• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2016.tde-25022016-160430
Documento
Autor
Nome completo
Amanda da Costa Silveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Gavini, Giulio (Presidente)
Chilvarquer, Israel
Pessoa, Oscar Faciola
Título em português
Análise in vivo da redução bacteriana em dentes portadores de periodontite apical primária e sua correlação com o sucesso do tratamento endodôntico
Palavras-chave em português
Periodontite apical
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico
Tratamento do canal radicular
Resumo em português
O principal objetivo do tratamento endodôntico em dentes com infecções primárias é a cura da periodontite apical, o que ocorre geralmente após a máxima redução de micro-organismos do canal radicular. Métodos microbiológicos moleculares são os métodos de escolha para avaliar a redução de micro-organismos após o tratamento endodôntico por serem mais sensíveis, específicos e precisos do que os métodos baseados em cultura bacteriológica. Entretanto, poucos estudos clínicos avaliaram a eficácia antimicrobiana do tratamento endodôntico por métodos moleculares. Além disso, até o presente momento, não há nenhum estudo correlacionando esses dados com o sucesso do tratamento endodôntico. Portanto, os objetivos do presente estudo foram: (a) avaliar in vivo, por métodos moleculares quantitativos, a concentração de bactérias nos canais radiculares e sua, correlação com aspectos clínicos e radiográficos; (b) correlacionar a redução bacteriana após o tratamento endodôntico com reparo apical após controle radiográfico e tomográfico. Trinta e quatro pacientes portadores de dentes com necrose pulpar e periodontite apical foram selecionados para o estudo. O protocolo de antissepsia consistiu em realizar o Preparo Químico-Cirúrgico (PQC) com sistema Reciproc e NaOCl 2,5%; irrigação final com EDTA-T 17%; e medicação intracanal com pasta de hidróxido de cálcio por 14 dias antes da obturação dos canais radiculares. Foram realizadas coletas microbiológicas dos canais radiculares no início do tratamento e na segunda sessão, após a remoção da medicação intracanal antes da obturação. As amostras microbiológicas foram analisadas por Reação em Cadeia da Polimerase quantitativa (qPCR) para detecção e quantificação de bactérias utilizando iniciadores universais para o domínio Bactéria. Para análise do sucesso do tratamento endodôntico, foram analisados aspectos clínicos, radiográficos e tomográficos após um período mínimo de controle de 1 ano. Os casos foram classificados em 4 categorias: ausência de rarefação óssea periapical, redução ou aumento e incerto. Bactérias foram observadas em 100% das amostras iniciais coletadas, com concentrações medianas de 1,68 x 106 cópias de DNA. A análise estatística de regressão logística não apresentou correlação entre concentrações de DNA bacteriano com dados clínicos. Após o tratamento endodôntico, as medianas das concentrações de bactérias foram de 8.72 x 102, os resultados mostraram que houve diminuição significativa na concentração de DNA bacteriano (p<0,05), correspondendo a porcentagem de redução de 99.98% nos canais radiculares após os procedimentos de antissepsia. Retornaram para o controle, 20 dos 34 pacientes (58,82%), entre 13 a 22 meses após o tratamento endodôntico. Dois dentes foram extraídos, restando um total de 18 dentes para análise clínica e radiográfica. O sucesso classificado por ausência ou redução da rarefação óssea na radiografia periapical foi observada em 16 dos 18 dentes (88,83%). Dos 2 casos de insucesso radiográfico, um apresentou elevada quantidade de bactérias (>104) persistentes após os procedimentos de antissepsia e um caso apresentou obturação deficiente. Entretanto, a análise estatística de regressão logística não identificou nenhum fator específico associado ao insucesso endodôntico. A análise tomográfica foi realizada em 12 dos 18 pacientes. Os achados tomográficos confirmaram ausência/ redução da rarefação periapical verificada na radiografia, com exceção de um caso onde não houve redução da área da rarefação. Conclui-se que dentes com necrose pulpar e periodontite apical apresentam uma elevada concentração de bactérias no sistema de canais radiculares. O tratamento endodôntico foi eficaz em reduzir significativamente a quantidade de bactérias dos canais radiculares e promover uma elevada taxa de sucesso endodôntico.
Título em inglês
In vivo analysis of bacterial reduction in teeth with apical periodontitis primary and its correlation with the success of endodontic treatment
Palavras-chave em inglês
Apical periodontitis
Cone-Beam Computed Tomography
Root canal therapy
Resumo em inglês
The objectives of the endodontic treatment of teeth with primary infections is the healing of apical periodontitis, which usually occurs after the maximum reduction of micro-organisms in the root canal. Molecular methods are the methods of choice for assessing the reduction of micro-organisms after endodontic treatment to be more sensitive, specific and accurate than methods based on bacteriological culture. The objectives of this study were to evaluate in vivo by molecular methods, the concentration of bacteria in root canals and correlation of bacterial reduction after endodontic treatment with apical repair after radiographic control and CBCT. Thirty four teeth with apical periodontitis, with radiographic evidence of periapical were selected for this study. The root canal preparation of all the teeth was carried out with reciprocating files and 2.5% NaOCl during preparation; and 17% EDTA for smear layer removal. The root canals were medicated with calcium hydroxide for 14 days. Microbiological sampling were performed before the preparation and after intracanal medication. The samples were analyzed by real time PCR, for the detection and quantification of bacteria,. Bacteria were observed in 100% of the initial samples. . Bacteria were observed in 100% of the initial samples, with median concentrations of 1.68 x 106 copies of the DNA. After endodontic treatment, the median bacterial concentrations were 8.72 x 102, the results showed a significant decrease in the concentration of bacterial DNA (p <0.05), corresponding to 99.98% reduction in the percentage of root canals after procedures of antisepsis. 13 to 19 months after treatment, the teeth were examined by using periapical radiography (PA) and cone-beam computed tomography (CBCT). Area and volume of the periapical lesions were measured, and the outcome was presented in 4 categories: absence, reduction or enlargement of the radiolucency, or uncertain. Lesions were classified as reduced or enlarged when the change in size of the radiolucency was 20% or more. The recall rate was 58,82%, and 18 teeth were analyzed. Success classified by the absence or reduction of bone thinning in periapical radiography was observed in 16 of the 18 teeth (88.83%). CT findings confirmed the absence / reduction of periapical rarefaction observed on radiographs, except for one case. Conclude that teeth with pulp necrosis and apical periodontitis have a high concentration of bacteria in the root canal system. The endodontic treatment was effective in significantly reducing the amount of bacteria from root canals and to promote a high rate of success endodontic.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.