• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2010.tde-22032010-105452
Documento
Autor
Nome completo
Janaina Merli Aldrigui
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Wanderley, Marcia Turolla (Presidente)
Antunes, Jose Leopoldo Ferreira
Cardoso, Mariane
Título em português
Fatores relacionados à ocorrência de necrose pulpar em incisivos decíduos traumatizados
Palavras-chave em português
Dentes decíduos
Necrose pulpar
Traumatismo dental
Resumo em português
O objetivo desse estudo de coorte histórico foi avaliar o traumatismo dental em incisivos superiores decíduos e fatores associados à ocorrência de necrose pulpar em incisivos centrais superiores decíduos traumatizados. Os dados foram coletados por um único examinador através de exame de fotografias, radiografias e informações presentes nos prontuários dos pacientes atendidos no Centro de Pesquisa e Atendimento de Traumatismo em Dentes Decíduos da Disciplina de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo entre os anos de 1998 e 2009. O critério utilizado para a inclusão do prontuário no estudo foi a existência de fotografias e/ou radiografias que comprovassem a presença de incisivos centrais permanentes erupcionados, em processo de erupção ou com incisivos superiores decíduos próximos a esfoliação. Foram avaliados 521 prontuários e em relação aos dados de traumatismo, a maioria dos pacientes pertencia ao gênero masculino, com história de trauma dental antes dos três anos de idade e 23% das crianças possuíam alterações oclusais anteriores predisponentes ao traumatismo dental. A queda da própria altura seguida de traumatismo dental contra o chão foi a etiologia dominante; os incisivos centrais foram os dentes mais acometidos; os traumas periodontais os mais prevalentes e 57% dos pacientes procuraram o atendimento no Centro de Trauma em Dentes Decíduos no mínimo 30 dias após o traumatismo. Para o estudo da necrose pulpar foram avaliados 727 incisivos centrais superiores decíduos traumatizados. Os sinais considerados na classificação do dente necrosado foram: presença de alteração no tecido gengival (fístula ou abscesso) e presença de lesão periapical. A incidência de necrose pulpar foi de 22,6%; 10% do total de dentes da amostra necrosaram no intervalo de 6 meses, correspondendo 45% do total de dentes necrosados. A análise de regressão de Poisson multivariada indicou como fatores de risco para a necrose pulpar o relato de dor (RR = 1,73; 1,22 2,45), trauma do tecido duro envolvendo dentina (RR = 1,74; 1,15 2,62), trauma do tecido duro com exposição pulpar (RR =4,55; 2,80 7,40), trauma ósseo (RR = 2,56; 1,08 6,08), alteração de cor marrom (RR = 1,82; 1,27 2,61), alteração de cor cinza (RR = 2,24; 1,48 3,41), reabsorção externa com infecção apical (RR = 4,89; 3,36 7,18), reabsorção externa com infecção apical e lateral e/ou cervical (RR = 5,05; 3,53 7,22) e reabsorção externa com infecção lateral e/ou cervical (RR = 5,66; 3,59 8,90). A presença de calcificação pulpar (RR = 0,45; 0,28 0,73) e reabsorção externa com formação óssea (RR =0,62; 0,47 0,83) foram fatores de proteção para a necrose pulpar. Conclui-se que trauma ósseo concomitante ao traumatismo dental, trauma dos tecidos duros dos dentes envolvendo dentina ou com exposição pulpar, relato de dor pela criança durante o período de acompanhamento clínico, alteração de cor cinza ou marrom reabsorção externa com infecção da raiz são fatores que aumentam o risco de necrose pulpar. Além disso, presença de calcificação pulpar e reabsorção externa com formação óssea podem ser fatores de proteção para a ocorrência de necrose pulpar.
Título em inglês
Associated factors to occurrence of pulp necrosis in traumatized primary incisors
Palavras-chave em inglês
Primary teeth
Pulp necrosis
Traumatic dental injuries
Resumo em inglês
The purpose of this historical cohort study was to assess dental trauma in primary upper incisors and factors associated with the occurrence of pulp necrosis in traumatized primary upper central incisors. Data was collected by a single examiner through the analysis of photographs, radiographs, and information contained in the clinical files of patients who attended the Center for Research and Treatment of Dental Trauma in Primary Teeth of the School of Dentistry of the University of São Paulo between the years of 1998 and 2009. The inclusion criteria used was that the clinical file had to have photographs and radiographs which could confirm the presence of exfoliating primary incisors, erupting or erupted permanent upper central incisors. Five hundred and one clinical files were assessed to analyze dental trauma data, the majority of the patients was male and presented with a history of dental trauma that had occurred before they were 3 years old. Twenty three percent of the children had occlusal alterations which might have predisposed them to dental trauma. Dental trauma as a consequence of falling down (from their own height) on the floor was the main etiological factor found; central incisors were the most commonly affected teeth, periodontal trauma was the most prevalent and 57% of the patients sought treatment at the Center for Dental Trauma in Primary Teeth at least 30 days after the trauma had occurred. For the pulp necrosis study, 727 traumatized primary upper central incisors were assessed. The signs considered as indicators of necrosis were: presence of alteration in gingival tissue (fistula or abscess) and presence of periapical lesion. The incidence of pulp necrosis was of 22.6%; 10% of the total of teeth in the sample had suffered necrosis within an interval of 6 months after trauma, corresponding to 45% of the total of necrosed teeth. Poisson multivariate regression analysis indicated the following risk factors for pulp necrosis: reported pain (RR = 1.73; 1.22 2.45), dental hard tissue trauma involving dentin (RR = 1.74; 1.15 2.62), dental hard tissue trauma causing pulp exposure (RR = 4.55; 2.80 7.40), bone trauma (RR = 2.56; 1.08 6.08), brown color alteration (RR= 1.82; 1.27 2.61), grey color alteration (RR= 2.24; 1.48 3.41), external root resorption with apical infection (RR = 4.89; 3.36 7.18), external root resorption with apical infection and lateral and/or cervical (RR = 5.05; 3.53 7.22), and external root resorption with lateral and/or cervical infection (RR = 5.66; 3.59 8.90). The presence of pulp calcification (RR = 0.45; 0.28 0.73) and external root resorption with bone formation (RR =0.62; 0.47 0.83) were protective factors against pulp necrosis. It was concluded that bone trauma occurring simultaneously to dental trauma, dental hard tissue trauma involving dentin or with pulp exposure, pain report from the children during the period of clinical follow-up, brown or grey color alteration, and external root resorption with apical infection are factors which increase the risk for pulp necrosis. Moreover, the presence of pulp calcification and external root resorption with bone formation could be protective factors against the occurrence of pulp necrosis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.