• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2016.tde-10112016-154529
Documento
Autor
Nome completo
Thaís Borguezan Nunes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Lourenço, Silvia Vanessa (Presidente)
Samuelian, Adrianna Loduca Ribeiro
Pasoto, Sandra Gofinet
Silveira, Fernando Ricardo Xavier da
Witzel, Andréa Lusvarghi
Título em português
Prevalência de Disfunção Temporomandibular e análise comparativa do perfil psicoemocional, da qualidade de vida e da presença de dores orofaciais em mulheres com Síndrome de Sjögren
Palavras-chave em português
Disfunção Temporomandibular
Dor crônica
Perfi l psicoemocional
Qualidade de vida
Síndrome de Sjögren
Resumo em português
O objetivo do estudo foi avaliar a prevalência de Disfunção Temporomandibular e fazer uma análise comparativa do perfi l psicoemocional, da qualidade de vida e da presença de dores orofaciais em mulheres com Síndrome de Sjögren (SS) primária. Cinquenta e três pacientes do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) diagnosticadas de acordo com os critérios propostos pelo American-European Consensus Group (AECG) foram selecionadas e aceitaram participar da pesquisa. Foram aplicados os questionários RDC/TMD para diagnosticar a Disfunção Temporomandibular, DN4 para classifi car o tipo de dor quando presente, BDI para avaliar de forma global a intensidade e localização da dor presente e sua interferência nas atividades de vida diária, SF-36 para avaliar a percepção da paciente quanto ao seu estado geral e sua qualidade de vida, EADS- 21 para diagnosticar fenômenos de ansiedade, estresse e depressão e EPCD para verifi car os pensamentos catastrófi cos para a dor. As pacientes também foram classifi cadas de acordo com ESSDAI para avaliar a atividade da doença SS e de acordo com ESSPRI para avaliar os sintomas de fadiga, secura e dor. Segundo o questionário RDC/TMD, 49,1% das pacientes com SS têm dor miofascial, 9,37% têm deslocamento de disco e 13,2% têm artralgia, 50,9% têm dor na face, 58,5% têm dor de cabeça, 35,8% têm estalo, 17% têm crepitação, 45,3% têm bruxismo, 60,4% têm apertamento diurno e 41,5% têm zumbido. Quanto ao questionário BPI, 74,53% das pacientes relataram melhora da dor com o tratamento instituído. Quanto ao questionário DN4, 11,3% têm dor neuropática. Quanto ao questionário SF-36, todos os domínios tiveram pontuação menor que 50 pontos, exceto os Domínios Capacidade Funcional (52,45 pontos), Aspectos Sociais (60,57 pontos) e Saúde Mental (65,96 pontos). De acordo com o EADS-21, o Domínio Estresse teve maior média (6,02 pontos), seguido por Ansiedade (4,51 pontos) e Depressão (3,53 pontos). O Score EPCD foi de 1,26 pontos e a maioria dos pacientes (83%) teve baixa catastrofi zação. Cerca de 51% das pacientes têm baixa atividade da doença SS (Score ESSDAI =2,7) e 67,9% têm alto nível de sintoma incapacitante (Score ESSPRI>=5). O estudo mostrou que os principais fatores contribuintes para a pior qualidade de vida em pacientes com SS primária são fadiga, depressão, ansiedade, xerose, dor e estresse.
Título em inglês
Prevalence of Temporomandibular Disorder and comparative analysis of the psychoemotional profile, quality of life and the presence of orofacial pain in Sjögren's Syndrome women
Palavras-chave em inglês
Chronic pain
Psychoemotional profile
Quality of life
Sjögren's Syndrome
Temporomandibular Disorder
Resumo em inglês
Sjögren's Syndrome (SS) is a chronic autoimmune disease with progressive evolution, whose clinical manifestations are extremely variable, aff ecting local and specifi c organs or presenting as a systemic condition. Dryness, pain, somatic and mental fatigue are the main symptoms in caucasian women aged between 40 to 60 years.The aim of this study was to evaluate the prevalence of Temporomandibular Disorders and make a comparative analysis of the psychoemotional profi le, quality of life and the presence of orofacial pain in women with primary Sjögren's Syndrome. Fifty-three patients of the Clinics Hospital of Medical School of University of São Paulo diagnosed according to the AECG criteria for primary SS were selected and examined with RDC/TMD to diagnose Temporomandibular Disorders, DN4 to diagnose neurophatic pain, BPI to assess globally the intensity and location of pain and how this symptom interferes with activities of daily living, SF-36 to evaluate the perception of the patient about their general health and quality of life, EADS-21 to diagnose anxiety, stress and depression and PCS to check the catastrophic thoughts for pain.The patients were also classifi ed according to ESSDAI to evaluate the activity of primary SS and to ESSPRI symptoms of fatigue, dryness and soreness. According to the RDC / TMD, 49.1% of patients with Sjögren's syndrome have myofascial pain, 9.37% have disc displacement and 13.2% have arthralgia; 50.9% have pain in the face, 58.5% headache, 35.8% clicking, 17% crepitus, 45.3% bruxism, 60.4% daytime clenching and 41.5% tinnitus. The BPI showed that 74.53% of patients reported improvement in pain with the treatment. According to DN4, 11.3% have neuropathic pain. As for the SF-36, all areas have lower scores 50 points, except the Functional Capacity (52.45 points), Social Aspects (60.57 points) and Mental Health (65.96 points). According to DASS-21, Stress had higher mean (6.02 points), followed by Anxiety (4.51 points) and Depression (3.53 points). The PCS score was 1.26 points and the majority of patients (83%) had low catastrophizing. Nearly 51% have low disease activity (Score ESSDAI = 2.7) and 67.9% has a high level of incapacitating symptom (Score ESSPRI>=5). The study showed that the main factors contributing to the worst quality of life in patients with primary Sjögren's Syndrome are fatigue, depression, anxiety, xerosis, pain and stress.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-11-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.