• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2009.tde-09042009-112346
Documento
Autor
Nome completo
Fabiano Geronasso Simões
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Jose Carlos Mesquita (Presidente)
Dias, Reinaldo Brito e
Geraldini, Cleusa Aparecida Campanini
Título em português
Avaliação macroscópica e microscópica do cimento Portland comum - CP I e do cimento Portland branco não estrutural - CPB incluídos na calvária de ratos
Palavras-chave em português
Agregado de Trióxido Mineral (ATM)
Biocompatibilidade
Cimento Portland (CP)
Resumo em português
Os biomateriais podem ser definidos como substâncias de origem natural ou sintética que são tolerados de forma transitória ou permanente pelos diversos tecidos que constituem os órgãos dos seres vivos. Dentre esses biomateriais podemos citar o Agregado de Trióxido Mineral (ATM), que foi desenvolvido na Universidade de Loma Linda na década de 90. Desde então, não cessaram trabalhos de pesquisa envolvendo esse material e o Cimento Portland (CP); que embora não seja um material de uso odontológico direto, pode-se afirmar que possui basicamente os mesmos componentes químicos do ATM. O objetivo da presente pesquisa foi avaliar a biocompatibilidade do cimento Portland comum (CP-I) e do cimento Portland branco (CPB) não estrutural, incluídos na calvária de ratos. Foram selecionados vinte ratos, dois foram previamente utilizados como grupo piloto; os dezoito restantes foram distribuídos em três grupos de seis ratos que avaliados nos tempos experimentais de 30, 60, 90 dias foram mortos para análise histopatológica. Cada animal recebeu um implante, sendo três de Cimento Portland Comum (CP-I) e três de Cimento Portland Branco (CPB). Os resultados mostraram que não houve conseqüências de uma proliferação microbiológica em nenhum dos cimentos e tempos pesquisados. Observou-se tecido conjuntivo denso, celular e ricamente vascularizado. Também foi visualizado uma matriz óssea recém formada, adjacente aos osteoblastos ativos e que não estava ainda calcificada; apresentava-se menos mineralizada e com ausência de lamelas. Durantes os tempos histológicos de 30, 60 e 90 dias, o infiltrado inflamatório disperso no tecido apresentou-se: intenso, moderado e discreto. Sugerindo a mudança do processo inflamatório de agudo a crônico respectivamente
Título em inglês
Macroscopic and microscopic evaluation of Portland Cement Joint - CP I and the Portland Cement White not structural - CPB included in the skull of rats
Palavras-chave em inglês
Biocompatibility
Mineral Trioxide Aggregate (MTA)
Portland cement (PC)
Resumo em inglês
The biomaterials can be defined as substances of natural or synthetic origin that are tolerated on a temporary or permanent by the various tissues that make up the organs of living beings. Among these biomaterials can quote the mineral trioxide aggregate (MTA), which was developed at the University of Loma Linda, in the 90s. Since then, it stopped work on research involving this material and Portland cement (PC), which although not a dental material to use direct, one can say that basically has the same chemical components of the ATM. The purpose of this study was to evaluate the biocompatibility of common Portland cement (PC-I) and the white Portland cement (CPB) no structural, included in the skull of rats. Twenty rats were selected, two were previously used as a pilot group and the eighteen others were divided into three groups of six rats that were killed and evaluated in experimental stroke, 30, 60, and 90 days. Each animal received an implant, three of Common Portland Cement (PC-I) and three of White Portland Cement (CPB). The results show that there were no consequences of a microbial proliferation in any of cement and times searched. There was also the formation of bone tissue with characteristics of immaturity, showing gaps in some areas without osteocytes; presence of moderate and cell tissue, richly vascularized, showing characteristics of biocompatibility, and the potential for bone and cell differentiation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-06-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.