• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.22.2010.tde-04082010-141048
Documento
Autor
Nombre completo
Alexandre Favero Bulgarelli
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2010
Director
Tribunal
Pinto, Ione Carvalho (Presidente)
Mestriner, Soraya Fernandes
Oliveira, Michele Mandagará de
Silva, Rosalina Carvalho da
Villa, Tereza Cristina Scatena
Título en portugués
Construindo sentidos sobre saúde bucal com idosos cadastrados em um Núcleo de Saúde da Família na cidade de Ribeirão Preto/SP
Palabras clave en portugués
Atenção Primária à Saúde
Construcionismo Social
Saúde bucal
Saúde do idoso
Resumen en portugués
Nós, seres humanos, estamos, a todo momento, naturalmente, coordenando nossas ações para vivermos em sociedade. Estas ações coordenadas guiam as construções sobre o quê pensamos, e, sobre como agimos frente aos diferentes fenômenos do mundo. Desta maneira, essas ações coordenadas acontecem e são construídas em nossas vidas a partir de práticas discursivas que desencadeiam processos conversacionais, que, por meio de diálogos em nosso dia-a-dia, permitem a construção de sentidos sobre algo. O sentido que algo tem para nós, não é um ente que existe e precisa ser descoberto, mas sim algo que se constrói ao longo da vida frente às diversas relações sociais, contextos e histórias vividas. Desta maneira, o sentido que a saúde bucal tem para as pessoas, não é algo presente e existente em determinado grupo e/ou sociedade, e sim algo construído com práticas discursivas ao longo da história e das experiências vividas por cada um de nós. Proponho, com esta pesquisa, uma aproximação entre diversos discursos no intuito de construir sentidos para a saúde bucal com a colaboração de pessoas idosas cadastradas em um núcleo de saúde da família, moradores na cidade de Ribeirão Preto/SP. A colaboração destes idosos foi fundamental pra a construção de sentidos para a saúde bucal, pois naturalmente são pessoas com muitas experiências e histórias e relatos de acontecimentos associados a saúde bucal. Além da participação de idosos a Atenção Primária à Saúde vem contribuir, especificamente devido aos espaços conversacionais ofertados pela Estratégia de Saúde da Família, para que acontecessem as entrevistas semi-estruturadas de 14 idosos previamente selecionados de acordo com certos critérios de inclusão. As entrevistas foram analisadas segundo Análise de Discurso, focando em Repertórios Interpretativos. Como suporte teórico, para a aproximação dos discursos e construção de certos sentidos para a saúde bucal, trago como eixo norteador o Construcionismo Social. Desta maneira pontuo que o Construcionismo Social é uma perspectiva para olharmos o mundo e construir conhecimento, e enquadra o processo epistemológico como algo que as pessoas fazem juntas por meio de suas práticas discursivas e sociais refletidas em seus dia-a-dia. Portanto, esta é uma pesquisa de abordagem metodológica qualitativa, de cunho construcionista social, realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas e com análise de discurso fundamentada em Repertórios Interpretativos. Tive como objetivo construir sentidos sobre saúde bucal por meio da articulação entre os discursos de idosos cadastrados em um Núcleo de Saúde da Família na cidade de Ribeirão Preto/SP e os discursos trazidos pela Atenção Primária à Saúde, dentro de uma perspectiva Construcionista Social. Para isso objetivei identificar e analisar os Repertórios Interpretativos presentes nos discursos dos idosos para propor um possível entendimento das relações entre o envelhecimento da cavidade bucal, a infância com deficiência de informação sobre saúde bucal, a Atenção Primária à Saúde e determinadas práticas de cuidado com a cavidade bucal. Identificando tais relações, pude construir, conjuntamente com os idosos e com os discursos teóricos, uma combinação de sentidos que refletem a saúde bucal como parte integrante da saúde geral e, para tal, necessita de uma higiene constante e diária e que desta maneira tem como um sorriso bonito a imagem de sentir-se bem com a condição da boca após histórias de sofrimento vividas no passado. Considero, que as práticas discursivas presentes na Atenção Primária à Saúde permitiram articulações entre diversos saberes de pesquisadores, usuários e serviço de saúde para a construção de sentidos para a saúde bucal. Finalmente considero que esta é uma pesquisa que veio contribuir para construção e reconstrução de pensamentos teóricos, práticas e saberes sobre a saúde bucal em nível coletivo.
Título en inglés
Constructing meanings to oral health with elderly enrolled at a Family Health Nucleus at the city of Ribeirão Preto/SP
Palabras clave en inglés
Aged Health
Oral Health
Primary Health Care
Social Constructionism
Resumen en inglés
We, as human beings, are naturally, in every moment of our lives, coordinating our actions to live in society. These actions are guidelines to construct what we think and how we act toward different phenomena that we face in world. According to this fact, these coordinated actions happen and are built in our lives from discursive practices that develop conversational processes, that towards our day-by-day dialogs allow the constructional process of the meanings in our life. The meaning, that something has to us, is not something that already exists and just needs to be discovered, but it is something that is constructed as life goes by several social relationships, life contexts and histories. According to this fact, the meaning of the oral health for people is not something present and existing in determined group or society, but it is something constructed as time goes by and in our particularly life experiences. I proposed, with this research, an approach between several discourses aiming to construct meanings to oral health with the collaboration of elderly registered at the Family Health Center at Ribeirão Preto/SP. The collaboration of the elderly were fundamental to the construction of the oral health meanings, because the elderly are naturally people with a considerable number of experiences, histories and events associated to oral health. Beyond the participation of the elderly, the Primary Health Care concepts came to contribute, especially because the conversational spaces offered by the Family Care Strategy, to the development of the semi-structured interviews with 14 elder previously selected according to some inclusion criteria. The interviews were analyzed according to Discourse Analysis based on Interpretative Repertories. As a theoretical support, to the proposed approach and construction of some meanings to the oral health I present, as the analytical guideline, the Social Constructionism. Thus, I highlight that the Social Constructionism is a perspective to look to the world and construct knowledge, which fits the epistemological process, as something that people do together by their social and discourse practices reflected in their day-by-day lives. Therefore, this is a research with a qualitative methodological approach with a social construction stamp, realized by semi-structured interviews and data analysis performed by Discourse Analysis and Interpretative Repertories. I aimed to construct meanings to oral health articulating discourses brig with the elderly enrolled in a Family Health Nucleus at Ribeirão Preto/SP, and the discourses bring with the Primary Health Care concepts, allow then in a Social Construction perspective. To that, I aimed to identify and analyze the interpretive repertoires of the discourse of the elderly to propose a possible understanding of the relationship between aging of the oral cavity, the childhood with disabilities information about oral health, the Primary Health and certain care practices delivered to the oral cavity. Identifying such relationships, I built, together with the elderly and the theoretical discourses, a combination of meanings that reflected the oral health as part of general health, and for that needs a constant and daily hygiene, and in this way a beautiful smile reflected the image of feeling fine with the mouth condition, after experiencing suffer related with stories from the past. I consider that the discursive practices, present in the Primary Health Care, allowed connections between different knowledge of researchers, users and health service for the construction of meaning for oral health. Finally I believe that this is a research that can contribute to construction and reconstruction of theoretical thoughts, practices and knowledge on oral health at a community level.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2010-08-26
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.