas com dificuldades. Os sintomas de depressão estiveram presentes em 54,3% dos idosos, média de 5,4 (s=2,5). Observou-se associação entre a presença de quedas e o uso de óculos (p<0,01) e entre a presença de déficit cognitivo e a faixa etária (p=0,04). A identificação do perfil e das necessidades dos idosos hospitalizados pode subsidiar o planejamento da assistência, com enfoque multiprofissional.
Título em inglês
Profile of elderly individuals hospitalized in a medical clinic of a tertiary general hospital
Palavras-chave em inglês
Aged
Health profile
Hospitalization
Nursing
Resumo em inglês
The objectives of this study were to characterize elderly individuals hospitalized in the medical clinic of a tertiary general hospital in the interior of São Paulo, Brazil according to the following socio-demographic variables: lifestyle, health conditions, access to health services and family and social support network; to identify cognitive and functional capacity and depression symptoms among these patients; to verify potential association between the variable 'fall' with age, gender, cognitive deficit, use of glasses, alcohol consumption, and depression symptoms; and also to verify potential association between the variable 'cognitive deficit' with age, gender and marital status. This non-experimental, descriptive and cross-sectional study addressed elderly individuals hospitalized in the medical clinic of the mentioned hospital from April to July 2011. The Mini-Mental State Examination (MMSE), a readaptation of Older Americans Resources and Services (OARS), and the Geriatric Depression Scale (GDS) were used to collect data. A total of 105 elderly individuals aged 73.8 years old in average (s=8.9) participated in the study; 59.0% were men; 62.9% lived with spouses or partners; 47.6% studied from one to four years; 90.5% were retired. In relation to lifestyle, 80.0% did not smoke at the time; 71.4% consumed alcohol; 66.7% did not exercise. In relation to their health condition, 72.4% reported it was "good"; 56.2% had hypertension, and 22.9 had atrial fibrillation; 78.1% had all medications prescribed by a physician; 91.4% reported their eyesight was "good"; 23.9% wore glasses; 39,0% fell in the last 12 months; 23.8% fell from three to four times. In regard to access to health services and family and social support network, 96.2% used public hospitals and were satisfied; 45.7% reported the spouse or partner would be the primary caregiver in case of disability. A total of 34.3% presented compromised cognition in the MMSE cognitive evaluation. In relation to the performance of ADLs at the time of admission, 81.9% presented some level of difficulty in BADLs and 86.7% in IADLs; 89.5% and 84.8% performed basic activities with difficulty during hospitalization and at time of discharge, respectively. Depression symptoms were observed in 54.3% of the elderly individuals, average of 5.4 (s=2.5). Association between falls and the use of glasses (p<0.01) and between cognitive deficit and age (p=0.04) was observed. The identification of the profile and needs of hospitalized elderly individuals can support planning of care with a multidisciplinary focus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CAROLINEPADOVANPRADO.pdf (896.42 Kbytes)
Data de Publicação
2012-04-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.