• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2016.tde-06052016-190127
Documento
Autor
Nome completo
Edna Castro da Cruz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Évora, Yolanda Dora Martinez (Presidente)
Pereira, Marta Cristiane Alves
Torquato, Maria Teresa da Costa Gonçalves
Título em português
Contribuição da consulta de enfermagem na adesão ao tratamento do diabetes mellitus na estratégia saúde da família do município de Ribeirão Preto, SP
Palavras-chave em português
Adesão ao tratamento
Avaliação de processos e resultados
Avaliação em enfermagem
Avaliação em saúde
Diabetes mellitus
Estratégia saúde da família
Resumo em português
Trata-se de estudo de intervenção tipo antes e depois, no qual o sujeito é seu próprio controle, fator que permite identificar os efeitos na adesão ao tratamento e controle dos níveis glicêmicos. Teve como objetivo avaliar a contribuição da consulta de enfermagem na adesão ao tratamento do diabetes mellitus tipo 2, em uma Unidade Saúde da Família, de acordo com o "Protocolo de atendimento as pessoas com diabetes mellitus," em Ribeirão Preto, SP. A coleta de dados foi realizada no período de setembro de 2014 a janeiro de 2015. O trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, SP, sob Parecer nº 648.970. Participaram 31 pessoas com diabetes mellitus, por meio de três consultas de enfermagem, na unidade de saúde e no domicílio, com intervalo de um mês entre as três consultas de todos os participantes. Foi utilizado um roteiro contendo variáveis sociodemográficos e clínicas e o teste de Medida de Adesão ao Tratamento. Para a análise da adesão, durante e após a intervenção, utilizou-se a estatística descritiva e o teste de Mann- Whitney; para a comparação do antes e após a intervenção, utilizou-se o teste de Wilcoxon; para análise de correlação com as variáveis numéricas, o coeficiente de correlação de Spearman e o teste Q de Cochran, para a comparação dos exames nos momentos anterior, durante e posterior à intervenção. Os resultados mostraram que os participantes tinham entre 33 e 79 anos, sendo 58,1% do sexo feminino; 71% tinham companheiro; renda familiar de 1 a 3 salários-mínimos (83,9%); 80,6% referiram ser profissionalmente inativos (aposentados, pensionistas ou do lar); média de 5,68 anos de estudo e predomínio de menos de 8 anos de estudo (67,7%). Em relação aos valores da pressão arterial sistêmica constatou hipertensão arterial sistêmica grau I em 25,8% das pessoas com diabetes mellitus, 90,3% com índice de massa corporal apresentando excesso de peso, quanto à circunferência abdominal, 32,2% dos homens estavam com valores maiores que 102 cm e 45,2% das mulheres com valores acima de 88 cm. A avaliação dos pés, com uso do monofilamento Semmes-Weinstein de 10g, apresentou 9,7% das pessoas com diabetes mellitus com pé em risco para ulceração e diminuição ou ausência de sensibilidade tátil pressórica protetora dos pés. O tempo de diagnóstico do diabetes mellitus tipo 2 variou entre 1 a 39 anos, predominando as comorbidades hipertensão arterial (83,9%), dislipidemia (58,1%) e obesidade (41,8%). Quanto aos exames laboratoriais, observa-se que, em 64,5% da população estudada, os níveis da glicemia de jejum estavam acima de 100 mg/dL , ocorrendo pequena redução para 61,3% nos casos de pessoas com diabetes mellitus durante a intervenção e se manteve após. No que se refere à glicemia pós-prandial, os casos das pessoas com diabetes mellitus com valores iguais ou acima de 160 mg/dL, antes da intervenção era de 45,2% e durante e após a intervenção caiu para 38,7%. Em contrapartida, aumentou o número de pessoas com diabetes mellitus durante e após a intervenção, com valores da glicemia pós-prandial abaixo de 160 mg/dL, de 54,8% para 61,3%. E, em relação à hemoglobina glicada, foi observado que em 61,3% das pessoas com diabetes mellitus os valores antes da intervenção eram iguais ou acima de 7%. Durante a intervenção, caiu para 19,3% e após a intervenção o número de pessoas com diabetes mellitus, com a hemoglobina glicada igual ou superior a 7%, chegou a 38,7%. Quanto aos valores abaixo de 7%, observou-se aumento de 38,7% antes da intervenção para 80,6 e 61,3% respectivamente, durante e após a intervenção, com diferença estatisticamente significante (p< 0,001). As pessoas com diabetes mellitus desse estudo, apresentaram 83,87% de adesão ao tratamento antes da intervenção, e esses escores subiram para 96,78% após a intervenção, fato corroborado pelo teste de Wilcoxon que mostrou escores estatisticamente significantes (p<0,001), entre antes e após a intervenção. Esse estudo contribui para ressaltar a importância do enfermeiro, enquanto integrante da equipe multiprofissional, seguindo as orientações do "Protocolo de atendimento ao indivíduo com diabetes", tanto no atendimento individual quanto em grupo, reorganizando o processo de trabalho, contribuindo para maior adesão ao tratamento e controle dos níveis glicêmicos, ao minimizar a fragmentação e assegurar a continuidade na assistência, por meio de abordagem integral ao diabético
