• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Vítor Marques Sapata
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
César Neto, João Batista (Presidente)
Januário, Alessandro Lourenço
Romito, Giuseppe Alexandre
Shibli, Jamil Awad
Título em português
Mudanças profilométricas de tecidos peri-implantares durante 5 anos: um estudo comparando sistemas de implantes de um e dois estágios
Palavras-chave em português
Análise profilométrica
Coroa
Implantes dentários
Prótese
Prótese fixa
Seres humanos
Tecido mole
Resumo em português
Avaliar as alterações profilométricas dos tecidos moles vestibulares entre o exame inicial e os 5 anos de acompanhamento, utilizando sistemas de implantes dentários de um e dois estágios. Sessenta pacientes receberam aleatoriamente implantes dentários de dois estágios (BRA) ou de estágio único (STM). Os modelos foram obtidos no início do estudo (após a inserção da coroa), no primeiro ano e no quinto ano de acompanhamento. Os arquivos de estereolitografia foram obtidos dos modelos para superposição digital. Um implante e o dente natural contralateral foram selecionados para a análise. Trinta e três pacientes (BRA = 16; STM = 17) foram incluídos. As medidas incluíram mudanças para altura da coroa (CH) e espessura estimada do tecido mole, bem como a mudança profilométrica no implante e no local do dente. Métodos não paramétricos foram aplicados para as análises estatísticas, medianas e quartis foram apresentados. O grupo BRA perdeu -0,39 mm e o grupo STM perdeu -0,40 mm de volume entre o início e o acompanhamento de 5 anos no local do implante (p> 0,05). O local do dente perdeu -0,18 mm (BRA) e -0,12 mm (STM) (p> 0,05). As diferenças de volume entre implantes e dentes foram de -0,05 mm (inicial a 1 ano) e -0,25 mm (inicial a 5 anos) para BRA, enquanto para STM, os valores foram de 0,03 mm (inicial a 1 ano) e -0,16 mm (inicial a 5 anos). As mudanças para CH em 1 e 5 anos de acompanhamento foram de 0,10 e 0,09 mm (BRA) e 0,03 e 0,22 mm para STM. As mudanças na espessura do tecido em 1 e 5 anos no grupo BRA foram de -0,28 e -0,66 mm a 1 mm, -0,21 e -0,46 mm a 3 mm e -0,32 e -0,45 mm a 5 mm, respectivamente. As mudanças no grupo STM foram de -0,15 e -0,54 mm a 1 mm, -0,24 e -0,48 mm a 3 mm e -0,32 e -0,57 mm a 5 mm, respectivamente. Nenhuma mediana significativamente diferente foi observada. Alterações mínimas, lineares e profilométricas, ocorreram nos locais dos implantes entre o exame inicial e os 5 anos, entre os locais do implante e do dente e entre os dois sistemas de implantes.
Título em inglês
Profilometric changes of peri-implant tissues over 5 years: a study comparing a one- and two-piece implant system
Palavras-chave em inglês
Crown
Dental implants
Denture
Fixed
Humans
Profilometric analysis
Soft tissue
Resumo em inglês
To assess the profilometric changes of the buccal soft tissues between baseline and 5 years of loading using a one- and two-piece dental implant system. Sixty patients randomly received dental implants of either a two-piece type (BRA) or a one-piece type (STM). Casts were obtained at baseline (after crown insertion), at the 1-year and at the 5-year followup. Stereolithography files were obtained from the casts for digital superimposition. One implant and the contralateral natural tooth were selected for the analysis. Thirty-three patients (BRA = 16; STM = 17) were included. Measurements included changes for crown height (CH) and estimated soft tissue thickness, as well as the profilometric change at the implant and the tooth site. Nonparametric methods were applied for the statistical analyses and medians and quartiles presented. The BRA group lost -0.39 mm and the STM group lost -0.40 mm of volume between baseline and the 5-year follow-up at the implant site (p > 0.05). The tooth site lost -0.18 mm (BRA) and -0.12 mm (STM) (p > 0.05). Volume differences between implants and teeth amounted to -0.05 mm (baseline to 1 year) and -0.25 mm (baseline to 5 years) for BRA, while for STM, the values were 0.03 mm (baseline to 1 year) and -0.16 mm (baseline to 5 years). The changes for implant CH at 1 and 5 years of follow-up amounted 0.10 and 0.09 mm (BRA) and to 0.03 and 0.22 mm (STM). The changes in tissue thickness at 1 and 5 years in the BRA group amounted to -0.28 and -0.66 mm at 1 mm, -0.21 and -0.46 mm at 3 mm, and -0.32 and -0.45 mm at 5 mm, respectively. The changes in the STM group amounted to -0.15 and -0.54 mm at 1 mm, -0.24 and -0.48 mm at 3 mm, and -0.32 and -0.57 mm at 5 mm, respectively. No significantly different medians were observed. Minimal profilometric and linear changes occurred at implant sites between baseline and 5 years, between implant and tooth sites and between the two implant systems.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.