• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2010.tde-18082010-125759
Documento
Autor
Nome completo
Vinicius Rosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Grande, Rosa Helena Miranda (Presidente)
Cavalcanti, Bruno das Neves
Demarco, Flávio Fernando
Granjeiro, Jose Mauro
Nor, Jacques Eduardo
Título em português
Engenharia de tecidos com células-tronco de dentes decíduos e scaffolds injetáveis e a formação de polpa dental funcional
Palavras-chave em português
Células-tronco
Engenharia tecidual
Matriz extracelular
Polpa dentária
Resumo em português
A translação da regeneração pulpar com células tronco para a clinica requerirá o uso de scaffolds injetáveis. O objetivo foi estudar o comportamento de células tronco obtidas de dentes decíduos exfoliados (SHED) injetados em canais radiculares de pré-molares humanos com ápice aberto com scaffold de colágeno recombinante humano tipo I (rhC-I) e a base de nanofibras auto-organizáveis (SA). Para determinar a viabilidade e potencial de diferenciação de SHED in vitro, raízes nao instrumentadas foram posicionadas com o ápice em meio de cultura. SHED ressuspendida em rhC e SA foram injetadas nos canais (n=24, 5X105 células/mL). Os controles foram SHED e scaffolds sozinhos. Marcadores para diferenciação odontoblastica (DSPP, DMP-1 e MEPE) foram avaliados semanalmente por RT-PCR por 28 dias. Para avaliar a diferenciação odontoblástica e formação de tecido in vivo, SHED transuzida com GFP foram injetadas em canais radiculares (n=8, 106 célulass/mL) utilizando os mesmos grupos e implantadas subcutaneamente em camundongos imunodeprimidos. O controle (C+) foi um pré-molar humano extraído. Analise estatística foi feita com ANOVA (=0.05). Os marcadores de diferenciação odontoblástica aumentaram para SA e rhC-I mas nao nos controles. Crescimento de tecido pulpar-símile ( do que 60% do comprimento da raiz) foi observado em 75% dos implantes para SA e rhC-I e 0% nos controles. Analise de imunohistoquimica para GFP confirmou a origem tecidual a partir de SHED. PCNA e ensaio de TUNEL mostraram alta ativiade proliferativa e poucas células apoptóticas. Injeções de tetraciclina evidenciaram neoformação de dentina. A densidade microvascular e nomero de odontoblastos delineando a dentinta foi similar em rhC-I, SA e C+. A associação de SHED com scaffolds injetáveis foi capaz de originar um tecido pulpar capaz de produzir dentina e constitui um passo a mais frente ao objetivo de regeneração pulpar em pacientes humanos.
Título em inglês
Stem cells from exfoliated deciduous teeth and self-assembling nanofiber and recombinant human collagen I scaffolds allows for the engineering of a functional dental pulp
Palavras-chave em inglês
Dental pulp
Extra cellular matrix
Stem cells
Tissue engineering
Resumo em inglês
The translation of dental pulp regeneration with stem cells to the clinic will require the use of injectable scaffolds. The aim was to study the behavior of stem cells from exfoliated deciduous teeth (SHED) injected in the root canal of opened-apex human premolars with either recombinant human collagen I (rhC-I) or selfassembling nanofiber (SA) scaffolds. To assess in vitro SHED viability and differentiative potential, non-instrumented roots were set with the apex in culture media. SHED were mixed in rhC-I or SA and injected into canals (n=24, 5X105 cells/mL). Controls were SHED or scaffolds alone. Odontoblastic differentiation markers (DSPP, DMP-1 and MEPE) were assessed weekly by RT-PCR for 28 days. To evaluate odontoblast differentiation and tissue formation in vivo, SHED transduced with GFP were injected in canals (n=8, 106 cells/mL) using same groups and implanted subcutaneously in immunodeficient mice. Positive control (C+) was extracted premolar. Statistic was done with ANOVA (=0.05). Odontoblastic differentiation markers increased in SA and rhC-I but not in controls. Pulp-like tissue growth ( than 60% of root length) was observed in 75% of implants for SA and rhC-I and 0% in controls. GFP staining confirmed SHEDs tissue origin. PCNA staining and TUNEL assay showed high proliferative activity and few apoptotic cells. Tetracycline injections showed newly formed dentin. Microvessel density and odontoblastic-like cell number lining dentin were similar in rhC-I, SA and C+. Injectable scaffolds and SHED allowed for the engineering of a pulp-like tissue and constitute one step forward towards the goal of dental p ulp regeneration in human patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
VinciusRosa.pdf (68.69 Mbytes)
Data de Publicação
2010-08-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.