• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2011.tde-30112011-170129
Documento
Autor
Nome completo
Denise Sabbagh Haddad
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Arita, Emiko Saito (Presidente)
Brioschi, Marcos Leal
Dias, Reinaldo Brito e
Título em português
Correlação clínica e termográfica do ponto-gatilho miofascial nos músculos da mastigação
Palavras-chave em português
Algometria de pressão
Disfunção temporomandibular
Músculos da mastigação
Ponto-gatilho miofascial
Síndrome dolorosa miofascial
Termografia
Resumo em português
A síndrome dolorosa miofascial (SDM) é uma disfunção musculoesquelética não articular caracterizada por pontos-gatilho miofasciais. Estes pontos, identificados por meio da palpação, são descritos como bandas tensas na fibra muscular, podendo apresentar dor referida à compressão. Sabe-se que os pontos-gatilho miofasciais provocam hiperatividade simpática regional de temperatura local devido à atividade vasoconstritora cutânea. Para documentação objetiva por imagem desta alteração funcional, a termografia tem sido proposta como método auxiliar diagnóstico. O objetivo deste estudo foi correlacionar os exames clínico e termográfico dos pontos-gatilho nos músculos da mastigação masseter e temporal parte anterior. A amostra constituiu-se por 26 mulheres voluntárias com 41 ± 15 anos. Os resultados demonstraram correlação diretamente proporcional entre algometria e termografia na avaliação do ponto-gatilho miofascial, onde, quanto menor a força aplicada, menor a temperatura local (p<0,001). As áreas com dor referida apresentaram níveis de limiar de dor à pressão (1.28±0.45 kgf) menores quando comparados às áreas de dor local (1.73±0,59 kgf; p<0.001). Sendo assim, a imagem termográfica de um ponto-gatilho apresentou-se hiporradiante quando comparada à região de ausência de ponto-gatilho (ΔT>0,4ºC; p<0.001). Além disso, a avaliação termográfica dos pontos-gatilho nos músculos masseter e temporal pelo gradiente térmico (ΔT e Δθ) apresentou maior sensibilidade e especificidade em comparação com a temperatura absoluta (T), mesmo quando corrigidos estes valores para a temperatura ambiente e temperatura timpânica da voluntária durante o exame (θ). A termografia isoladamente identificou pontos-gatilho com sensibilidade de 62,5% e especificidade de 71,31%. Os autores concluíram que a termografia é um método de imagem não invasivo, com potencial de identificação de pontos-gatilho miofasciais na região facial.
Título em inglês
Thermographic and clinical correlation of myofascial trigger points in the masticatory muscles
Palavras-chave em inglês
Algometry pressure
Masticatory muscles
Myofascial pain syndrome
Myofascial trigger point
Temporomandibular disorders
Thermography
Resumo em inglês
Myofascial pain syndrome is a myalgic dysfunction characterized by myofascial trigger points (MTP). The taut band is a constant feature of a trigger point characterized by referred pain when stimulated. It is known that the myofascial trigger points cause regional sympathetic hyperactivity in local temperature due to the cutaneous vasoconstrictor activity. For detection of functional changes, thermography may be used as an auxiliary diagnostic imaging. The aim of this study was to correlate clinical and thermographic myofascial trigger points in the masticatory muscles masseter and temporalis. Twenty six women volunteers were included, having a mean age of 41 ± 15 years. The results showed directly proportional relationship by algometry and thermography in the assessment of MTP, where smaller the force applied, lower the local temperature will be (p<0.001). Moreover, when the soreness was evaluated and local vasomotor response, the temperature decreases as the worst local situation. PPT (pressure pain threshold) levels measured at the points of referred pain in MTP (1.28±0.45 kgf) were significantly lower than the areas of local pain in MTP (1.73±0,59 kgf; p<0.001). Thus, the thermographic image of a MTP presented colder than the area without trigger point (ΔT>0,4ºC; p<0.001). In the thermographic assessment of MTP in the masseter and temporalis muscles, the results suggest that the parameters of thermal asymmetry (ΔT and Δθ) show greater sensitivity and specificity in comparison to local absolute temperature values (T), even when corrected for the volunteer's core temperature and the temperature of the room during the exam (θ). Thermography can identify trigger points (referred pain) with sensitivity of 62,50% and specificity of 71,31%. The authors concluded that thermography is a noninvasive imaging method with potential for screening patients with MTP in the facial region.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.