• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2011.tde-18062011-103619
Documento
Autor
Nome completo
Ecinele Francisca Rosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Micheli, Giorgio de (Presidente)
Cortelli, Sheila Cavalca
Pannuti, Claudio Mendes
Título em português
Efeitos da cessação do tabagismo nos parâmetros clínicos periodontais: estudo prospectivo de 12 meses
Palavras-chave em português
Abandono do hábito de fumar
Doença Periodontal
Periodontite
Tabagismo
Resumo em português
Embora o tabagismo seja o maior fator de risco na prevalência, extensão e severidade das doenças periodontais, existem poucos estudos intervencionais sobre os benefícios do abandono do fumo sobre as condições periodontais. O objetivo deste estudo prospectivo de 12 meses foi avaliar o efeito do abandono do tabagismo no tratamento periodontal não-cirúrgico de pacientes com periodontite crônica severa. Materiais e Métodos: Dos 201 pacientes triados, 93 foram considerados elegíveis e receberam tratamento periodontal não-cirúrgico e tratamento para cessação do tabagismo simultâneamente. Foram realizados controle e manutenção periodontal a cada três meses, após o término do tratamento periodontal. Um único examinador calibrado e cego para a condição de fumante realizou exame periodontal completo em seis sítios por dente, no início, 3, 6 e 12 meses após o tratamento não-cirúrgico periodontal. Outro examinador aferiu a concentração de monóxido de carbono expirado e realizou entrevista com base em um questionário estruturado, a fim de coletar dados demográficos e de hábitos tabágicos, nos mesmos períodos. Resultados: Dos 93 indivíduos incluídos, 52 permaneceram no estudo até 12 meses de acompanhamento. Destes, 17 pararam de fumar e 35 continuaram fumando ou oscilaram. Após um ano, somente os que pararam de fumar apresentaram ganho clinico de inserção significante (p = 0,04). No entanto, não houve diferenças entre os grupos de pacientes que pararam de fumar e não pararam de fumar ou que oscilaram em relação ao nível de inserção clínica, profundidade de sondagem, sangramento à sondagem e índice de placa após um ano (p > 0,05). Conclusão: Indivíduos que pararam de fumar apresentaram ganho clinico de inserção significante após um ano de acompanhamento.
Título em inglês
A prospective 12-month study of the effect of smoking cessation on periodontal clinical parameters
Palavras-chave em inglês
Periodontal disease
Periodontitis
Smoking
Smoking cessation
Resumo em inglês
Although smoking is the major risk factor in the prevalence, extent and severity of periodontal diseases, there are few data from intervention studies regarding the benefits of quitting smoking on periodontal conditions. The aim of this 12-month prospective study was to assess the adjunctive effect of smoking cessation in nonsurgical periodontal therapy of subjects with severe chronic periodontitis. Materials and Methods: Of the 201 enrolled subjects, 93 were eligible and received non-surgical periodontal treatment and concurrent smoking cessation treatment. Periodontal maintenance was performed every three months. Full-mouth periodontal examination in six sites per tooth was performed by a calibrated examiner, blinded to smoking status, at baseline, 3, 6 and 12 months after non-surgical periodontal treatment. Furthermore, expired air carbon monoxide concentration measurements and interviews based on a structured questionnaire were performed in order to collect demographic and smoking data. Results: Of the 93 eligible subjects, 52 remained in the study after one year. Of these, 17 quit smoking and 35 continued smoking or oscillated. After one year, only quitters presented significant clinical attachment gain (p=0.04). However, there were no differences between subjects who quit smoking or who did not regarding clinical attachment level, probing depth, bleeding on probing and plaque index after one year (p>0.05). Conclusion: Quitters presented significant clinical attachment gain after one year of follow-up.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EcineleFranciscaRosa.pdf (783.64 Kbytes)
Data de Publicação
2011-06-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.