Título em inglês
The contribution of nursing care to drug treatment adherence of diabetic patients in the family health strategy program in the municipality of Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil
Palavras-chave em inglês
Assessment in health care
Diabetes mellitus
Family health strategy
Nursing assessment
Process and result evaluation
Treatment adherence
Resumo em inglês
This was a before- and after-intervention study, in which the subject serves as its own control, aimed to analyze the effects of intervention on treatment adherence and blood sugar control. The objective of the study was to evaluate the contribution of nursing care to treatment adherence of type 2 diabetes mellitus patients following the "diabetes care protocol" adopted by Family Health centers in Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil. Data were collected between September 2014 and January 2015. The Research Ethics Committee of the Ribeirao Preto College of Nursing approved the study under ruling no. 648.970. From 31 participants with diabetes by way of three meetings with nurses, either at the health center or at home, with a month-long interval between appointments. We used an interview script to gather sociodemographic and clinical variables and gave participants a test to measure treatment adherence. Descriptive statistics and the Mann-Whitney test were used to analyze adherence during and after intervention; the Wilcoxon test was used for the before and after-intervention comparison; Spearman's Rank Correlation Coefficient was used to analyze the correlation between the numerical variables; and Cochran's Q test was used to compare tests before, during, and after intervention. Results showed that participants were between 33 and 79 years old, of which 58.1% were female; 71% had a partner; 83.9% had a family income of 1 to 3 minimum wages; and 80.6% referred to themselves as professionally inactive (retirees, pensioners, or homemakers). The mean education level was 5.68 years of formal education with a predominance of less than 8 years of formal education (67.7%). Regarding blood pressure values, stage 1 hypertension was detected in 25.8% of individuals with diabetes, and 90.3% had a body mass index indicating overweight. In terms of waist circumference, 32.2% of the men presented values greater than 102 cm and 45.2% of the women showed values greater than 88 cm. Foot assessment using 10g Semmes-Weinstein monofilaments indicated that 9.7% of diabetic individuals' feet were at risk for plantar ulcers and showed reduced or lack of protective sensation. Time of type 2 diabetes diagnosis varied between 1 to 39 years, and the most prevalent comorbidities were high blood pressure (83.9%), dyslipidemia (58.1%) and obesity (41.8%). In terms of laboratory tests, 64.5% of the studied population presented levels of fasting blood sugar levels above 100 mg/dL, which fell slightly to 61.3% during the intervention, and were then maintained after the intervention. Postprandial glucose tests revealed that 45.2% of individuals with diabetes presented values equal or greater than 160 mg/dL before the intervention, falling to 38.7% post-intervention. In turn, the number of individuals with diabetes with postprandial glucose levels greater than 160 mg/dL increased from 54.8% to 61.3%. Regarding glycated hemoglobin, 61.3% of diabetic patients presented pre-intervention values equal or greater than 7%. During the intervention, this value fell to 19.3%, and after the intervention, 38.7%. Patients with values below 7% corresponded to 38.7% before the intervention and 80.6% and 61.3% during and post-intervention, respectively, with a statistically significant difference (p< 0.001). Diabetic individuals in this study presented an 83.87% rate of treatment adherence before the intervention, a percentage that rose to 96.78% post-intervention, a finding corroborated by the Wilcoxon test that showed statistically significant scores (p< 0.001) between pre- and post-intervention. This study emphasizes the importance of nurses as members of multiprofessional teams following the guidelines set forth in the "diabetes care protocol," both in individual and group interventions, reorganizing work processes, and contributing to greater treatment adherence and blood sugar control by minimizing fragmentation and ensuring continuity of care for diabetic patients via a comprehensive approach
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EDNACASTRODACRUZ.pdf (2.72 Mbytes)
Data de Publicação
2016-05-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.