• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2013.tde-19122013-173425
Documento
Autor
Nome completo
Guilherme Henrique Rosa Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Machado, Manoel Eduardo de Lima (Presidente)
Britto, Maria Leticia Borges
Gavini, Giulio
Nunes, Fabio Daumas
Souza, Arlindo di Spagna
Título em português
Avaliação inflatória da associação da clorexidina com o hipoclorito de sódio em tecido conjuntivo de rato
Palavras-chave em português
Clorexidina
Endodontia
Hipoclorito de sódio
Imunoistoquímica
Inflamação
Irrigantes do canal radicular
Materiais Biocompatíveis
Resumo em português
A associação dos irrigantes endodônticos hipoclorito de sódio e clorexidina forma um precipitado amarronzado e subprodutos que podem ser tóxicos aos tecidos periodontais apicais. O objetivo deste trabalho foi de avaliar qualitativamente e quantitativamente a resposta inflamatória destes irrigantes e suas associações em tecido conjuntivo no dorso do rato. Foram utilizados 24 ratos machos Wistar, 220 gr, cuja região dorsal foram confeccionadas quatro feridas cirúrgicas por punch de 08mm que receberam 20 mL dos irrigantes endodônticos, sendo divididos em: soro fisiológico, solução de digluconato de clorexidina a 2%, hipoclorito de sódio a 1% e a 2,5%, mistura de 10mL de hipoclorito de sódio a 1% mais 10mL de clorexidina a 2% e mistura de 10mL de hipoclorito de sódio a 2,5% mais 10mL de clorexidina a 2%. O experimento foi realizado em triplicata e os animais foram sacrificados nos tempos experimentais de 0 (imediato), 24h, 72h e 168h. Os fragmentos foram fixados e corados com hematoxilina e eosina para análise histomorfológica. Para a quantificação celular, cortes histológicos dos grupos de 24, 72 e 168h foram tratados para serem imunomarcados pelos anticorpos para linfócitos CD4 e CD8, e Anti pan-macrófago para marcação de macrófagos. Foram tomadas três fotografias num aumento de 400x de cada lâmina, para serem quantificadas através do software ImageJ. Os dados foram tabulados e submetidos ao teste estatístico ANOVA (dois critérios), com pós-teste de Bonferroni (=0,05), comparando os grupos em função dos marcadores, tempos experimentais e grupos testados. Os resultados obtidos na análise microscópica puderam identificar variações significativas entre os grupos estudados e o controle. Enquanto que no controle não foi verificado um grau de inflamação elevado, nos grupos testados foram observados destruição tecidual, aumento de número e tamanho de vasos, infiltrado inflamatório intenso, edema e início de epitelização até 168h. Na análise quantitativa, foi observado um pico celular em 72h para todos os marcadores (p<0,001). Todos os grupos testados apresentaram níveis celulares maiores que o grupo do soro fisiológico (p<0,001), exceto para o marcador de macrófagos (p>0,05). As associações das substâncias em comparação com as substâncias isoladas não apresentaram diferenças significantes (p>0,05), exceto em 72h no marcador CD4 e com hipoclorito de sódio a 2,5% (p<0,001). Estes resultados foram similares tanto para os grupos individuais bem como nas associações. Pode-se concluir, do ponto de vista biológico, que a associação entre o hipoclorito de sódio e a clorexidina mostraram resposta inflamatória semelhante as substâncias isoladas e que podem ser empregados na terapia endodôntica.
Título em inglês
Evaluation of inflammatory chlorhexidine with sodium hypochlorite irrigants in rat connective tissue
Palavras-chave em inglês
Biocompatible Materials
Chlorhexidine
Endodontics
Immunohistochemistry
Inflammation
Root canal irrigants
Sodium hypochlorite
Resumo em inglês
The association of endodontic irrigants sodium hypochlorite and chlorhexidine results in the formation of a brownish precipitate and its byproducts can be toxic to the periodontal tissue. The aim of this study was to evaluate qualitatively and quantitatively the inflammatory response of these drugs and their associations in the connective tissue on the back of the mouse. Four dorsal surgical wounds made by 08mm punch in twenty four male Wistar rats of 220 gr received 20 mL of each endodontic irrigants and were divided into grupos: saline solution, 2% chlorhexidine digluconate, 1% and 2,5% sodium hypochlorite, mixture of 10 ml of 1% sodium hypochlorite plus 10 ml of 2% chlorhexidine and mixture of 10 ml of 2,5% sodium hypochlorite plus 10 ml of 2% chlorhexidine. The test was performed in triplicate, the animals sacrificed at 0h (immediately), 24h, 72h and 168h and the fragments fixed, stained with hematoxylin and eosin for histomorphological analysis. To quantify cells, histological sections from 24, 72 and 168h groups were treated and immunostained by CD4, CD8 lymphocytes and Anti-pan macrophage antibodies. Three pictures were taken in a 400x magnification of each slide and quantified using the ImageJ software. Data was tabulated and submitted to ANOVA (two-way) with Bonferroni post-test (=0.05) comparing the markers, times and experimental groups. The results obtained in the microscopic analysis identified significant differences among the experimental and control groups. In control group there was not high degree of inflammation; in the experimental groups there were tissue destruction, number and size of vessels increased, intense inflammatory infiltration, edema and early epithelialization at 168h. In the quantitative analysis a peak of all cell markers was observed at 72h (p<0.001). All experimental groups showed higher cellular levels than the saline group (p<0.001) except for the macrophages marker groups (p>0.05). The associated or isolated use of the substances showed no significant differences (p> 0.05) except for 72h CD4 marker and with 2.5% sodium hypochlorite group (p<0.001). The results were similar for both individuals and associated groups. In conclusion the association between sodium hypochlorite and chlorhexidine showed inflammatory process similar to isolated substances and therefore it can be utilized in endodontic therapy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-02-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.