• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2009.tde-01042009-111140
Documento
Autor
Nome completo
Paula Chuproski
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Mello, Débora Falleiros de (Presidente)
Fujimori, Elizabeth
Ribeiro, Rosane Pilot Pessa
Título em português
Práticas alimentares de crianças menores de dois anos de idade em Guarapuava-PR: experiências do cotidiano
Palavras-chave em português
Crianças
Desnutrição
Mães
Práticas alimentares
Resumo em português
As práticas alimentares maternas constituem um dos fatores primordiais para o adequado estado nutricional das crianças e para o seu pleno crescimento e desenvolvimento. Entretanto, elas são influenciadas pela questão socioeconômica, escolaridade materna, acesso a serviços de saúde e pelos valores e crenças do entorno cultural das famílias. Os objetivos deste estudo foram descrever as práticas alimentares de crianças menores de dois anos de idade com baixo peso e baixa estatura para a idade em seguimento em unidades de saúde e analisar relatos maternos acerca da alimentação e desnutrição infantil. Foi realizado um estudo exploratório descritivo com abordagem qualitativa, buscando uma aproximação com os sujeitos pesquisados e um olhar para as experiências maternas no cotidiano. O estudo foi desenvolvido na cidade de Guarapuava-PR e os participantes foram oito crianças, na faixa etária dos 6 aos 24 meses de idade, e suas mães. As técnicas de investigação foram a observação participante e a entrevista semi-estruturada e, a partir da análise temática, buscou-se apreender as estruturas de relevância das práticas alimentares observadas e dos relatos maternos, agrupando em quatro temas: As crianças e mães estudadas, A alimentação da criança no cotidiano dos domicílios, A alimentação na infância: âmbito familiar e social, A alimentação e o cuidado à saúde da criança. Foi possível apreender as características maternas e das crianças, do ambiente e da família; aspectos sobre a história da amamentação, introdução de alimentos complementares, a alimentação da criança, destacando quem prepara, o que prepara, como prepara, os horários, rotinas e local; a alimentação da família, mostrando como ela é diferenciada da alimentação da criança, a situação social das famílias, particularmente com relação à disponibilidade de alimentos nos domicílios, e os programas e equipamentos sociais aos quais as crianças estão vinculadas; além de aspectos ligados à interação entre mães e crianças nos momentos da alimentação, cuidados e percepção das mães com relação à saúde e ao estado nutricional das crianças. Observou-se que a alimentação das crianças era monótona, predominantemente láctea no café da manhã e lanches, e no almoço com alimentos considerados básicos, como arroz, feijão, macarrão, batata e algumas vezes carnes; as hortaliças e frutas eram escassas. Neste estudo, houve um entendimento de que o estado nutricional da criança está ligado a vários aspectos, relativos à amamentação, introdução de alimentos complementares em idade oportuna, alimentação adequada em quantidade e qualidade, higiene, situação social da família, programas sociais e políticas públicas abrangentes, cuidados cotidianos e com a saúde. As famílias trazem valores de sua cultura, que nem sempre estão em consonância com as recomendações dos organismos internacionais e nacionais sobre a saúde e alimentação das crianças. Conhecer o ambiente onde as famílias vivem, a situação de vida e os seus valores e crenças pode ajudar os profissionais de saúde na promoção de práticas alimentares saudáveis e no direcionamento do tratamento de distúrbios nutricionais. Essa aproximação a uma realidade contextualizada e compartilhada pode trazer elementos ricos para a integralidade da atenção à saúde da criança e sua família.
Título em inglês
Feeding practices of children aged under 2 years in Guarapuava-PR: experience in their daily life.
Palavras-chave em inglês
Children
Feeding habits
Malnutrition
Mothers
Resumo em inglês
The maternal feeding practices are one of the essential factors for the children's right nutritional state as well as for enhancing their physical development. However, they are influenced by the socioeconomical background, the maternal schooling, the access to health public services and by the values and beliefs of the home environment. This work aims to depict the feeding practices of children under 2 years and who have low weight and height for their age. The survey was carried out through observation in Health Units as well as through the analysis of accounts about undernourished children and their feeding. An investigative and descriptive study with a qualitative research was undertaken in order to obtain more detailed and more accurate information about the people who were being investigated and also to have a look at the maternal experience in daily life. This approach was carried out in the City of Guarapuava-PR and the people who joined in it were eight children whose age group was from 6 to 24 months of age and their mothers. The investigation techniques used were the participant observation and semi-structured interviews and, from the thematic analysis, the research intends to seize the significant structures connected with the feeding practices observed and with the maternal reports, ranking them in four subjects: The children and mothers studied, The children's feeding in their home's daily life, The feeding during the childhood in the family and social circle, The child's health care. It was possible to understand the home environment and the surroundings features; to have information on the breastfeeding story, on the introduction of complementary food, as well as on the baby's feeding highlighting who prepares it, what is prepared, how it is prepared, the time when it is prepared, the routines and places. The study also enabled to know about the family's feeding pointing out how it is different from the child's feeding and about the social situation of the families, especially when it is related to the availability of food in the residences, about the social benefit plans people got; furthermore it was possible to check aspects linked with the interaction among the mothers and the children during the feeding, the mother's care and awareness of the children's health and nutritional condition. It was noted that the children's diet was fairly routine with a prevailing consumption of milk for breakfast; snacks and basic food like rice, beans, pasta, potato and sometimes meat for lunch; vegetable and fruit were hardly ever consumed. From this study one is able to realize that the child's nutritional condition is connected with many aspects related to the breast-feeding, the introduction of complementary food in the appropriate age, the correct quantity and quality in feeding, the hygiene, the family's social situation, the social benefit plans and comprehensive government's policies, ordinary cares for the health. Families bring values from their background that not always follow practices recommended by National and International Organizations on children's daily cares for the health. It may be useful to health care professionals to know the surroundings where these families live, their life situation, values and beliefs so that it will be easier to establish healthy diet habits and to treat nutritional disorders. This approach is a reality inside a context and if it is shared it can help to have a broader look at the family's and at the kids' health.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PaulaChuproski.pdf (638.69 Kbytes)
Data de Publicação
2009-04-07
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • CHUPROSKI, Paula, et al. Práticas alimentares e situação social de famílias de crianças desnutridas [doi:10.1590/S0080-62342012000100007]. Revista da Escola de Enfermagem da USP [online], 2012, vol. 46, n. 1, p. 52-59.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.