• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2011.tde-08082011-160037
Documento
Autor
Nome completo
Anna Helena Junqueira Franco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Panobianco, Marislei Sanches (Presidente)
Mamede, Marli Villela
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
A experiência de participar de um grupo de reabilitação integral para mastectomizadas
Palavras-chave em português
Grupo de Reabilitação
Mastectomizadas
Neoplasia da Mama
Resumo em português
Estudo exploratório, descritivo, com abordagem qualitativa, que teve como objetivo analisar a influência de um núcleo de reabilitação para mastectomizadas na vida das mulheres que o frequentam e identificar quais tipos de mudanças ocorreram em suas vidas. Participaram 13 mulheres com idade entre 49 e 82 anos, que frequentavam o grupo de reabilitação há no mínimo três meses. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas, com perguntas abertas. Procurou-se identificar unidades temáticas pela Análise de Conteúdo, nas seguintes categorias: 1. Deparando-se com uma nova realidade; 2. Encontrando uma forma de enfrentamento da nova realidade; 3. Mudando comportamentos e maneiras de pensar. Os resultados mostraram que após terem sido encaminhadas ao serviço de reabilitação, as mulheres começaram a entender que havia uma forma de enfrentar, com um pouco menos de sofrimento, a dura realidade de ter câncer de mama, uma doença estigmatizante, que lhes gerava dúvidas e medos em relação ao presente e ao futuro. A frequência ao serviço de reabilitação fez com que elas se descobrissem como membros do grupo e acolhidas, tanto pelas outras mulheres como pelos profissionais; sentiram nestes últimos uma verdadeira preocupação em atender todas as suas necessidades físicas, emocionais e psicossociais. Compartilharam experiências, compreenderam a importância de dividir seus problemas com o grupo, conseguiram pedir e oferecer ajuda. Encontraram um grupo de "iguais", e sentiram-se à vontade para compartilhar experiências, criar novas amizades e até mesmo uma "nova família". Conseguiram ressocializar-se. Reconheceram-se mais fortes para enfrentar o câncer, sentiram que podiam melhorar e que podiam e deviam participar de sua reabilitação, chegando a modificar comportamentos e maneiras de pensar sobre a doença e suas consequências, sobre as pessoas e sobre si mesmas. Reconheceram o serviço de reabilitação, ou seja, o grupo de mulheres e profissionais, como o grande responsável pelas mudanças positivas que ocorreram em suas vidas; conseguiram lidar melhor até mesmo com as questões da própria finitude e manifestaram a apropriação do senso crítico, quando propuseram, ainda que de forma discreta, algumas sugestões para aprimoramentos na assistência oferecida pelo serviço. O serviço de reabilitação é o lugar onde encontram ânimo para seguir a vida, com segurança para rir e chorar, falar e calar, ouvir e ser ouvida, sem reprimendas. Consideram um privilégio poder desfrutar de tudo o que serviço oferece, inclusive atividades de lazer e sem gastos financeiros. Fazer parte desse grupo significou para as participantes deste estudo um presente de Deus, a chance de vislumbrar uma nova vida.
Título em inglês
The experience of taking part of a full mastectomy rehabilitation group
Palavras-chave em inglês
Breast Neoplasms
mastectomy
Rehabilitation Group
Resumo em inglês
Exploratory, descriptive, qualitative approach, which aimed to examine the influence of a full mastectomy rehabilitation group in women who lives attend it and identify what kinds of changes in their lives. Participants included 13 women aged between 49 and 82 years who attended the rehabilitation group for at least three months. Data were obtained through interviews with open questions. We sought to identify thematic units through content analysis, the following categories: 1. finding a new reality, 2. finding a way to face the new reality; 3. changing behavior and way of thinking.The results showed that after being sent to rehabilitation services, women began to understand that there was a way to deal with a little less suffering, the harsh reality of having breast cancer, a stigmatizing disease, they generated questions and fears about the present and the future. Attendance at the rehabilitation service meant that they were discovered as members of the group and accepted by both other women and professionals, experienced in the last a genuine concern to meet all their physical, emotional and psychosocial factors. Shared experiences, understood the importance of sharing their problems with the group, could ask for and offer help. They found a group of "equal" and felt free to share experiences, new friendships and even a "new family". They managed to re-socialize. Acknowledged to be stronger to cope with cancer, they felt they could improve and that could and should participate in them rehabilitation, getting to change behaviors and ways of thinking about disease and its consequences, about people and about themselves. Acknowledged the service of rehabilitation, the group of women and professionals, as largely responsible for the positive changes occurring in their lives got better even with the issues of their own finitude and expressed the appropriation of critical sense, when they proposed , albeit discreetly, some suggestions for improvements on the care offered. The rehabilitation service is the place where they find the courage to follow the life safely to laugh and cry, talk, listen and be heard without reprimand. They consider it a privilege to enjoy all that service offers, including leisure activities and no financial expenditure. Being part of this group has meant to the participants in this study a godsend chance to glimpse a new life.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Anna_Helena_mestrado.pdf (222.04 Kbytes)
Data de Publicação
2011-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.