• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.22.2009.tde-29102009-150556
Documento
Autor
Nombre completo
Amanda Zapparoli Trandafilov
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2009
Director
Tribunal
Marziale, Maria Helena Palucci (Presidente)
Felli, Vanda Elisa Andres
Robazzi, Maria Lucia do Carmo Cruz
Rocha, Fernanda Ludmilla Rossi
Santos, Jair Licio Ferreira
Título en portugués
Promoção da saúde do trabalhador de enfermagem: intervenção para o uso de luvas na punção venosa
Palabras clave en portugués
Enfermagem
Luvas Protetoras
Promoção da Saúde
Riscos Ocupacionais
Saúde do Trabalhador
Software.
Resumen en portugués
A execução da punção venosa periférica é uma atividade que expõe o profissional que a executa ao contato com sangue que pode ser um veículo transmissor de infecções. O objetivo do estudo foi validar o treinamento estruturado no modelo de promoção da saúde visando a mudança de comportamento de trabalhadores de enfermagem para o uso de luvas no procedimento de punção venosa periférica. Os delineamentos do estudo foram descritivo e quase-experimental e os procedimentos foram: adaptação da ferramenta, validação das variáveis do questionário, aplicação e avaliação do treinamento. A ferramenta de multimídia promoção da saúde no trabalho: uso de luvas na punção venosa foi adaptada da ferramenta promoção da saúde no trabalho: uso de luvas na administração de medicamentos, disponibilizada pela Rede de Prevenção de Acidentes de Trabalho, composta por questões prétreinamento, que identificam o comportamento dos profissionais, treinamento sobre o uso adequado de luvas e pós-treinamento, que identifica mudanças no comportamento. O procedimento de adaptação seguiu as etapas: definição do índice, criação do script, produção e disponibilização do software e controle de qualidade pós-produção. As variáveis do questionário foram validadas quanto ao conteúdo por 10 enfermeiros pesquisadores e quanto à consistência interna por meio do coeficiente alfa de Cronbach a partir de dados coletados com 30 trabalhadores de enfermagem, de outubro a novembro de 2008, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, obtendo-se alfa global = 0,83. O treinamento foi aplicado em amostra de 96 trabalhadores de enfermagem do mesmo hospital, entre dezembro de 2008 e janeiro de 2009 em duas etapas: autoaplicação do treinamento e aplicação de um questionário um mês após a realização da primeira etapa. Na análise dos dados utilizou-se estatística descritiva, o teste Exato de Fisher e Correlação de Spearman. Os resultados identificaram que os fatores que influenciam o uso de luvas pelos trabalhadores são: percepção de benefícios (82,3%), autoeficácia do uso de luvas como equipamento de proteção individual (92,7%) e os que influenciam o não uso de luvas são: diminuição da sensibilidade tátil (82,3%), dificuldade para fixar o cateter (82,3%), tamanho inadequado (69,8%) e uso de luvas apenas quando conhecido o diagnóstico do paciente (54,2%). Apenas 20% dos sujeitos referiram estar satisfeitos com a qualidade das luvas oferecidas. Antes da aplicação do treinamento, 17,7% dos trabalhadores referiram usar luvas em 100% das vezes que executavam punção venosa e 75,1% dos sujeitos referiram a intenção de usá-las em todas as punções realizadas após o treinamento. Na avaliação realizada um mês depois do treinamento foi identificado que 35,4% dos sujeitos referiram que utilizaram luvas em todas as punções venosas realizadas, mostrando diferença estatisticamente significativa entre as variáveis (p=0,00). Houve correlação estatisticamente significativa entre a variável intenção de uso após o treinamento com as variáveis uso de luvas antes do treinamento e uso de luvas pelos colegas de trabalho (p<0,05). Conclui-se a eficácia do treinamento, no entanto sugere-se que outras medidas preventivas à exposição do trabalhador a material biológico devam ser associadas ao treinamento proposto.
Título en inglés
Health promotion of nursing workers: intervention for the use of gloves in venous puncture.
Palabras clave en inglés
Health Promotion
Nursing
Occupational Health
Occupational Risks
Protective Gloves
Software.
Resumen en inglés
The peripheral venous puncture is an activity that exposes professionals who perform it to blood potential carrier of infections. This study aimed to validate the structured training in the health promotion model with a view to change the behavior of nursing workers in the use gloves in the peripheral venous puncture procedure. This is a descriptive and quasi-experimental study whose procedures were: instrument adaptation, validation of the questionnaire variables, application and evaluation of training. The multimedia tool health promotion at work: the use of gloves in venous puncture was adapted from the tool health promotion at work: the use of gloves in the administration of medication available by the Network for the Prevention of Occupational Accidents. It is composed of pre-training questions that identify professionals behavior and training on the adequate use of gloves, and post training questions that identify behavioral changes. The procedure to adapt the instrument followed the stages: index definition, script elaboration, production and availability of software and post production quality control. The questionnaire variables were content validated by ten nursing researchers and their internal consistency was analyzed through Cronbachs Alfa coefficient (0.83) based on data collected from 30 nursing workers from October to November 2008 at the Hospital das Clínicas, University of São Paulo at Ribeirão Preto Medical School. Training was applied in a sample of 96 nursing workers at the same hospital with data collected between December 2008 and January 2009 in two stages: self-application of training and application of a questionnaire one month after the first stage completion. Descriptive statistics, Fishers exact test and Spearmans correlation were used in data analysis. Results revealed that the factors influencing workers use of gloves were: perception of benefits (82.3%), self-efficacy in the use of gloves as individual protection equipment (92.7%); and factors influencing the non-use of gloves were: diminished tactile sensitivity (82.3%), difficulty in fixing the catheter (82.3%), gloves inadequate size (69.8%) and use of gloves only when the patients diagnosis is known (54.2%). Only 20% of participants reported being satisfied with the quality of available gloves. Before the application of training, 17.7% of the workers reported using gloves in 100% of times they perform peripheral venous puncture and 75.1% reported intention to use them in all venous punctures performed after training. The evaluation carried out one month after training revealed that 35.4% of the participants reported the use of gloves in all venous punctures, which showed a statistically significant difference between variables (p=0.00). There was a statistically significant correlation between the variable commitment with a plan of action with the variables previous behavior and use of gloves by co-workers (p<0.05). The conclusion is that training is efficacious though we suggest that other preventive measures to workers exposure to biological material are associated to the proposed training.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2009-11-04
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.