• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2007.tde-13082007-162555
Documento
Autor
Nome completo
Alexandra Fontes da Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Martins, Marília Trierveiler (Presidente)
Nunes, Fabio Daumas
Siqueira, Filipe Modolo
Título em português
Análise imunoistoquímica das proteínas maspin, p63 e bcl2 em tumor odontogênico queratocístico, cisto dentígero e ameloblastoma
Palavras-chave em português
Apoptose
Cisto
Supressão de tumor
Tumor odontogênico
Resumo em português
Os cistos e tumores odontogênicos sempre tiveram grande importância dentro da Odontologia, seja pela grande prevalência clínica seja pelo grande acometimento do indivíduo afetado pela lesão. A nova classificação da Organização Mundial de Saúde trouxe a mudança de categoria do queratocisto, que recebe agora a nômina de tumor odontogênico queratocístico, e que figura não mais na categoria de cisto odontogênico de desenvolvimento, mas sim de tumor odontogênico. Certa precipitação nessa mudança levou alguns autores a sugerirem a necessidade de estudos que esclareçam as características clínicas e histopatológicas dessa lesão para que se tenha uma classificação realmente precisa. O grande paradigma dessa lesão é: ao mesmo tempo em que apresenta características histológicas de um cisto, possui um comportamento clínico agressivo mais comumente observado nos tumores. O que realmente difere esta lesão das outras lesões que se inseriam no mesmo grupo é o padrão de crescimento diferenciado do tumor odontogênico queratocístico em relação às outras lesões císticas. Sendo assim, poderia se suspeitar que essa lesão possua um potencial proliferativo maior do que as outras que anteriormente pertenciam ao mesmo grupo, denotando uma regulação diferenciada do mecanismo proliferação-apoptose. Este estudo teve como objetivo comparar o tumor odontogênico queratocístico com uma lesão cística - o cisto dentígero - e com uma lesão tumoral - o ameloblastoma ? por meio de marcadores imunoistoquímicos para supressão tumoral e anti-apoptose. Os resultados demostraram que a maior diferença entre essas lesões está principalmente na atividade apoptótica, já que somente o resultado de bcl2 foi estatisticamente significante entre essas lesões.
Título em inglês
Maspin, p63 e bcl2 in odontogenic keratocyst tumor, dentigerous cyst and ameloblastoma
Palavras-chave em inglês
apoptosis
Cyst
Odontogenic tumor
Tumor suppressor
Resumo em inglês
Odontogenic cysts and tumors have always had a great importance in Dentistry, for its high clinical prevail and for its noticeable invasive behavior. The new classification released by WHO rearranged keratocyst, that is named now odontogenic keratocystic tumor, classifying it no longer as a development cyst, but now as odontogenic tumor. Certain haste in this change brought some authors to suggest the necessity of more studies to clarify the feautures of such lesions to determine a more accurate classification. The greatest paradigm of this lesion is that it shows cyst-like histological characteristics and simultaneuosly it has an aggressive clinical behavior, which is more commonly observed in tumors. The main difference between this lesion and the others cystic lesions is the growth pattern, which suggests that the odontogenic keratocystic tumor has higher proliferative potential than other cystic lesions. The aim of this research was to compare odontogenic keratocystic tumor with a cystic lesion ? dentigerous cyst ? and with a tumoral lesion ? ameloblastoma ? using tumor suppressor and anti-apoptosis immunohistochemical expression. Results show that the more important difference among the analysed lesions is apoptosis activity, since only bcl2 staining was significantly different among them.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.