• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2007.tde-12032008-094048
Documento
Autor
Nome completo
Kátia Terezinha Alves Rezende
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Mishima, Silvana Martins (Presidente)
Chirelli, Mara Quaglio
Corrêa, Maria Elizabeth da Silva Hernandes
Ferraz, Clarice Aparecida
Matumoto, Silvia
Título em português
O processo de gerência nas unidades de saúde da família: limites e possibilidades em sua construção
Palavras-chave em português
Administração de serviços de saúde
Atenção primária à saúde
Saúde da família
Saúde pública
Resumo em português
Essa investigação tem por objeto de estudo o processo gerencial desenvolvido na atenção básica, em específico nas Unidades de Saúde da Família (USF), do município de Marília - SP, Brasil. A Saúde da Família tem se constituído em estratégia para a reorganização da atenção básica e da produção em saúde proposta a partir de 1994, pelo governo brasileiro e sustentada pelos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS). Um dos desafios nesse processo é o de buscar o comprometimento dos trabalhadores de saúde, assim como o de estabelecer instrumentos, como, por exemplo, a gerência de serviços de saúde, para a reorganização do processo de trabalho em saúde que possibilitem o atendimento das necessidades de saúde da população, e a ação de saúde voltada para a produção de cuidados. Assim o presente estudo tem por objetivos: apreender as características tecnológicas do processo de trabalho em saúde - o objeto, a finalidade, modo de agir e tecnologias utilizadas - na perspectiva do trabalho gerencial nas USFs; identificar e analisar a compreensão acerca do processo gerencial pelos trabalhadores de saúde; analisar a potência da gerência como ferramenta para a consolidação dos princípios e diretrizes do SUS na Saúde da Família. Para tanto aproximamo-nos do referencial da micropolítica do processo de trabalho em saúde. A captação do empírico consistiu em entrevistas semi-estruturadas junto aos trabalhadores de saúde de duas USFs. Os dados obtidos foram submetidos à Análise de Conteúdo, modalidade temática. O processo de trabalho desenvolvido nas USFs investigadas foi apreendido a partir de quatro temas identificados no estudo: concepção do trabalho na Saúde da Família; organização do processo de trabalho; trabalho em equipe na produção do cuidado; relação equipe de saúde - usuário na produção do cuidado. A análise e apresentação dos temas pautaram-se pela articulação à configuração teóricometodológica que sustenta a presente investigação. Assim, os temas apresentam-se articulados ao objeto de trabalho na Saúde da Família e projetos que sustentam essa prática em saúde, aos instrumentos e ao modo de agir no cotidiano do serviço e a constituição do processo de gestão/gerência. A análise empreendida aponta que o processo de trabalho em saúde apresenta limites para tomar as necessidades de saúde dos usuários em sua complexidade, utilizando instrumentos estritos ao setor saúde e desarticulados do processo de produção e reprodução social, no entanto, os trabalhadores expressam relações de responsabilização e acolhimento junto aos usuários dos serviços de saúde. A condução da prática gerencial, também, apresenta limites, para ser tomada como um instrumento com potência para desencadear no conjunto dos trabalhadores um processo de reflexão e revisão sobre sua prática e os encaminhe à adesão e comprometimento a um processo de produção de cuidados à saúde na direção apontada pelo SUS, porém há um movimento de tentativa, de ensaio, de procura ...
Título em inglês
This investigation has as it study object the managerial process developed in the basic attention
Palavras-chave em inglês
Family health
Health services administration
Primary health care
Public health
Resumo em inglês
This investigation has as it study object the managerial process developed in the basic attention, specifically in the USFs (Family Health Units) from the city of Marília - SP, Brazil. The Family Health has been constituted in strategy for the reorganization of the basic attention and the production in health care, proposed since 1994 by the Brazilian government and sustained by the principles and polices of the SUS (State Health System). One of the challenges in this process is seeking for commitment of the health workers, as well as establishing instruments, such as, for instance, the management of the health services for the reorganization of the work process in the health area which enables the fulfillment of the population's needs for health care and the health action focused on the production of care. Thus, the current study has as its objective: to learn the technological characteristics of the work process in health care - the object, the aim, the way of acting and the technologies used - in the perspective of the managerial work in the USFs; to identify and analyze the understanding about the managerial process by the health care workers; analyze the power of the management as a tool for the consolidation of the principles and policies of SUS in the Family Health. For such, we approached the referential of the micro politics in the process of the health care work. The gathering of the empiric constituted of semi-structured interviews with the health workers in two USFs. The collected data were subjected to Content Analysis, thematic modality. The work process developed in the investigated USFs was apprehended from four identified themes in the study: Conception of the Work in the Family Health; Organization of the Work Process; Team Work in the Production of Care; Relation Health Team - User in the Production of Care. The analysis and presentation of the themes were lined by their articulation with the theorical-methodological configuration which sustains the current investigation. Therefore, the themes are presented articulated to the work object in the Family Health and projects which sustain this practice in health, to the tools and the way of acting in the daily service and to the constitution of the process conduct/ management. The apprehended analysis points that the process of work in health care presents limitations while taking the health needs of the users in its complexity, using tools strict to the health sector and not articulated with the process of social production and reproduction, however, the workers express relations of warmth and responsibilities toward the users of health services. The conduction of the managerial practice, also, presents limitations in the sense that it's taken as a tool with enough power to trigger, among workers, a process of reflection and revision of their practice which leads to adhesion and commitment to the process of health production in the way aimed by SUS. Nevertheless, there's a movement of attempt, of rehearse, of search...
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.