• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2009.tde-08012010-130541
Documento
Autor
Nome completo
Jamile Claro de Castro Bussadori
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Clapis, Maria Jose (Presidente)
Dotto, Leila Maria Geromel
Gomes, Flávia Azevedo
Mamede, Fabiana Villela
Riesco, Maria Luiza Gonzalez
Título em português
Ações da equipe de enfermagem no ciclo gravídico puerperal e as competências essenciais para a atenção qualificada ao parto
Palavras-chave em português
atenção qualificada
competência profissional
enfermagem obstétrica
maternidade segura
parto
Resumo em português
A atenção qualificada ao parto tem sido um dos principais focos de ação da Iniciativa Maternidade Sem Risco (IMSR), no intuito de se obter gestações e partos mais seguros para as mulheres e os recém-nascidos e consequentemente diminuir as taxas de morbimortalidade materno-infantil. Este estudo buscou conhecer a assistência que as mulheres, atendidas nos serviços públicos de saúde do município de São Carlos/SP, recebem durante o ciclo gravídico-puerperal, evidenciando as ações desenvolvidas pela equipe de enfermagem. Objetivos: Descrever o perfil dos profissionais de enfermagem que atuam na atenção ao ciclo gravídico-puerperal e identificar as ações desenvolvidas por estes na assistência ao pré-natal, trabalho de parto, parto e puerpério, correlacionando com as competências essenciais ao exercício básico da obstetrícia recomendadas pela Confederação Internacional das Parteiras (ICM). Metodologia: Trata-se de um estudo exploratório descritivo, com uma abordagem quantitativa, que utilizou para a coleta de dados a entrevista estruturada e a observação sistemática das ações desenvolvidas pelos profissionais de enfermagem na assistência ao ciclo gravídico-puerperal. A população estudada foi composta de 84 profissionais de enfermagem, sendo 37 da atenção básica que prestam assistência ao pré-natal e puerpério e 47 da maternidade, que prestam assistência ao parto. Foram observadas na atenção básica, 52 pré-consultas e 47 pós-consultas de pré-natal, 05 abertura de SISPRENATAL, 05 acolhimentos, 05 consulta de pré-natal e 02 consultas puerperais realizadas pelas enfermeiras. Na atenção ao parto foram observadas 22 avaliações obstétricas admissionais, 15 trabalhos de parto, 12 partos normais, 10 cesáreas, 18 recepções de recém-nascido e 18 assistências no alojamento conjunto. A estatística descritiva foi utilizada para descrever e sintetizar os dados. Resultados: Os profissionais são predominantemente do sexo feminino, média de 35,1 anos, casados (62,2%) e com filhos. A média de carga horária encontrada entre os profissionais de enfermagem que prestam assistência na atenção básica foi de 41,6 horas e de 53,9 horas na assistência ao parto, sendo que respectivamente 8,1% e 32% destes profissionais têm mais de um emprego. A média de salários dos auxiliares e técnicos de enfermagem que atendem a mulher no o pré-natal e no parto correspondem respectivamente a 43,2% e 37,3% da remuneração média das enfermeiras. Quanto à qualificação profissional, todas as enfermeiras entrevistadas na atenção básica do município referiram ter cursado ou estar cursando pós-graduação lato sensu, sendo 57,14% em saúde da família, 21,43% em enfermagem obstétrica, 7,14% em saúde da família e enfermagem obstétrica, 7,14% em saúde da família e saúde mental e 7,14% em administração hospitalar. Na maternidade, as seis enfermeiras eram especialistas em obstétrica. O tempo de experiência profissional no atendimento às mulheres no ciclo gravídico-puerperal entre os profissionais da atenção básica variou de 1 mês a 20 anos e na maternidade de 1 mês a 25 anos. Os resultados revelam que todos os profissionais são qualificados para a atenção ao ciclo gravídicopuerperal. Quanto às habilidades essenciais em obstetrícia, preconizadas pela ICM, muitas foram realizadas de forma incompletas e outras deixaram de ser realizadas. Conclusões: Na atenção básica as ações desenvolvidas pelo profissional de enfermagem no cuidado à mulher no pré-natal foram predominantemente de suporte, apoio e complementação da assistência médica, sendo discreta a participação da enfermeira na consulta de pré-natal. Na maternidade as enfermeiras atendem na admissão, acompanham o trabalho de parto e realizam a maior parte dos partos normais. Embora ainda existam habilidades específicas a serem realizadas, demonstraram ações moduladas por princípios da humanização, bem como da atenção qualificada. O estudo aponta a necessidade da reorganização da assistência ao pré-natal, inserindo efetivamente o enfermeiro, bem como que a assistência ao parto busque cada vez mais uma assistência qualificada e humanizada, com reconhecimento e autonomia do enfermeiro.
