• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2011.tde-06032012-170254
Documento
Autor
Nome completo
Elisangela Noborikawa Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Silveira, Fernando Ricardo Xavier da (Presidente)
Lotufo, Mônica Andrade
Silva, Eriques Gonçalves da
Título em português
Estudo comparativo de dois meios cromogênicos para identificação de espécies do gênero Candida, isoladas da mucosa oral de pacientes portadores de próteses totais completas ou uni maxilares superiores, com ou sem suspeita de candidíase oral
Palavras-chave em português
Candida
Candidíase Oral
Estomatite sob prótese
Resumo em português
O gênero Candida abriga várias espécies de importância médica e embora algumas venham adquirindo interesse crescente, Candida albicans continua sendo a mais importante e responsável pelo maior número de infecções. Encontrada na microbiota de seres humanos saudáveis, é responsável pela infecção oral fúngica mais comum, em relação bastante estreita com a estomatite sob prótese (EP). Esta é um processo inflamatório da mucosa oral, comum em portadores de próteses dentárias, parciais ou totais subjacentes a uma prótese, onde também podem estar outros microrganismos, interagindo com diversos fatores, ligados ao hospedeiro e aos próprios microrganismos presentes no biofilme da superfície interna da prótese. A maioria dos casos é assintomática e alguns pacientes relatam dor, prurido ou sensação de ardência. O diagnóstico é clínico, complementado por exames tais como o citológico e o micológico direto. O tratamento é quase sempre empírico, sem a clara certeza se o indivíduo é portador da levedura e se outras espécies, estão envolvidas. Os meios cromogênicos possibilitaram avanço no diagnóstico das candidíases orais. Sua utilização facilita a identificação destas leveduras, com resultados em menor tempo que os dos métodos já padronizados para outras espécies de Candida. O CHROMagar Candida (CC) é a referência, fornecendo resultados em 48 horas após semeadura direta do material coletado. O meio denominado Candida Chromogenic Agar (CCA), foi recentemente lançado em nosso mercado e tendo em vista o seu baixo custo parece ser mais uma ferramenta para o diagnóstico da candidíase, embora não haja, ainda, literatura disponível sobre o seu emprego. O objetivo do presente trabalho, foi comparar esse novo meio ao CHROMagar Candida, quanto à sensibilidade e especificidade no isolamento de espécies do gênero Candida da mucosa oral de portadores de próteses totais superiores, com ou sem sintomas de EP. Participaram do estudo, 61 pacientes, de ambos os gêneros, portadores de próteses totais (45,9%) ou uni maxilares superiores (54,1%). Dentre as 61 amostras coletadas, 45 (73,77%) foram positivas para leveduras em CC, sendo C. Albicans (38 amostras, 24 únicas e e 14 (36,84%) mistas. Destas, 8 de C. Albicans + C. Tropicalis (21,05%); 3 de C. Albicans + C. glabrata (7,89%); 3 de C. albicans + C. tropicalis + C. glabrata (7,89%). Outras espécies presentes foram, 15 C. tropicalis (33,33%). Duas únicas (13,33%), duas mistas, C. tropicalis + C. glabrata (13,33%) e uma C. tropicalis + C. parapsilosis (6,66%). Em CCA, das 45 amostras, 39 foram positivas (86,6%). C. albicans, foi a mais frequente, com 33 isolados (84,6%), sendo, 25 únicas (75,75%) e 8 mistas (24,25%). Assim, C. albicans + C. tropicalis (5 12,82%); C. albicans + C. glabrata (2 5,13%); C. albicans + C. tropicalis + C. glabrata (uma 2,56%). Outras espécies isoladas foram: C. tropicalis (3 7,7%), e C. glabrata, C. krusei e C. parapsilosis (uma de cada 2,56%). Foi possível concluir que o CHROMagar Candida foi mais sensível (100% x 65%) e mais específico para albicans (84,4% x 73,3%); tropicalis (33,3% x 20,0%) e glabrata (17,7 % x 8,8%). Ambos apresentaram a mesma especificidade (2,2%), para krusei e parapsilosis.
Título em inglês
Comparative study between two chromogenic media for identification of species of genus Candida isolated from oral mucosa of patients wearing complete dentures or superior total prostheses and with signs or not of oral candidiasis
Palavras-chave em inglês
Candida
Denture stomatitis
Oral candidiasis
Resumo em inglês
The genus Candida includes several species of medical importance and although some will acquire increasing interest, Candida albicans remains the most important and responsible for more infections. Found in the microbiota of healthy humans, is responsible for the most common oral fungal infection in very close relation with denture stomatitis (EP). This is a frequent inflammation of the oral mucosa in complete or partial dentures wearers, where may also be present other microorganisms, interacting with several factors linked to the host and the microorganisms present themselves, in the inner surface of the biofilm of the prostheses. Most cases are asymptomatic and some patients report pain, itching or burning sensation. The diagnosis is clinical, supplemented by tests such as cytological and mycological. Treatment is often empiric, with no clear certainty whether the individual is only a carrier of yeast and if other species are involved. The chromogenic media enabled advances in the diagnosis of oral candidiasis. Its use facilitates the identification of these yeasts, resulting in less time than those of already standardized methods for other species of Candida. The CHROMagar Candida (CC) is the reference, providing results in 48 hours from the material collection. The medium called Chromogenic Candida Agar (CCA) was recently launched in our market and in view of its low cost seems to be one more tool for the diagnosis of candidiasis, although there is a lack of literature available on it. The objective of this study was to compare this new medium to CHROMagar Candida for sensitivity and specificity in the isolation of species of genus Candida from the oral mucosa of patients with upper dentures with or without symptoms of EP. Sixty one patients of both genders were recruited wearing complete dentures (45.9%) or uni upper jaw (54.1%) prostheses. Among the 61 samples, 45 (73.77%) were positive for yeasts in CC, and C. albicans (38 samples, 24 unique and 14 (36.84%) mixed. From these, 8 of C. albicans + C. tropicalis (21.05%), 3 of C. albicans + C. glabrata (7.89%), 3 of C. tropicalis + C. albicans + C. glabrata (7.89%). Other species were present, being 15 C. tropicalis (33.33%). Two unique isolates (13.33%), two mixed: C. tropicalis + C. glabrata (13.33%) and C. tropicalis + C. parapsilosis (6.66%). In CCA, from the 45 samples, 39 were positive (86.6%). C. albicans was the most frequent, with 33 isolates (84.6%), being unique in 25 (75.75%) and eight in mixed cultures (24.25%). Thus, C. albicans + C. tropicalis (5 - 12.82%); C. albicans + C. glabrata (2 - 5.13%), C. tropicalis + C. albicans + C. glabrata (1- 2.56%). Other species isolated were C. tropicalis (3 7.7%) and C. glabrata, C. krusei and C. parapsilosis (one of each - 2.56%). It was possible to conclude that CHROMagar Candida was more sensitive (100% vs. 65%) and more specific for C. albicans (84.4% vs. 73.3%), C. tropicalis (33.3% vs. 20.0%) and C. glabrata (17.7% vs. 8.8%). Both media showed the same specificity (2.2%), for C. krusei and C. parapsilosis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-03-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.