• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.22.2019.tde-23102019-172525
Documento
Autor
Nome completo
Eveline Treméa Justino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Fortuna, Cinira Magali (Presidente)
Almeida, Maria de Lourdes de
Lima, Nereida Kilza da Costa
Matumoto, Silvia
Título em português
Modos de cuidar na fase final do processo de viver na atenção primária à saúde em uma região de fronteira
Palavras-chave em português
Análise institucional
Atenção primária à saúde
Cuidados paliativos
Estratégia saúde da família
Modos de cuidar
Resumo em português
Esta tese teve como objetivo geral analisar os modos de cuidar e os cuidados oferecidos às pessoas em fase final do processo de viver e seus familiares pelos profissionais da Estratégia Saúde da Família em um município de tríplice fronteira, na perspectiva da Análise Institucional. Trata-se de uma pesquisa cartográfica, de abordagem qualitativa, fundamentada pelo referencial teórico-metodológico da Análise Institucional. Participaram do estudo profissionais de saúde da equipe básica da Estratégia Saúde da Família e pessoas com doença que ameaça a vida e seus familiares de um distrito sanitário do município de Foz do Iguaçu, Paraná, região de tríplice fronteira. Foram utilizados os seguintes dispositivos analíticos para a produção dos dados: entrevista, observação participante, grupo de reflexão, além do diário de bordo usado em todas essas etapas da produção de dados. Foram realizadas 43 entrevistas individuais com profissionais da Estratégia Saúde da Família; ocorreram observações participantes em 10 situações distintas, entre visitas domiciliares, consultas e orientações; e três encontros de restituição, por meio de Grupos de Reflexão, também com os profissionais de saúde supracitados. A fase de análise de processos ocorreu durante toda a pesquisa e é compreendida como um procedimento de multiplicação de sentidos, sendo o rastreio, o toque, o pouso e o reconhecimento atento os quatro gestos atencionais empregados no momento da análise. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, segundo parecer 2.358.244, e respeitou os preceitos éticos contidos na Resolução 466/2012, do Conselho Nacional de Saúde. Por meio do conjunto da produção coletiva de dados, compreendemos que o cuidado prestado aos pacientes com doença que ameaça à vida e suas famílias se manifesta em múltiplos modos de cuidar, que ora se afastam, ora se aproximam dos princípios dos cuidados paliativos e da atenção primária à saúde. Para tanto, exploramos dois territórios: "- Cuidados paliativos, aqui? Não, aqui não" e "- Cuidados paliativos, aqui? Sim, aqui também". Ambos se encontram agenciados por diferentes, e semelhantes ao mesmo tempo, modos de cuidar. O primeiro território apresenta os seguintes modos: atravessados por dificuldades e faltas; os sentimentos de des-potência que afastam do cuidar; reproduzindo o sutil (des)cuidado; trans-ferindo o cuidado à família; considerando as diferenças culturais. Já o segundo reúne os modos: revelando a presença do cuidado na fase final da vida; estabelecendo fluxos; acolhendo e escutando; articulando políticas para o cuidado integral. Dessa forma, identificamos nove possíveis variantes de modos de cuidar às pessoas na fase final da vida e seus familiares. Inseridos em um cenário macropolítico de valores contrários aos cuidados paliativos, à atenção primária à saúde e à sociedade como um todo, percebemos rupturas de barreiras que evidenciam o que há muito tempo já realizamos: proporcionar diferentes modos de cuidar. Consideramos que os modos de cuidar, talvez, sejam nossos holofotes a nos direcionar ao que de fato desejamos: a aproximação dos princípios dos cuidados paliativos e da atenção primária à saúde
Título em inglês
Ways of caring in the final phase of the life process in primary health care in a border region
Palavras-chave em inglês
Family health strategy
Institutional analysis
Palliative care
Primary health care
Ways of caring
Resumo em inglês
The general aim of this work was to analyze the ways of caring and the care offered to people in the final stage of the life process and their relatives by the professionals of the Family Health Strategy in a triple border city, from the perspective of Institutional Analysis. This was a cartographic study, with a qualitative approach, based on the methodological-theoretical framework of Institutional Analysis. Participants of the study were health care providers of the Family Health Strategy basic team and people with life-threatening illnesses and their relatives from a health district in the city of Foz do Iguaçu, Paraná, an area with a triple border. The following analytical strategies were used to produce the data: interview, participant observation, reflection group, and the field diary used in all these stages of data production. There were 43 individual interviews with professionals of the Family Health Strategy; participant observations occurred in 10 different situations, including home visits, consultations and guidance; and three restitution meetings, through Reflection Groups, also with the health professionals mentioned above. The process analysis phase occurred throughout the study and is understood as a procedure of meaning multiplication, with tracing, touch, landing and attentive recognition being the four attentional gestures employed at the time of the analysis. The study was approved by the Research Ethics Committee of the University of São Paulo at Ribeirão Preto College of Nursing, under authorization No. 2.358.244, and respected the ethical precepts contained in Resolution 466/2012 of the National Health Council. Through the set of collective production data, we comprehended that the care provided to patients with life-threatening illnesses and their family members was manifested in multiple ways of caring, which either move away or approach the principles of palliative care and primary health care. For this, we explored two areas: "- Palliative care, here? No, not here" and "- Palliative care, here? Yes, here too". Both work through different, and at the same time, similar ways of caring. The first area presented the following ways: crossed by difficulties and faults; the feelings of lack of power that distance them from caring; reproducing the subtle (lack of) care; transferring the care to the family; considering the cultural differences. The second group included the ways: revealing the presence of care in the final phase of life; establishing flows; welcoming and listening; articulating policies for integrative care. In this way, we identified nine possible variants of ways of caring for people in the final stages of life and their family members. Inserted in a macro-political scenario of values contrary to palliative care, primary health care and the society as a whole, we perceived the rupture of barriers that show what we have already been doing for a long time: providing different ways of caring. We consider that ways of caring are, perhaps, our spotlight that directs us to what we really want: the approximation of the principles of palliative care and primary health care
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.