• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2016.tde-05072016-090025
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Ribeiro Santana
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Fortuna, Cinira Magali (Presidente)
Alonso, Patricia Antoinette Michelle Bessaoud
Clapis, Maria José
Gagnayre, Rémi
L'Abbate, Solange
Monceau, Gilles Roland Joseph
Título em português
Promoção da saúde e prevenção de doenças na formação profissional do enfermeiro: pesquisa socioclínica no Brasil e na França
Palavras-chave em português
Educação em enfermagem
Prevenção de doenças
Promoção da saúde
Resumo em português
Essa tese de doutorado em cotutela analisa a formação em enfermagem a partir do lugar da promoção da saúde e da prevenção de doenças no Brasil e na França. Para tanto, desenvolvemos um dispositivo de pesquisa a partir de abordagem socioclínica institucional (MONCEAU, 2012) do referencial da análise institucional (LOURAU, 1995) que pudesse fazer dialogar as similaridades, as diferenças, as contradições, as tensões da formação em um Curso de Graduação em Enfermagem de um estabelecimento de ensino superior do Estado de São Paulo (Brasil) e em um Curso de Graduação em Enfermagem de um Institut de Formation en Soins Infirmier (IFSI) da região parisiense. Após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da EERP-USP protocolo nº 31343814.8.3001.5504 iniciamos o trabalho de campo. No Brasil, a pesquisa socioclínica foi promovida entre julho a dezembro de 2014 e na França entre janeiro a julho de 2015. As técnicas utilizadas na produção de dados foram: análise documental, entrevistas, observações participantes e restituições. Constatamos que apesar de origens sócio históricas diferentes existe uma forte influência do modelo nightingaleano na Enfermagem e na formação em enfermagem. No Brasil, ainda hoje temos uma clara divisão de classes demarcada pelas categorias do enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem. Na França, essa divisão encontra-se na prática e na formação do Infirmière e do Aide-Soignante. Também temos em comum uma identidade fortemente vinculada ao hospital e materializada em atos: "ato privado do enfermeiro" no Brasil e "rôle propre et rôle prescrit de l'infirmier" na França. A Enfermagem e a formação do enfermeiro nos dois países são marcadas por profundas diferenças associadas ao Sistema de Saúde e ao processo de universitarização com o advento da pesquisa e da pós- graduação. Consideramos que esse contexto sócio histórico define as práticas profissionais em enfermagem e a formação ao mesmo tempo que é definido por elas. A universitarização foi desenvolvida em tempos e espaços diferentes nos dois países, demarcando uma certa distância entre as duas realidades. Em particular, os enfermeiros franceses e brasileiros não carregam a mesma identidade, papel e status. Evidenciamos que existe na França como no Brasil um lugar anunciado na formação do enfermeiro para a promoção e a prevenção, mas constatamos uma distância entre a formação prescrita e a formação realizada, que é distinta nas duas realidades. A partir de tensões entre o prescrito e o real são produzidos novos saberes e fazeres de educação e de promoção da saúde. Os professores brasileiros têm desenvolvido práticas com uma abordagem transdisciplinar na pesquisa e, sobretudo, na extensão. Os dispositivos extensionistas provocam movimentos de desterritorialização e desestratificação, criando linhas de fuga (DELEUZE; GUATTARI, 1995) na rigidez da estrutura curricular. Para alguns formadores dos IFSI da França, as práticas de promoção e de prevenção são desenvolvidas prioritariamente no espaço extra hospitalar (creches, escolas, dispensários), no entanto, priorizam os estágios no hospital. Colocar em análise essas contradições permite-nos concluir que embora sejam chamadas com o mesmo nome - enfermagem e enfermeiros - existem práticas profissionais e formações distintas nos dois países
Título em inglês
Health promotion and disease prevention in the professional formation of nurses: socio-clinical research in Brazil and France
Palavras-chave em inglês
Disease prevention
Health promotion
Nursing education
Resumo em inglês
This cotutorial doctorate thesis analyzes the nursing education from the place occupied by the health promotion and disease prevention in Brazil and France. For this purpose we develop a strategy of research from the institutional socio clinical approach (MONCEAU, 2012) of institutional analysis referential that could make dialogue the similarities, differences, contradictions and tensions in a undergraduate course in Nursing of an institution of higher education in the state of São Paulo (Brazil) and a Graduate Program in Nursing of an Institut de Formation en Soins Infirmier (IFSI) of the Paris region. After the approval of the Ethics Research Committee of EERP-USP protocol nº 31343814.8.3001.5504 we start the field work. In Brazil, the social clinical research was promoted from July to December of 2014 and in France from January to July of 2015. The techniques used in data production were: documental analysis, interviews, participating observations and restitutions. We found that despite of different origins socio-historical there is a strong influence of Nightingale model in the profession of Nursing and the Nursing training. Today in Brazil we still have a clear class division demarcated by categories of nurse, nursing technician and nursing assistant. In France this division is found in the practical and formation of nurse and the nurse assistant. We also have in common an identity strongly linked to the hospital and materialized by acts: private act of nurse in Brazil and self role and prescript role of nursing in France. The Nursing and the Nursing training in both countries are marked by profound differences associated with the Health Sistem and by the universitarization process with the coming of research and postgraduate. We consider that social historical context define the professional practices in nursing and training in the same time that is defined by them. The universitarization are developed in different times and spaces in these two countries marking a distance between these two realities. Particularly the French and Brazilian nurses do not carry the same identity, role or status. We noted that there in France as in Brazil, a place advertised in nursing education for health promotion and prevention but we found a distance between the prescribed formation and the realized formation, which is distinct in those two realities. In this clash between the prescribed and the real new knowledge and practices of education and health promotion are produced. Brazilian professors have developed practices with transdisciplinary approach in research and especially on extension. Extension strategies cause deterritorialization and destratification movements creating escape lines (DELEUZE; GUATTARI, 1995) in rigidity of curricular structure. For some trainers from the IFSI of France the promotion and prevention practices are developed primarily in outside spaces of the hospital (kindergartens, schools, dispensaries), however they prioritize the stages in the hospital. Analyze these contradictions, allow us to conclude that although they are called by the same name - nursing and nurses - there are different professionals and formation practices in these two countries
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2018-04-27
Data de Publicação
2016-09-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.