• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2007.tde-16052007-085617
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Soeiro Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Kiausinis, Vyto (Presidente)
Bortoli Junior, Nilton de
Dias, Reinaldo Brito e
Netto, Henrique Cerveira
Yamada, Roberto Nobuaki
Título em português
"Estudo comparativo da intensidade da força de mordida de próteses totais convencionais e overdentures inferiores retidas por sistema barra/clip sobre implantes"
Palavras-chave em português
Força de mordida
Overdentures
Prótese sobre implantes osseointegrados
Prótese total
Reabilitação oral
Resumo em português
O objetivo da pesquisa foi comparar a intensidade da força de mordida, utilizando um gnatodinamometro em pacientes edentados que utilizam Próteses Totais superiores e Overdentures inferiores retidas por sistema barra/clipe e avaliar por meio de um questionário a satisfação geral destes pacientes após a reabilitação por próteses sobre implantes. O estudo foi desenvolvido em duas etapas: a primeira parte enfocou a mensuração da intensidade da força de mordida na região dos primeiros molares de ambos os lados, com o paciente utilizando a prótese total superior e a overdenture inferior e a repetição do exame após a remoção da barra sobre implante, tornando-se assim um paciente portador de Próteses Totais bimaxilares convencionais. Em média a intensidade máxima da força de mordida, obtida quando o paciente estava com a barra (overdenture inferior) foi de 8,9 Kgf, e quando a barra era removida (Prótese Total bimaxilar) foi de 4,8 Kgf. Ocorrendo praticamente um aumento de 100% na intensidade da força com a colocação da prótese sobre implante inferior. Já na segunda parte foi aplicado um questionário com o intuito de comparar a capacidade do paciente de mastigar certos tipos de alimentos com a prótese antiga e com a prótese sobre implante, e avaliar sua satisfação pessoal. Os resultados das respostas dos questionários demonstraram que 100% dos pacientes relataram dificuldade, com relação à mastigação de Cenoura crua e Amendoim. No entanto, com a prótese sobre implantes, mais de 91% afirmaram sentirem-se confortáveis ao mastigar esses alimentos. As porcentagens atingiram 100% para Pudim, Banana e Maçã. Com a prótese antiga, a capacidade de mastigar era reduzida, visto que notas (0) zero e (4) quatro foram atribuídas por mais de 86% dos pacientes, já com a prótese sobre implantes, a avaliação da capacidade de mastigar melhorou muito, uma vez que 100% dos pacientes atribuíram notas iguais ou superiores a 8 (oito). Desta forma pode-se concluir que a reabilitação com próteses sobre implantes em pacientes edentados, proporciona um aumento da intensidade da força de mordida em mais de 100%, ou seja, o dobro em relação a próteses Totais Convencionais. A satisfação geral, com relação ao tratamento envolvendo implantes foi excelente, uma vez que mais de 95% dos pacientes avaliaram o trabalho com notas iguais a 9 (nove) ou 10 (dez).
Título em inglês
Comparisions of maximum bite force with mandibular conventional dentures and implant-supported overdentures
Palavras-chave em inglês
Bite force
Complete denture
Oral rehabilitation
Overdenture
Resumo em inglês
The objective of the research was to compare the intensity of the bite force, using an gnatodinamometer in edentulous patients that use superior complete denture and inferior Overdentures retained by clip bar system and to evaluate general satisfaction of these patients after the rehabilitation with the prostheses on implants through a questionnaire. The study was developed in two stages: the first part focused the mensuration of the intensity of the bite force in the area of the first molars on both sides, with the patient using the superior complete denture and the inferior overdenture and after the removal of the bar on implant, thus becoming a patient with a complete conventional denture. On average the maximum intensity of the bite force, obtained when the patient was with the bar (inferior overdenture) was of 8,9 Kgf, and when the bar was removed (prosthesis total bimaxilar) it was of 4,8 Kgf. notecing an increase of 100% practically in the intensity of the force with the placement of the prosthesis on inferior implant. In the second part a questionnaire was applied with the intention of comparing the capacity of the patient to chew certain types of foods with the old prosthesis and with the prosthesis on implant, and to evaluate his/her personal satisfaction. The results of the questionnaires demonstrated that 100% of the patients talked about difficulties regarding the mastication of raw carrot and peanut. However, with the prosthesis on implants, more than 91% reported to feel comfortable when chewing those foods. The percentages reached 100% for pudding, banana and apple. With the old prosthesis, the capacity to chew was reduced, as grades (0) zero and (4) four were attributed by more than 86% of the patients. As regards the prosthesis on implants, the evaluation of the capacity of chewing got much better as 100% of the patients attributed grades equal or superior to 8 (eight). This way it can be concluded that the rehabilitation with prostheses on implants in edentulous patients , provides an increase of the intensity of the bite force in more than 100%, in other words, the double in relation to conventional complete denture and the general satisfaction, regarding the treatment involving implants was great, as more than 95% of the patients evaluated the work with grades equal to 9 (nine) or 10 (ten).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-09-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.