• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.22.2020.tde-20112019-165906
Documento
Autor
Nome completo
Celma Aparecida Barbosa dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Souza, Jacqueline de (Presidente)
Pedrão, Luiz Jorge
Veloso, Tatiana Maria Coelho
Viana, Angelina Lettiere
Título em português
Assistência de enfermagem às gestantes de alto risco: as necessidades psicossociais em foco
Palavras-chave em português
Cuidado de enfermagem
Gravidez de alto risco
Saúde mental
Resumo em português
As necessidades psicossociais relacionadas à gestação de alto risco são importantes aspectos a serem considerados no processo de avaliação das mulheres pela equipe de enfermagem, pois, consiste num período em que necessitarão de apoio e orientação tanto para questões gerais relacionadas à gestação quanto específicas desta condição de risco. Neste estudo propôs-se analisar as necessidades psicossociais apresentadas por gestantes de alto risco em um Serviço de Referência à Saúde da Mulher e da Criança.Trata-se de um estudo qualitativo descritivo exploratório que teve como população as gestantes de alto risco atendidas no referido serviço. Utilizaram-se as técnicas de observação participante e entrevista semiestruturada para a coleta de dados e foi empreendida a triangulação e análise de conteúdo das informações obtidas. O perfil sociodemográfico, os dados clínicos e algumas características relacionadas à composição familiar das participantes demonstraram que a maioria estava na faixa etária de 19 a 30 anos, não apresentava histórico de abortos ou complicações gestacionais prévias e tinham apenas um filho. A análise de conteúdo das entrevistas e da observação participante culminou em três categorias, nas quais identificou aspectos psicossociais relacionados aos fatores emocionais, laborais e necessidades específicas de apoio social e cuidados profissionais. As gestantes manifestaram sentimentos de ansiedade, sofrimento e medo frente à condição vivenciada no alto risco e também dificuldades financeiras. Em contrapartida, foi verificado forte apoio social às mesmas, provido por entes familiares próximos como mãe, pai, esposo, filhos e sogra. Observou-se expressões de satisfação com a assistência recebida pelo serviço de saúde, bem como a presença de vínculo com os profissionais. A presente investigação evidencia a diversidade de anseios e vulnerabilidades da vida das participantes e revela que reconhecer e compreender suas demandas psicossociais são ações importantes para a promoção de cuidados integrais por parte da equipe assistencial. Sugere-se que estudos posteriores contemplem, em sua abordagem, os aspectos psicossociais das gestantes de alto risco, sobretudo no tocante à atuação dos profissionais que trabalham nos serviços de atenção básica. Haja vista que a assistência psicossocial pode e deve ser realizada em todas as instâncias de atenção à mulher que perpassa pelo ciclo gravídico de alto risco. Por meio das informações levantadas foi preparado um script para o desenvolvimento de uma tecnologia web sob medida de classificação de riscos psicossociais para avaliação de gestantes de alto risco. Pretende-se, por meio dessa tecnologia, facilitar a coleta de informações quanto aos aspectos psicossociais das gestantes atendidas no serviço e estimular o enfoque dos mesmos na rotina de trabalho da equipe de enfermagem, com ações embasadas no perfil de clientela atendido. Destarte, vislumbra-se que a implantação de métodos sistematizados de assistência à saúde seja o meio para o alcance do aumento da qualidade dos cuidados prestados, bem como da satisfação das necessidades das gestantes de alto risco
Título em inglês
Nursing care to high-risk pregnant women: psychosocial needs in focus
Palavras-chave em inglês
Mental health
Nursing care
Pregnancy high-risk
Resumo em inglês
The psychosocial needs of high-risk pregnant women are important aspects that should be considered in the evaluation of these women by the nursing team, since pregnancy is a period in which women need support and guidance for general issues related to the pregnancy and for specific issues related to their risk condition. This study aimed to analyze the psychosocial needs presented by high-risk pregnant women in a Specialized Service for Women's and Children's Health. This is a qualitative, exploratory, descriptive study with high-risk pregnant women followed up in the above-mentioned service. Participant observation and semistructured interviews were used for data collection, with triangulation and content analysis of the information obtained. The socio-demographic profile, clinical data and some characteristics related to the family composition of the participants revealed that most were between 19 and 30 years old, had no history of previous abortions or pregnancy complications and had only one child. The content analysis of the interviews and the participant observations generated three categories, which addressed psychosocial aspects related to emotional factors, work factors and specific needs for social support and professional care. The pregnant women expressed feelings of anxiety, suffering and fear associated with their high-risk condition and with financial difficulties. On the other hand, there was strong social support from close family members such as mother, father, spouse, children and mother-in-law. The participants expressed satisfaction with the assistance received in the health service and demonstrated a bond with the professionals. The present study evidences the diversity of desires and vulnerabilities of the participants and reveals that recognizing and understanding their psychosocial demands is important for the provision of comprehensive care. Future studies should include the psychosocial aspects of high-risk pregnant women in their approach, especially regarding the work of professionals in primary health care services, since psychosocial care can and should be included in all levels of care provided to women who experience high-risk pregnancies. Based on the information collected, a script for the development of a web technology for the classification of psychosocial risks in the evaluation of high-risk pregnant women was prepared. The aim of this technology is to facilitate the collection of information on psychosocial factors of pregnant women followed-up in the service and to stimulate the inclusion of these factors in the work routine of the nursing team, which should develop actions based on the participants' profile. Thus, it is expected that the implementation of systematized methods in health care will increase the quality of care and help meeting the needs of high-risk pregnant women
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.