• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2008.tde-12032008-100717
Documento
Autor
Nome completo
Karina Aparecida de Abreu Tonani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Muñoz, Susana Segura (Presidente)
Cupo, Palmira
Takayanagui, Angela Maria Magosso
Título em português
Identificação e quantificação de metais pesados, parasitas e bactérias em esgoto bruto e tratado da Estação de Tratamento de Esgoto de Ribeirão Preto - SP
Palavras-chave em português
bactérias
Metais pesados
parasitas
Ribeirão Preto
tratamento biológico de esgoto
Resumo em português
Nos países em desenvolvimento, onde podemos encontrar áreas urbanas densamente povoadas com precárias condições de saneamento básico, o esgoto sem tratamento é responsável por um grande número de doenças de veiculação hídrica. Além da carga microbiológica (bactérias, vírus, ovos/larvas de helmintos e protozoários), pode também conter diversos poluentes químicos que afetam a saúde humana, dentre eles os metais pesados. Este estudo teve como objetivo avaliar os níveis de metais pesados, bem como identificar e quantificar parasitas e coliformes totais e fecais em efluentes urbanos, antes e após o tratamento de esgoto pelo sistema lodos ativados da Estação de Tratamento de Esgoto de Ribeirão Preto (ETE-RP). A ETE-RP recebe e trata cerca de 57% do esgoto gerado no município de Ribeirão Preto, desde novembro de 2002. O presente estudo foi desenvolvido no Laboratório de Saúde Ambiental da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/USP, com a colaboração do Laboratório de Pediatria Setor de Metais do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/FMRP/USP. As amostras foram coletadas durante um ano (de outubro de 2006 a outubro de 2007). No esgoto bruto e tratado foram analisados os seguintes metais: Cd, Cu, Cr, Mn, Pb e Zn, utilizando técnicas de espectrofotometria, como: Espectrofotometria de Absorção Atômica acoplado a Forno de Grafite (EAA-FG) e Espectrofotometria de Absorção Atômica de Chama (EAA-Chama). A análise parasitológica foi realizada em câmara de Sedgwick-Rafter. Já as análises bacteriológicas foram realizadas utilizando-se o método Colilert® (Tubos Múltiplos). Com os dados obtidos verificou-se que os níveis de metais pesados presentes nas amostras de esgoto tratado estão dentro dos valores estabelecidos pela Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) nº. 357/2005 que estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes e pelo Decreto Estadual (SP) nº. 8468/76. Verifica-se que o processo promove a remoção parcial dos parasitas considerados como possíveis indicadores nas diretrizes da OMS. Observou-se que houve uma remoção de 90 % na concentração de coliformes totais e fecais, conforme estabelecido pelo Decreto Estadual nº 8468 (SP), de 8 de setembro de 1976 e pela Resolução nº 357, de 17 de março de 2005 do Conama (SÃO PAULO. CETESB, 1974; BRASIL. CONAMA, 2005). Este estudo representa a primeira caracterização parasitária e bacteriológica do esgoto coletado na ETE-RP e uma avaliação da remoção mediante o referido sistema de tratamento de esgoto, visando à geração de informações que contribuam com a gestão ambiental não só no nível municipal, e sim, no âmbito regional, nacional e internacional, sob a ótica da saúde pública.
Título em inglês
Identification and quantification of heavy metals, parasites and bacteria in urban wastewater before and after treatment in the Sewage Treatment Station of Ribeirão Preto, S.P
Palavras-chave em inglês
bacteria
biological treatment of wastewater
Heavy metals
parasites
Ribeirão Preto
Resumo em inglês
In developing countries there are densely populated urban areas with fragile public sanitation systems where urban effluents without treatment are responsible for several waterborne diseases. Effluents do not only carry a microbiological load (bacteria, virus, eggs/larvae of helminthes and protozoa), but their constituent elements can contain various kinds of chemical pollutants that affect human health, among them heavy metals. This study aimed to evaluate heavy metals levels and identify and quantify parasites and coliforms in urban wastewater before and after treatments by means of the activated sludge system at the Sewage Treatment Station of Ribeirão Preto (STS-RP). The STS-RP receives and treats almost 57% of total sewage generated in Ribeirão Preto city, since November 2002. This study was developed in the Environmental Health Laboratory at the College of Nursing/USP, with the Metals Sector at the Pediatrics Laboratory of the Ribeirão Preto Medical School University Hospital/USP. The samples were collected October 2006 until October, 2007. Cd, Cu, Cr, Mn, Pb and Zn were analyzed in untreated and treated effluents, user Spectrophotometer Techniques, Graphite Furnace Atomic Absorption Spectrophotometer/GF-AAS and Acetylene Flame Atomic Absorption Spectrophotometer/AF-AAS. Parasitological analysis was performed using Sedgwick-rafter Chamber, was used the Colilert Technique and for bacteriological analysis. The data showed that heavy metals levels in treated effluents remain within the levels established by national resolutions (Res. CONAMA nº357/2005 and Decreto Estadual nº8468/1976). The process promotes the partial removal of parasites considered as possible incators in WHO guidelires. A removal observed in total and fecal coliforms levels, in conformiry with Decreto Estadual nº 8468/76 (SP), issued on September 8th 1976, and with Conama, Resolution nº 357/2005, issued on March 17th 2005. This study represent the first characterization of parasites and bacteria in effluent collected at STS-RP and an initial evaluation of the chemical and microbiological removal capacity of the biological treatment system, aiming to gencrate information for the authorities responsible for environmental management at municipal, regional, national and international level, wthin a public health.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.