• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2016.tde-30092016-165829
Documento
Autor
Nome completo
Thais Gimenez Miniello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Alves, Fábio de Abreu (Presidente)
Rocha, André Caroli
Sugaya, Norberto Nobuo
Título em português
Fatores preditivos, prevalência e tratamento de osteorradionecrose em pacientes irradiados em região de cabeça e pescoço
Palavras-chave em português
Bisfosfonatos
Necrose dos maxilares
Osteorradionecrose
Radioterapia
Tumores de cabeça e pescoço
Resumo em português
Introdução: Pacientes com tumores de cabeça e pescoço (CP) podem apresentar algumas complicações orais decorrentes do tratamento radioterápico. A osteorradionecrose (ORN) pode ser um dos efeitos colaterais tardios desse tipo de tratamento. Na literatura, análises retrospectivas em que foram coletados dados sobre a ocorrência da ORN são vistas com maior frequência. Entretanto, ainda não foram realizados estudos que correlacionem dados como o tipo de irradiação, a dose utilizada para tratamento do tumor, as características clínicas e o tratamento da ORN em pacientes que foram irradiados em região de CP e que fizeram uso de bisfosfonatos (BF). Objetivo: O objetivo deste estudo foi descrever a prevalência da ORN dos maxilares, assim como avaliar suas características clínicas, radiográficas, fatores causadores, utilização de medicações e tratamentos realizados. Materiais e Métodos: Foi realizado o levantamento de dados de todos os pacientes que foram irradiados em região de CP e que desenvolveram ORN atendidos no A.C. Camargo Cancer Center, São Paulo, Brasil, em um período de 10 anos. 98 pacientes com ORN foram alocados em 2 grupos: Grupo I (pacientes com ORN e que não fizeram uso do BF, n=83) e Grupo II (pacientes com ORN e que fizeram uso do BF, n=15). Resultados: A análise comparativa entre os grupos sugere menor tempo para a ocorrência da ORN no Grupo II. A região posterior da mandíbula foi a mais acometida pela ORN e a maioria dos casos foi classificada clinicamente como Estágio II (52,6%). A apresentação radiográfica mais frequente foi de uma área osteolítica irregular. Procedimentos cirúrgicos realizados após a RT foram os principais fatores relacionados da ocorrência da ORN e em relação à resolução da necrose, a maioria dos pacientes do Grupo I (52,2%) teve a ORN resolvida, enquanto que no Grupo II 46,7% estavam livres da necrose. Conclusões: Devido ao nosso estudo englobar pacientes que realizaram radioterapia (RT) e utilizaram BF, não se pode afirmar qual a etiologia da necrose neste Grupo e tampouco se a necrose foi causada isoladamente pelo dano da RT ou pelo uso do BF. Nosso estudo concluiu que pacientes que realizaram RT em região de CP e utilizaram BF apresentaram menor tempo para desenvolver a ORN e tiveram mais dificuldade para a resolução da mesma.
Título em inglês
Predictive factors, prevalence and treatment of osteoradionecrosis in head and neck irradiated patients
Palavras-chave em inglês
Bisphosphonates
Head and neck tumors
Jaw Necrosis
Osteoradionecrosis
Radiotherapy
Resumo em inglês
Introduction: Patients with head and neck tumor (HN) may present some oral complications due to radiotherapy (RT). The osteoradionecrosis (ORN) may be one of the latest side effects of such treatment. In literature, retrospective analyzes in wich data were collected, the occurrence of ORN are seen more often. However, no further studies relating data such as type of irradiation and used dose for tumor treatment and the clinical features and treatment of ORN in patients who were irradiated in the HN region, whom used of bisphosphonates (BP). Objective: The objective of this study was to describe jaws prevalence of ORN and to evaluate its clinical and radiographic features, causative factors, used medications and performed treatments. Materials and Methods: We performed a survey of data from all patients who were irradiated in HN area and developed ORN treated at A.C. Camargo Cancer Center, São Paulo, Brazil, in 10 years. 98 patients with ORN were divided into 2 groups: Group I (patients with ORN and who did not use the BP, n = 83) and Group II (patients with ORN and used BP, n = 15). Results: The comparative analysis between the groups suggests less time for the occurrence of ORN in Group II. Posterior of the mandible was the most affected area by the ORN, the majority of cases were classified as Stage II (52.6%) and radiographic presentation most common was an irregular osteolytic area. Surgical procedures performed after RT were the main factors related to the development of ORN and about the resolution of necrosis, most of Group I patients had ORN resolved (52,2%), whereas in Group II 46.7% are free from necrosis. Conclusions: Due to our study include patients who underwent RT and used BP we can not state the etiology of necrosis in this Group or if the necrosis was caused solely by the damage of the RT or the use of BP. Our study found that patients who underwent RT in HN area and used BP had less time to develop ORN and had more difficulty for the resolution of it.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-10-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.