• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.22.2011.tde-31102011-084625
Documento
Autor
Nombre completo
Paula Saud De Bortoli
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2011
Director
Tribunal
Nascimento, Lucila Castanheira (Presidente)
Menossi, Maria José
Santos, Claudia Benedita dos
Título en portugués
Adaptação cultural do instrumento Adolescent Pediatric Pain Tool (APPT) para crianças e adolescentes brasileiros com câncer
Palabras clave en portugués
Adolescente
Criança
Dor
Estudos de Validação
Neoplasias
Resumen en portugués
Crianças e adolescentes com câncer experienciam dor relacionada à doença ou ao tratamento. Mais de 70% têm dor severa por diferentes causas que podem ser relacionadas à doença (metástases ósseas, metástases de sistema nervoso central), relacionadas ao tratamento (mucosite oral, neuropatia periférica) ou relacionadas a procedimentos (aspiração de medula óssea, punção lombar, punção venosa, pós-operatória). A avaliação da dor é importante, e sua mensuração será útil para nortear e avaliar medidas apropriadas ao manejo da dor. O Adolescent Pediatric Pain Tool (APPT) é um instrumento autoaplicável que mensura a localização, a intensidade e a qualidade da dor em crianças e adolescentes de oito a 17 anos. O APPT é um instrumento de uma folha, frente e verso. Na página da frente, há uma representação gráfica do corpo humano, frente e verso, onde é realizada a localização da dor. Do outro lado da página, há uma escala visual analógica, com 10 cm de comprimento para mensurar a intensidade da dor e uma lista com descritores que enumeram a sua qualidade. A lista de descritores é composta por 67 palavras ou expressões que são organizadas dentro de 15 grupos que representam as dimensões sensorial, afetiva, avaliativa e temporal da dor. O APPT foi validado apenas na língua inglesa e traduzido na espanhola. Nesse sentido, este estudo tem o objetivo de realizar a adaptação cultural do APPT para a língua portuguesa do Brasil, para que o mesmo possa ser utilizado para avaliar a dor em crianças e adolescentes com câncer. Este é um estudo metodológico e transversal, e é parte de um estudo multicêntrico que envolve três países (Estados Unidos, Brasil e Portugal). Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. As etapas percorridas do processo de adaptação cultural do instrumento até a validação semântica seguiu um método adaptado que compreendeu as etapas: tradução inicial, síntese das traduções, avaliação pelo Comitê de Especialistas, retrotradução, comparação com o instrumento original e validação semântica propriamente dita. Algumas dessas etapas foram compostas por subetapas até a obtenção do consenso. O processo de validação semântica de um instrumento é realizado para verificar se todos os seus itens são compreensíveis e aceitos pela população para a qual o instrumento se destina. Neste estudo, participou da etapa de validação semântica um total de 35 crianças e adolescentes, de oito a 17 anos, com divisão equitativa entre sexo e faixa etária, que estavam em tratamento de câncer no hospital selecionado para o estudo. Essa etapa aconteceu em três rodadas distintas. Ao final do processo de adaptação cultural do APPT, o instrumento foi formatado, com o auxílio dos softwares Adobe Photoshop CS3 e Microsoft Word 2007, devendo, em estudos posteriores, ser aplicado na população-alvo, a fim de realizar a sua validação, com uma população de crianças e adolescentes com câncer.
Título en inglés
Cross-cultural adaptation of the Adolescent Pediatric Pain Tool (APPT) for Brazilian children and adolescents with cancer
Palabras clave en inglés
Adolescent
Child
Neoplasms
Pain
Validation Studies
Resumen en inglés
Children and adolescents with cancer experience pain related to the disease or treatment. More than 70% feel severe pain due to different causes, which can be related with the illness (bone metastases, central nervous system metastases), treatment (oral mucositis, peripheral neuropathy) or procedures (bone marrow aspiration, lumbar puncture, venipuncture, postoperative). Pain assessment is important, and its measurement is useful to guide and assess appropriate pain management measures. The Adolescent Pediatric Pain Tool (APPT) is a self-applied instrument that measures pain location, intensity and quality in children and adolescents between eight and 17 years of age. The APPT is a one-sheet recto-verso tool. The front side shows a graphical representation of the human body, front and back, where the pain location is established. On the other side of the page, a ten-centimeter visual analogue scale is shown to measure pain intensity, as well as a list of quality descriptors. The list of descriptors contains 67 words or expressions that are organized in 15 groups, representing the sensory, affective, evaluative and temporal pain dimensions. The APPT has been validated in English only and translated to Spanish. In that sense, this study aims to cross-culturally adapt the APPT to Brazilian Portuguese, so that it can be used for pain assessment in children and adolescents with cancer. This methodological and cross-sectional research is part of a multicenter study involving three countries (USA, Brazil and Portugal). Approval was obtained from the Institutional Review Board at the University of São Paulo at Ribeirão Preto Medical School Hospital das Clínicas, Brazil. The phases from the cross-cultural adaptation process until the semantic validation of the tool followed an adapted method, comprising: initial translation, synthesis of translations, assessment by Expert Committee, backtranslation, comparison with original instrument and semantic validation itself. Some of these phases consisted of sub-phases, until a consensus was reached. The semantic validation process of a tool is performed to check whether all items are understandable to and accepted by the target population. In this study, in total, 35 children and adolescents participated in the semantic validation phase, between eight and 17 years of age, equitably divided in terms of gender and age range, who were undergoing cancer treatment at the study hospital. This phase took place in three different rounds. At the end of the cultural adaptation process of the APPT, the tool was formatted, using Adobe Photoshop CS3 and Microsoft Word 2007. In future studies, it will be applied to the target population with a view to its validation in a population of children and adolescents with cancer.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2012-01-13
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.