• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.22.2016.tde-06012016-130331
Documento
Autor
Nombre completo
Teresa Cristina Pinto Rosa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2015
Director
Tribunal
Brienza, Adriana Mafra (Presidente)
Neves, Lis Aparecida de Souza
Pereira, Maria José Bistafa
Título en portugués
Grupo de Promoção à Saúde: revendo práticas para o fortalecimento da Atenção Básica
Palabras clave en portugués
Atenção primária à saúde
Promoção de saúde
Saúde da família
Resumen en portugués
O objetivo geral deste estudo foi caracterizar e analisar as práticas desenvolvidas pelos grupos de promoção à saúde do Centro de Saúde Escola (CSE) Vila Tibério como estratégia de fortalecimento da atenção básica. Como objetivos específicos, elegemos: descrever a dinâmica de funcionamento destes grupos realizados no CSE com ênfase na caracterização sociodemográfica dos integrantes; analisar as ações desenvolvidas nos grupos de promoção à saúde na ótica dos seus participantes; identificar e analisar os registros no CSE Vila Tibério e no nível central da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto que oficializam o trabalho prático do desenvolvimento dos grupos de promoção. O referencial teórico utilizado foi o da promoção da saúde com análise temática, que compreendeu os seguintes fundamentos: a equidade, a autonomia, a participação social, a intesetorialidade, a sustentabilidade e a integralidade. O estudo é de abordagem qualitativa de natureza descritiva e utilizou como instrumento de coleta de dados entrevista semiestruturada, grupo focal e fonte documental. Elegemos como sujeitos pessoas que participavam dos grupos de promoção de saúde maiores de 18 anos, com frequência mínima de 06 meses nesses grupos e um técnico da Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Preto com atuação no sistema de informação. Na caracterização dos sujeitos participantes do grupo focal, encontramos 93,75% do sexo feminino e 68,7% foi a faixa etária de maiores de 60 anos. Quanto à escolaridade, 43,8% possuíam ensino médio completo e, sobre o tempo de participação nos grupos de promoção, identificamos 53,6% que referiram frequentar os grupos num período de 02 a 05 anos. A partir do referencial teórico proposto, passamos a analisar como os fundamentos da promoção da saúde estavam presentes na ótica dos participantes do grupo focal e, nesse movimento de articular o referencial teórico e os depoimentos dos participantes do grupo focal, elegemos a categoria empírica modelo de assistência e esta foi sustentada a partir de unidades temáticas que emergiram da análise, sendo elas: integralidade; participação social; sustentabilidade; intersetorialidade e equidade. Em relação ao sistema de informação, analisamos que o mesmo privilegia a produtividade quantitativa em saúde. Assim, não oportuniza o sentido desses registros para os profissionais que trabalham com grupos de promoção. Consideramos que os grupos de promoção à saúde podem contribuir como uma prática em direção à mudança de modelo assistencial; para o fortalecimento da atenção primária à saúde como principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde, utilizando-se de premissas da estratégia de Saúde da Família; e para favorecer a adesão e o vínculo da comunidade aos serviços de saúde, principalmente através dos agentes comunitários de saúde. Os grupos de promoção à saúde também poderão compor de maneira sistematizada as ações na agenda de serviços da atenção básica de saúde de forma que sua produção seja incluída nos setores de informação e resulte, além de maior visibilidade do trabalho, uma importante ferramenta na composição do financiamento para a gestão municipal de saúde
Título en inglés
Group of health promotion: reviewing practices to strengthen Primary Care
Palabras clave en inglés
Family health
Health promotion
Primary health care
Resumen en inglés
The general objective of this study was to characterize and analyze the practices developed by groups of health promotion of the Health School Center (CSE) of Vila Tibério as a strengthening strategy of primary care. As specific objectives, we elected: describe the working dynamics of these groups performed in the CSE with an emphasis on socio-demographic characteristics of the members; analyze the actions developed in the health promotion groups from the viewpoint of its participants; identify and analyze the records in the CSE Vila Tibério and at the central level the Municipal Health Secretary of Ribeirão Preto that formalize the practical work of development of the promotion groups. The theoretical reference used was the health promotion with thematic analysis that included the following grounds: equity, autonomy, social participation, intersectoriality, sustainability and comprehensiveness. The study is a qualitative approach of descriptive character and used as instrument the data collected through semi-structured interview, focus groups and documentary source. We elected as subjects, people who participated in the health promotion groups and was aged over 18 years with minimum frequency of 06 months in these groups and a technician from the Municipal Health Secretary of Ribeirão Preto with expertise in the information system. The characterization of the subjects that participated in the focus group, we found 93.75% female, 68.7% was aged over 60 years. As for education, 43.8% had completed high school and regarding time of participation in promotion groups, we identified 53.6% who reported attending the groups over a period of 02 to 05 years. From the proposed theoretical reference, we analyzed how the fundamentals of health promotion were present in the view of the focus group participants and in this movement to articulate the theoretical reference and the statements of the focus group participants, we elected Assistance Model as empirical category and this was sustained from the thematic units that emerged from the analysis, as comprehensiveness; social participation; sustainability; intersectoriality and equity. Regarding the information system we analyzed that it focuses on quantitative productivity in health matter. Thus, it does not favor the meaning of these records to the professionals who work with promotion groups. We consider that health promotion groups can contribute as a practice towards the change of healthcare model, the strengthening of primary health care as the main gateway to the National Health System (SUS), using assumptions of the Family Health Program strategy, promotes adhesion and the bond of the community to health services, mainly through community healthcare agents. The health promotion groups can also compose in a systematic way the actions in the primary care service health agenda so that its production is included in the sectors of information and results, in addition to a greater visibility of the work, an important tool in the composition of financing for the municipal health administration
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-01-26
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.