Título em inglês
The actions of nursing team in the puerperal pregnancy cycle and the essentials competences to the qualified attention on childbirth.
Palavras-chave em inglês
childbirth
obstetric nursery
professional competence
qualified attention
safe motherhood
Resumo em inglês
The qualified attention on childbirth has been one of the main focus on the Making Pregnancy Safer Initiative (MPR) in order to obtain safer pregnancies and childbirth to women and the newborns and consequently reduce the rates of maternal and newborns mortality. This study sought to know the assistance that women have in São Carlos/SP city during the puerperal pregnancy cycle spotlighting the nursing team. Objectives: Describe the profile of nursing professionals who work in puerperal pregnancy cycle and identify the actions developed for them in prenatal assistance, labour, childbirth and post-natal period correlating with the essentials competences to the obstetric basic exercising obstetrics recommended by the International Conferation of Midwives (ICM). Metodology: This study is a exploratory descriptive with a quantitative approach which used to collect data structured interview and systematic observation of the actions taken by nursing professionals in assisting puerperal pregnancy cycle. The studied population was composed of 84 nursing professionals being 37 of basic attention that provide assistance to prenatal and post-natal period and 47 of maternity that provide assistance to childbirth. Were observed in basic attention, 52 pre consults and 47 post consults, 05 SISPRENATAL opening, 05 receptiveness, 05 prenatal consults anda 05 puerperal consults undertaken by the nurses. On attention to childbirth were observed 22 admisions, 15 labours, 12 normal births, 10 cesarean, 18 newborn receipts and 18 assistances in accommodation set. It used the descriptive statistics describe and summarise data. Results: Professionals are predominantly female average 31,5 years, married (62,2%) and with children. The average of hourly charge between nursing professionals who provide assistance in basic attention was 41.6 hours and 53.9 hours on birth assistance being respectively 8,1% and 32% of these professionals have more than a job.The average salary of nursing assistants and technicians that assist women on prenatal and birth correspond respectively to 43.2% and 37,3% of the average remuneration of nurses. As vocational qualification, all nurses interviewed in city basic attention mentioned have attended or being attending a post graduation lato sensu being 57,14% in family health, 21,43% in obstetrical nursing, 7,14% in family health and obstetrical nursing, one 7,14% in family health and mental health and just one 7,14% in hospital administration. At maternity all the six nurses were obstetrical experts. Professional experience in assistance to women on puerperal pregnancy cycle between basic attention professionals ranged from 1 month to 20 years and at maternity from 1 month to 25 years.The results reveal that that all professionals are skilled attention to puerperal pregnancy cycle. As regards the essential skills in obstetrics, advocated by the ICM, many were so incomplete and other not performed. Conclusions: On basic attention the actions developed by nursing professionals on women prenatal care were predominantly of support and medical assistance complementation being discreet nurse's participation in prenatal consult. Maternity nurses serve in the admission, accompany labour and perform most normal births. Although there are specific skills to be performed, demonstrated actions modulated by principles of humanization as well as qualified attention. The study revels the need for reorganization of prenatal assistance inserting effectively the nurse as well as assistance to childbirth look increasingly a qualified and humanized assistance with recognition and autonomy of the nurse.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.